Matérias | Especial


Itajaí

Quatro categorias e 88 velejadores prontos para atravessar o Atlântico

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]


Direto de Le Havre - França


Por James Dadam

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

OU

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


Por James Dadam



james@diarinho.com.br

A regata francesa Transat Jacques Vabre é uma competição que acontece a cada dois anos, sempre partindo de Le Havre para um país das Américas. A prova retrata a ligação e as relações comerciais do porto francês com os países produtores de café, recordando a primeira vez que uma carga de pouco mais de 36 quilos de grãos de café foi descarregada na cidade, em 1728.


Embora tenha sido originalmente criada em 1993 como uma regata solitária, na qual apenas um competidor viajava no barco, a partir da segunda edição, em 1995, cada embarcação passou a levar dois velejadores. Tudo isso obrigou as equipes a uma série de adaptações nos veleiros, pois a maioria foi fabricada para comportar apenas uma pessoa. Muitos deles tiveram que passar por modificações na estrutura para que um novo tripulante fizesse parte da competição.

Outra característica da Jacques Vabre é que, diferentemente da Volvo Ocean Race, não existem paradas no meio do caminho, apenas um único destino. Neste ano, a 11ª edição será comemorativa aos 20 anos da competição, e os veleiros vão aportar em Itajaí.


São 44 barcos e 88 competidores divididos em quatro categorias de barcos. A campeã em número de inscrições é a Class40, com barcos de um casco só com no máximo 40 pés ou 12,18 metros de comprimento. Esta categoria é a queridinha dos navegadores. Os barcos são menores, custam menos do que os outros e atraem velhos marinheiros experientes, mas também amadores.

É o caso do britânico Mike Gascoyne, 50 anos, que pela primeira vez participa da Jacques Vabre. O designer de carros de Fórmula 1 e diretor técnico da Caterham, antiga Lotus, é um apaixonado por aventura. Ele já escalou o Himalaia duas vezes, voou de parapente por quatro anos, e em 2012 velejou de Cascais, em Portugal, até Granada, no Caribe, quando atravessou, sozinho, 3200 milhas do oceano Atlântico em 17 dias. Isso sem contar os 25 anos de envolvimento com o campeonato de automobilismo mais famoso do mundo, a Fórmula 1.

Ele já esteve várias vezes no Brasil, principalmente para as corridas de Fórmula 1, e acredita que a atmosfera na chegada da competição em Itajaí vai ser ótima. “Eu espero me divertir muito por lá e quero beber várias caipirinhas”, brinca o capitão do veleiro Caterham Challenge, que vai dividir o espaço na embarcação com o também britânico Brian Thompson, que já participou de quatro edições da regata francesa.

Para Mike, existem muitas semelhanças entre o trabalho na Fórmula 1 e a vida de velejador. Em ambos ele mexe com máquinas de alta tecnologia, visita diferentes países em todo o mundo e precisa estar constantemente em contato com os engenheiros pra deixar as “máquinas” no ponto para as corridas. “A diferença é que na Fórmula 1 eu não dirijo o carro, e aqui estarei eu no comando. Há também a questão do tempo. Uma corrida dura duas, três horas, e a regata mais de 20 dias”, pontua.

Embora nunca tenha velejado no Brasil, ele acredita que a regata vai servir para relembrar os bons momentos que viveu com o grande amigo Ayrton Senna. “Ele era uma pessoa fantástica e, com certeza, foi o melhor piloto da história. Eu tive a oportunidade de conviver com grandes pilotos, mas sem dúvidas ele foi o melhor. Foi um grande privilégio trabalhar com ele”, afirma.


Os gurizões da regata

É nesta mesma categoria que estão os competidores mais jovens da regata. Os britânicos Ned Collier Wakefield e Sam Goodchild têm 25 e 23 anos, respectivamente, e vão para a segunda participação na Jacques Vabre. Na edição anterior, eles abandonaram a regata. Desta vez, contudo, esperam chegar até Itajaí e, de preferência, nas primeiras posições. “Estamos muito contentes de velejar até o Brasil. A competição vai ser difícil, mas estamos mais preparados e mais experientes. É claro que há a preocupação com as condições meteorológicas logo após a partida, mas vamos fazer o nosso melhor”, afirma Ned, que vai pilotar o Concise 8.

A categoria Multi50 tem seis duplas inscritas para a competição. Quase todos os velejadores são da casa: são 11 franceses e um italiano. Os barcos têm, no máximo, 50 pés de comprimento, ou 15,24m. A partida deles está marcada para terça-feira, dia cinco.

Maiores são os veleiros da classe Imoca, embarcações de apenas um casco com comprimento máximo de 60 pés (18,28m). Rápidos e sofisticados, são considerados verdadeiros laboratórios para o desenvolvimento de tecnologia na área naval. Os 10 barcos que participam da categoria estão programados para partir no domingo, juntamente, com a Class40, se o tempo permitir. A maior parte dos barcos são franceses, mas há um veleiro polonês e um italiano.


Finalmente, a última categoria é a Mod70, com apenas dois barcos na disputa. Eles são os maiores da regata e podem ter até 21,2m de comprimento. Como também são os mais rápidos, devem ser os últimos a deixar Le Havre. A princípio, a partida deles está marcada pra sexta-feira, dia oito.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






3.239.95.36

Últimas notícias

PROMOÇÃO 

Últimos dias do sorteio de prêmios do mês das mães na Viacredi

Carregador garantido

GWM oferece carregador grátis para Linha Haval H6

Retomada

Grêmio volta a jogar pela Libertadores nesta quarta

ITAPEMA

SUV clonado é apreendido com crianças pequenas na BR 101

NAS TELONAS

Harry Potter volta a ser exibido no cinema de Itajaí e BC

54 ANOS DE CARREIRA

Chitãozinho e Xororó anunciam nova turnê nacional e passam por Balneário Camboriú

SEGURANÇA 

SC ganha novos peritos criminais e médico-legais

BOMBINHAS

Mulher vira refém do namorado em pousada; pedido de ajuda foi pelo Whats

Balneário Camboriú

Comando Regional da PM tem novo comandante 

Paradesporto

Balneário Camboriú terá 74 paratletas no Parajasc



Colunistas

Direito na mão

Aposentadoria para PCD: entendendo as regras e benefícios para quem tem redução de capacidade para o trabalho

JotaCê

Peeter faz visita ao JC

Show de Bola

Começou a Segundona

Coluna Esplanada

Pouco avanço

Coluna Exitus na Política

Viver de pedras, desejar esponjas

Na Rede

Acidente com ônibus escolares, expedição de surfistas para o RS e mais: se liga nos destaques do DIARINHO na internet 

Coluna do Ton

Vibes da Turquia

Mundo Corporativo

Líderes espiritualizados em tempos difíceis ainda é possível?

Histórias que eu conto

Armação da infância 3

Coluna Fato&Comentário

Associativismo comunitário em Itajaí: o começo

Via Streaming

Tudo pelo dinheiro

Ideal Mente

O desamparo da infidelidade

Artigos

O combate ao abuso e à exploração de crianças e adolescentes é um compromisso coletivo

Jackie Rosa

Niver da Chris

Gente & Notícia

Níver da Margot

Foto do Dia

“O mar, quando quebra na praia”

Coluna Existir e Resistir

Designação geral sobre o fim do mundo



TV DIARINHO


O vídeo é impressionante, mas é falso. Não existe megaprojeto de prédio de 1200 metros de altura para ...



Podcast

Vídeo de megaprojeto de Elon Musk pra BC é falso

Publicado 28/05/2024 16:13



Especiais

DENÚNCIA

Vendedores denunciam serem forçados a vender cartão do Itaú em esquema milionário

NA ESTRADA

Pôr do sol de tirar o fôlego é atração o ano inteiro na praia de Armação

RIO GRANDE DO SUL

A história de luta de um quilombo que resiste às enchentes em Porto Alegre

DADOS INÉDITOS

Em meio ao lixo das chuvas no Rio Grande do Sul, catadores não conseguem trabalhar

NÚMEROS

No Brasil, 3 a cada 4 vivem em cidades com mais risco de desastres por chuvas



Blogs

Blog do JC

Pai Atanásio diz que governo ainda tem maioria

Blog da Jackie

Sasha Meneghel

A bordo do esporte

Mata o Velho, regata divertida de ILCA no YCSA

Blog da Ale Francoise

A pílula da felicidade

Blog do Ton

Amitti Móveis inaugura loja em Balneário Camboriú

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Marisa Zanoni Fernandes

"Balneário Camboriú não precisa de capitão, fantoches, seres iluminados, ungidos. Precisa de pessoas comprometidas com a democracia”

Vilfredo e Heloísa Schurmann

"Nós reciclamos só 6% no Brasil. Na Europa já é 50%. A própria China já está com 35% de reciclagem” (Vilfredo)

João Paulo

"Essa turma que diz defender a família ajudou a destruir a boa convivência em muitas famílias. Na defesa de um modelo único, excludente"

Entrevistão Peeter Grando

“Balneário Camboriú não precisa de ruptura, mas de uma continuidade”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação