Matérias | Economia


Itajaí

Táxis de Itajaí só vão andar em bandeira 2

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Andar de táxi durante o dia tá mais caro em Itajaí. Pelo menos até 10 de janeiro, quando termina o prazo previsto num decreto municipal que permite que os motoristas de praça andem direto com a tal da bandeira 2 acionada. Com isso, a tarifa básica por quilômetro rodado passa a custar R$ 3,70.


A medida tá valendo desde sábado. O decreto foi baixado a pedido dos próprios taxistas, que por serem autônomos querem garantir um faz-me-rir a mais para o final do ano. A bandeira 1 dos táxis peixeiros ...

 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 






A medida tá valendo desde sábado. O decreto foi baixado a pedido dos próprios taxistas, que por serem autônomos querem garantir um faz-me-rir a mais para o final do ano. A bandeira 1 dos táxis peixeiros, que custa R$ 3,37, tá suspensa temporariamente.

Aumentar o preço das bandeiradas de táxis em Itajaí no período de Natal e Ano Novo não é novidade em Itajaí. Todo santo ano, os motoristas de praça dão aquela chorada pro prefeito de plantão e conseguem fazer com que, por cerca de um mês, passe a valer apenas a bandeira 2.

O que são as bandeiradas e como funciona o taxímetro

O taxímetro é uma engenhoca antiga. Foi inventado na Alemanha na década de 90 do século retrasado, ainda na época das carruagens. O objetivo, que vale até hoje, é impedir a exploração do passageiro e garantir um valor mínimo para que o dono do veículo possa manter seu negócio funcionando.

Continua depois da publicidade



O taxímetro é uma espécie de odômetro com relógio. Ou seja, mede a quantidade quilômetros rodados e também o tempo. E é aí que entra a tal da bandeirada. A cada quilômetro ou intervalo de tempo, o taxímetro gira. E claro, o valor do serviço aumenta. Cada girada é considerada uma bandeirada. Em Itajaí, o intervalo de tempo é algo perto de quatro minutos.

E tem mais: quando você senta a buzanfa num táxi e o motorista liga o taxímetro, lá se foi a primeira bandeirada e você já começa a pagar a taxa mínima.

Continua depois da publicidade



Em geral, como é o caso da city peixeira, existem duas bandeiradas. A primeira, chamada de bandeira 1, é pra rodar na cidade no horário entre 6h da matina e 22h. A bandeira 2 é acionada depois desse horário. Isso, é claro, menos durante o período de Natal e Ano Novo, quando em Itajaí só passa a valer a bandeira 2.

 




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.236.234.223

TV DIARINHO


Dia 8 da Expedição Pedalando. Vamos acompanhar como foi a pedalada dos cinco aventureiros da região ...



Podcast

Novos tempos, novos termos

Publicado 14/05/2022 19:36



Especiais

febre entre jovens

Uso de Cigarros eletrônicos acende alerta

Revitalização

Nova orla da Brava está em fase de projeto

Praia Brava

Novo acesso, através de Cabeçudas, será urbanizado

Praia Brava

Duplicação da Osvaldo Reis deve facilitar ligação com BC

Praia Brava

Via polêmica atrás da Lagoa do Cassino está em pauta



Blogs

A bordo do esporte

Ventos ganham força e Copa Brasil de Vela de Praia chega à reta final

Blog do Ton

Sócias de Brusque inauguram franquia da Hausz na cidade

Blog Doutor Multas

Como funcionam os bônus de apostas esportivas?

Blog do JC

Ademar Henrique Borges, o Ademarzinho será o novo secretário executivo da Amfri

Blog da Ale Francoise

Enema de café e suas funções

Blog Clique Diário

Itajaí - Navio - Panorama

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW



Entrevistão

José Evaldo Koch

“O hortifruti é nosso berço”

Laerte Jacomel

"Estamos buscando o que todo mundo busca: paz de espírito”

Édison Carlos

“100 milhões de brasileiros não têm coleta de esgoto”

Walter Orthmann

"Quero ser útil enquanto eu puder”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯