Matérias | Esporte


Itajaí

Cadastro das torcidas organizadas vai ser mais cricri

Pelo menos no papel, só vai entrar com camisa de torcida quem tiver carteirinha

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Desde 2008, todas as torcidas organizadas dos clubes do campeonato Catarinense precisam se cadastrar no saite da federação catarina de futebol pra frequentar os estádios com suas camisas e faixas. Também são cadastrados todos os seus filiados. A medida nasceu de um termo de Ajuste de Conduta (TAC) entre o ministério Público, a FCF, a PM, a associação dos Clubes e as 10 equipes que disputaram o Catarinão daquele ano. Na próxima segunda-feira, dia 16, vai ser assinado mais um TAC sobre o assunto e a resolução, que obriga o cadastramento das organizadas, vai passar por uma nova redação.

O texto ainda tá em fase de elaboração, portanto nem MP nem a federação comentaram quais serão as mudanças, nem se elas serão reflexos da selvageria que rolou na Arena Bolshoi no domingo, no jogo ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


O texto ainda tá em fase de elaboração, portanto nem MP nem a federação comentaram quais serão as mudanças, nem se elas serão reflexos da selvageria que rolou na Arena Bolshoi no domingo, no jogo entre Vasco e Atlético-PR. Mas o DIARINHO já tá sabendo que vão ser exigidas entradas diferentes pros torcedores comuns e pras organizadas. Seus membros só vão poder entrar fardados, pelo menos no papel, se estiver em dia com a sua carteirinha. Resta saber quem será o responsável pela fiscalização. Outras mudanças devem se basear no TAC assinado em Sampa com suas organizadas. Algumas torcidas catarinas já tão sabendo das mudanças e se adequando.

Em setembro deste ano, a União Tricolor (JEC) foi proibida de frequentar os estádios por três meses, enquanto Mancha Azul e Gaviões Alvinegros, da dupla da Capital, pegaram cinco meses de gancho. Elas foram punidas por acumularem BOs de confusões.



A primeira resolução da FCF sobre o tema foi assinada pelo presidente Delfim Pádua Peixoto Filho no dia 12 de março de 2008. Ela obrigava todas as organizadas das 10 equipes a se cadastrarem e ficharam todos os seus membros, tendo que apresentar fotos, cópias autenticadas do RG e CPF, comprovante de residência e ainda preencherem uma ficha. Todos os membros ganhavam uma carteirinha. Em 2010, foi feito um recadastramento das torcidas organizadas e seus membros. Alguns torcedores de organizadas denunciam que o projeto tava abandonado. “Na época a federação cobrava 10 pilas, que era o custo das carteirinhas, mas levou a grana duma galera e não fez nada”, lascou um.

Confusão se repete

Tão longe de serem raros os episódios de brigas entre torcedores na Santa & Bela. Em vários clássicos ou jogos de alto risco há confusão e troca de socos, principalmente fora dos estádios. Até emboscadas em estradas federais e estaduais já rolaram. A última foi no início de novembro, entre torcidas do Avaí e do Figueira, no clássico da Ressacada em que o Alvinegro meteu quatro bagas, em partida pela série B do Brasileirão.


Porém, grandes tragédias e casos mais cabreiros são bem raros em comparação com estados como Rio e Sampa. Em 2011, JEC e Avaí se enfrentaram na Arena e os torcedores se enfrentaram nas arquibancadas. Dez pessoas ficaram feridas e um policial sofreu traumatismo craniano.

Em 2008, rolou um dos casos de maior repercussão. Seu Ivo assistia a partida do Tigre, quando voou uma bomba do Avaí e caiu do seu lado. No susto, Ivo pegou a bomba pra jogar pra longe, mas não deu tempo. Ela estourou e arregaçou a sua mão. Ele foi atendido pelos vermelhinhos ainda na arquibancada.

Apesar de terem a torcida União Tricolor, considerada uma das mais encrenqueiras, as bailarinas são as que mais sofreram. Em 2005, num jogo contra o Cílio, no Gigantão das Avenidas, rolou uma briga depois da partida do lado de fora do estádio, e o torcedor Rafael César Bueno tomou um tiro no olho direito. Chegou a ficar em coma, mas sobreviveu, perdendo a vista naquele lado. Um dimenor assumiu a autoria. Um ano depois, Júlio César Ganzer da Cruz voltava de busão de uma partida contra o Avaí quando, já na BR-101, tomou uma pedrada na cabeça. Júlio morreu.

Listinha exigida

• Certificado de registro do Cartório de Registro Civil de Pessoas Jurídicas;


• Certidão da Receita Federal – CNPJ;

Cópia autenticada do Estatuto

Pagamento de taxa de 100 pilas;

Relação dos associados;


* Resolução de diretoria Nº 15/2008 (FCF)

Documentos dos participantes

• Fotos (duas 3x4cm e uma 5x10cm)

• Cópia autenticada do RG

• Cópia autenticada do CPF

• Comprovante de residência


Autorização pra jovens entre 16 e 18 anos

• Menores de 16 anos são proibidos




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






3.236.225.157

TV DIARINHO


O domingo chuvoso e de frio não tirou a disposição dos pescadores que participaram do 4º Arrancadão ...



Podcast

Inflação e alta na taxa de juros

Publicado 06/08/2022 14:47



Especiais

Saúde

Salsicha, hambúrguer e nugget: pesquisa identifica agrotóxicos em alimentos

famoso

Garçom há 30 anos, Claudinho ama BC

Diversidade religiosa

Mestre Marne quebrou tabus para defender a fé nos orixás

conexão

Networker aproxima Balneário Camboriú das celebridades

Sem medo do trabalho

Dona Terezinha toca uma confecção aos 84 anos



Blogs

A bordo do esporte

Seleção Brasileira de Vela inicia treinos para SSL na Suíça

Blog do JC

Isaque Borba

Blog Doutor Multas

Desentupidora de pia em Moema: chegada rápida, orçamento sem compromisso e garantia no desentupimento

Blog do Ton

O Segredo dos Tubarões

Blog da Ale Francoise

Inclua inhame no seu dia!

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW



Entrevistão

Gabriela Kelm do Nascimento

“A maioria entende que o calçadão da Hercílio Luz deve permanecer porque foi um ganho para a cidade ”

Normélio Weber

"O Hermeto Pascoal vai estar ali. O Toquinho vai estar aqui. O Brasileirão, de Curitiba... Vai estar Chico César...”

Cláudio Werner

“O nosso clube é um formador de atleta olímpico”

Willian Cardoso, o Panda

"Saquarema provavelmente vai ser meu último mundial, aí eu vou estar focado no brasileiro”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação