Matérias | Esporte


Itajaí

Tetracampeão mundial Branco é apresentado como novo treinador

Ex-lateral vai substituir Jorginho, outro tetracampeão mundial com a seleção

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

A diretoria do Figueira pegou todo mundo de surpresa ontem ao fazer o anúncio do novo treinador da equipe. Pela manhã, a assessoria de imprensa convocou os veículos pra uma coletiva ao meio-dia no estádio Orlando Scarpelli, sem anunciar o nome do novo treinador. Só durante a entrevista é que foi anunciado o técnico do Alvinegro: o tetracampeão mundial Cláudio Ibraim Vaz Leal, o Branco.


Ele chega pra substituir outro tetracampeão mundial, Jorginho, que simandou pro Japão onde vai comandar o Kashima Antlers.

 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 






Ele chega pra substituir outro tetracampeão mundial, Jorginho, que simandou pro Japão onde vai comandar o Kashima Antlers.

“Sempre que entrei em uma disputa foi para vencer, e este será o perfil da minha equipe”, discursou o novo comandante do Alvinegro manezinho. O treinador tem a missão de brigar pelo título do campeonato Catarinense. A estreia vai ser no dia 22 de janeiro contra o Marinheiro, dentro de casa.

Gol histórico

Branco foi campeão mundial com a seleção brazuca em 1994, nos Isteites. O lateral-esquerdo assumiu a camisa número seis nas quartas de final contra a Holanda, substituindo Leonardo, que foi expulso nas oitavas contra os donos da casa. Foi do novo técnico do Figueira o histórico gol de falta que classificou o Brasil pras semifinais com a vitória por 3 a 2 sobre os holandeses. Na final, contra a Itália, o lateral marcou um dos gols de pênalti nas cobranças que levaram a seleção ao tetra. Como jogador, Branco passou por grandes clubes como Inter, Fluminense, Corinthians, Flamengo e Grêmio, além de clubes da Itália, Inglaterra, Portugal e Isteites.

Depois de pendurar as chuteiras, Branco assumiu o cargo de coordenador das divisões de base da seleção. Em 2006 saiu do cargo e foi pro Fluminense, também como coordenador. Apesar das baita experiência como boleiro e cartola, o ex-lateral nunca foi treinador. Mesmo assim, o diretor de futebol do Figueira, Marcos Teixeira, jura dipé junto que o clube não tá fazendo uma aposta. “Conheço Branco há mais de 20 anos, trabalhamos juntos na CBF, e o Figueirense acredita que o somatório de suas experiências trará muitas felicidades para a torcida”, lascou.

Continua depois da publicidade






Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





18.207.132.226

TV DIARINHO


Confira os destaques desta quinta-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 26/05/2022

Publicado 26/05/2022 20:32



Especiais

Existir para resistir

1ª Virada Afro-Cultural revela uma Itajaí negra e multifacetada

febre entre jovens

Uso de Cigarros eletrônicos acende alerta

Revitalização

Nova orla da Brava está em fase de projeto

Praia Brava

Novo acesso, através de Cabeçudas, será urbanizado

Praia Brava

Duplicação da Osvaldo Reis deve facilitar ligação com BC



Blogs

A bordo do esporte

Velejadora Renata Bellotti será timoneira do Phytoervas 4Z em Ilhabela (SP)

Blog do JC

Vereador diz que políticos de Navegantes sempre pegaram uma coisinha no Ferry Boat

Blog do Ton

Sunset party inspirada na Riviera Francesa estreia em Balneário Camboriú neste sábado, dia 28

Blog Doutor Multas

Um guia para iniciantes para apostar no futebol 2022

Blog da Ale Francoise

Enema de café e suas funções

Blog Clique Diário

Itajaí - Navio - Panorama

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW



Entrevistão

José Evaldo Koch

“O hortifruti é nosso berço”

Laerte Jacomel

"Estamos buscando o que todo mundo busca: paz de espírito”

Édison Carlos

“100 milhões de brasileiros não têm coleta de esgoto”

Walter Orthmann

"Quero ser útil enquanto eu puder”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação