Matérias | Geral


Itajaí

Capangas ameaçam caminhoneiros grevistas

Segundo imagens gravadas pelos grevistas, o segurança seria policial civil da 1ª depê peixeira

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

O protesto dos caminhoneiros autônomos de Navega quase terminou em desgraça. Por volta das 10h de ontem, eles tentaram impedir que três brutos de carga entrassem na Portonave, mas uma escolta com seguranças armados tava acompanhando os caminhões e rolou um bate-boca. A polícia Militar apareceu e acabou com a confusão. Vídeos gravados pelos grevistas mostram que ao menos dois seguranças tavam armados. Um deles seria um policial civil de Itajaí. Os grevistas registraram um boletim de ocorrência na delegacia de Navega.


O protesto rolava normalmente quando apareceram três brutos pra descarregar contêineres da Portonave. Os motoras grevistas ficaram na frente dos caminhões e os seguranças particulares apareceram ...

 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 






O protesto rolava normalmente quando apareceram três brutos pra descarregar contêineres da Portonave. Os motoras grevistas ficaram na frente dos caminhões e os seguranças particulares apareceram. “Nós estávamos conversando com os motoristas dos caminhões pacificamente, quando apareceram os seguranças e disseram pra gente afastar do caminhão. Tomei um susto quando vi que eles estavam armados. Nós somos trabalhadores e estamos apenas reivindicando um direito nosso. Mas as transportadoras estão nos tratando como bandidos”, conta Diógenes Schnorr, 29, presidente da cooperativa de Transportadores Autônomos Rodoviários de Contêineres de Navegantes e Região (Navecoop).

Nas imagens gravadas pelos manifestantes, os três caminhões aparecem escoltados por carros, um deles o Corsa, placa MDR 0363. Enquanto os grevistas discutem com o motora do bruto, um segurança de camisa azul se aproxima com uma arma na mão e manda todos se afastarem do caminhão. Segundo os caminhoneiros, ele seria policial da 1ª depê peixeira. Ainda nas imagens, outro segurança aparece armado, de camisa vermelha e óculos preto, mas ele não saca o trabuco.

De tarde, os caminhoneiros grevistas fizeram uma queixa na depê de Navega. O delegado Ricardo Labes é o responsável pela investigação. Os três motoras dos brutos eram filiados à Navecoop, mas foram expulsos da cooperativa por descumprirem a ordem de paralisação.

Escolta pra dar segurança

A transportadora responsável pelos brutos, a Sudamericana Agência Marítima do Brasil Ltda (Saam), admitiu que contratou uma empresa de segurança. “O protesto estava interferindo no nosso trabalho, então contratamos uma empresa de segurança particular para garantir que nada aconteceria com nossos funcionários. De manhã mandamos três caminhões, e de tarde foram mais quatro”, informou José Luiz Wubster da Silva, coordenador de Transporte da Saam, que não soube dizer o nome da empresa de segurança terceirizada.

Continua depois da publicidade



Querem mais dindim

Os motoras de transporte de carga de Navega tão na bronca com as transportadoras dengo-dengo. Desde a última quarta-feira, cerca de 90 caminhoneiros estão de braços cruzados pra reivindicar mais grana no pagamento do serviço de transporte. Os grevistas pedem aumento por quilômetro rodado, que atualmente é de cerca de R$ 2. Eles prometem que só voltam a trampar depois de um acordo.

Continua depois da publicidade



Quem explica a bronca é o presidente do sindicato dos Transportadores Autônomos de Itajaí e Região, Ademir de Jesus. “Um transportador de Navegantes faz um trajeto de 27km e ganha R$ 90. Em qualquer porto do país se ganha R$ 174 pra cada 27km rodados”, calcula Ademir, que ainda informou que não houve nenhuma proposta concreta dos representantes das transportadoras.

De acordo com os grevistas, desde que a greve começou, nenhum contêiner vazio está sendo retirado da Portonave. Mesmo assim, a empresa informou que o protesto ainda não afetou o funcionamento do porto dengo-dengo, que normalmente tem um fluxo de mil brutos por dia. A assessoria de comunicação do porto dengo-dengo ainda informou que os seguranças entraram apenas no estacionamento aberto da empresa.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.236.234.223

TV DIARINHO


Dia 8 da Expedição Pedalando. Vamos acompanhar como foi a pedalada dos cinco aventureiros da região ...



Podcast

Novos tempos, novos termos

Publicado 14/05/2022 19:36



Especiais

febre entre jovens

Uso de Cigarros eletrônicos acende alerta

Revitalização

Nova orla da Brava está em fase de projeto

Praia Brava

Novo acesso, através de Cabeçudas, será urbanizado

Praia Brava

Duplicação da Osvaldo Reis deve facilitar ligação com BC

Praia Brava

Via polêmica atrás da Lagoa do Cassino está em pauta



Blogs

A bordo do esporte

Ventos ganham força e Copa Brasil de Vela de Praia chega à reta final

Blog do Ton

Sócias de Brusque inauguram franquia da Hausz na cidade

Blog Doutor Multas

Como funcionam os bônus de apostas esportivas?

Blog do JC

Ademar Henrique Borges, o Ademarzinho será o novo secretário executivo da Amfri

Blog da Ale Francoise

Enema de café e suas funções

Blog Clique Diário

Itajaí - Navio - Panorama

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW



Entrevistão

José Evaldo Koch

“O hortifruti é nosso berço”

Laerte Jacomel

"Estamos buscando o que todo mundo busca: paz de espírito”

Édison Carlos

“100 milhões de brasileiros não têm coleta de esgoto”

Walter Orthmann

"Quero ser útil enquanto eu puder”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯