Matérias | Polícia


Itajaí

Vizinho do Banco do Brasil da Penha bota ladroagem pra correr na base do berreiro

Trio conseguiu entrar na agência pelo buraco do ar-condicionado, que tava tapado com uma folha de papelão

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Uma puta negligência do pessoal do Banco do Brasil do centro de Penha, na avenida Nereu Ramos, por muito pouco não terminou em mais um furto naquela agência. Ontem pela madrugada, três homens invadiram o local e tentavam entrar pelo buraco onde deveria estar o ar-condicionado, nos fundos do prediozinho, quando foram flagrados por um vizinho. O trio fugiu sem levar nada . Apenas uma folha de papelão cobria o buraco vazio do aparelhinho de ar, que estaria em manutenção, informou a PM da Capital do Marisco. Ainda segundo a polícia Militar, desde o último arrombamento à agência, em 2 de dezembro, o buraco tá aberto, como um convite à bandidagem.


A tentativa de invasão no banco rolou por volta das 4h30. Os três homens chegaram a pé, entraram no estacionamento que fica nos fundos da agência, retiraram a proteção do aparelho de ar-condicionado ...

 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 






A tentativa de invasão no banco rolou por volta das 4h30. Os três homens chegaram a pé, entraram no estacionamento que fica nos fundos da agência, retiraram a proteção do aparelho de ar-condicionado que isolava o buraco e silivraram de uma folhinha de papelão enjambrada pelo pessoal da agência pra tapar o vão do condicionador de ar.

Quando um dos invasores já entrava no banco pela abertura, um vizinho lascou o “pega ladrão” bem alto, assustando os bandidos. Os ladrões, que agiam sem capuz, simandaram correndo. “Quando eles fugiram, o vizinho percebeu que um deles era mais baixo e tinha uma mochila nas costas”, contou uma policial militar de plantão. Depois de espantar os ladrões, o vizinho chamou a polícia.

O pessoal da PM acredita que os três caras tavam num Golf preto. Isso porque, durante o deslocamento da baratinha da polícia até o local do arrombamento, os policiais receberam a informação de que um carango com essas características rondava as imediações do banco. “Liguei para um conhecido que é vigia em uma empresa ali perto, e ele me passou que o Golf estava rondando. Provavelmente eles fugiram a pé e depois embarcaram no carro”, contou o soldado Carlos Eduardo Beduschi, que chegou a ir ao banco. Nenhum dos ladrões foi localizado.

Segurança da agência tava cheia de falhas

Pro soldado Besduschi, a folha de papelão usada pra tapar o buraco do ar-condicionado foi apenas uma das falhas gravíssimas na segurança do banco. A outra foi a demora pra empresa de vigilância contratada pelo Banco do Brasil avisar a polícia. “Só meia hora depois da ocorrência, quando nós já estávamos no local da ocorrência, o pessoal da vigilância privada do banco ligou para comunicar o caso”, criticou o policial. Nesse meio tempo, garante o soldado, o alarme da agência já havia disparado quatro vezes.

Continua depois da publicidade



O local que dá acesso ao buraco do ar-condicionado tem uma fossa séptica que, por conta do mato que tem por lá, fica escondida. “Os bandidos provavelmente já conheciam o lugar muito bem, pois até nós, policiais, tivemos dificuldade de acessar o local por causa da fossa”, comenta o soldado Beduschi.

Trio pode ser o mesmo que atacou agência há duas semanas

Continua depois da publicidade



Pra PM de Penha, a tentativa de invasão ao Banco do Brasil foi praticada pelos mesmos bandidos que invadiram a agência, estouraram o cofre com um pé-de-cabra e levaram dinheiro de lá, no dia 2 de dezembro. Na ocasião, por meio das câmeras de segurança do banco, foi possível concluir que três bandidos teriam participado da ação.

Delegado tá pensando em chamar gerente pra depor

O delegado Procópio FerreiraNeto, da depê da Penha, disse que tá pensando em chamar o pessoal que administra a agência do Banco do Brasil da Capital do Marisco pra depor. O dotô preferiu, no entanto, não comentar sobre a hipótese de negligência. “De acordo com o andamento do inquérito, será decidido o que fazer”, limitou-se a dizer.

Ninguém do banco da Penha quis se manifestar sobre o caso.

 




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.215.77.12

TV DIARINHO


Dia 8 da Expedição Pedalando. Vamos acompanhar como foi a pedalada dos cinco aventureiros da região ...



Podcast

Novos tempos, novos termos

Publicado 14/05/2022 19:36



Especiais

febre entre jovens

Uso de Cigarros eletrônicos acende alerta

Revitalização

Nova orla da Brava está em fase de projeto

Praia Brava

Novo acesso, através de Cabeçudas, será urbanizado

Praia Brava

Duplicação da Osvaldo Reis deve facilitar ligação com BC

Praia Brava

Via polêmica atrás da Lagoa do Cassino está em pauta



Blogs

A bordo do esporte

Ventos ganham força e Copa Brasil de Vela de Praia chega à reta final

Blog do Ton

Sócias de Brusque inauguram franquia da Hausz na cidade

Blog Doutor Multas

Como funcionam os bônus de apostas esportivas?

Blog do JC

Ademar Henrique Borges, o Ademarzinho será o novo secretário executivo da Amfri

Blog da Ale Francoise

Enema de café e suas funções

Blog Clique Diário

Itajaí - Navio - Panorama

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW



Entrevistão

José Evaldo Koch

“O hortifruti é nosso berço”

Laerte Jacomel

"Estamos buscando o que todo mundo busca: paz de espírito”

Édison Carlos

“100 milhões de brasileiros não têm coleta de esgoto”

Walter Orthmann

"Quero ser útil enquanto eu puder”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯