Matérias | Especial


Itajaí

Isso é porque você não conhece o tamanho do coração itajaiense!

Peixeiros dão exemplo de solidariedade e cidadania levando conforto e alegria aos menos afortunados no dia de Natal

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

O espírito natalino nem sempre é fácil de definir. Pode ser aquela vontade que dá todo final de ano de reunir a família dispersa para trocar abraços apertados e presentes ansiosamente aguardados. Pode ser uma certa sensação de alívio de dever cumprido, depois que a criançada terminou os estudos, na expectativa de mais uma etapa de vida no ano que vem aí. Mas, para pessoas muito especiais, o Natal tem sabor de solidariedade, de vontade de dividir o pouco que se tem com quem nada tem, de fazer com que esta época traga alegria a quem está em dificuldade. Conheça, a seguir, os verdadeiros Papais e Mamães Noel de Itajaí.

Jeferson Machado

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


Jeferson Machado



Em 2002, o gerente de distribuição, Jeferson Machado, 34 anos, teve uma ideia pra levantar um troco e melhorar o caixa da família nas festas de fim de ano: ser Papai Noel particular. Pra isso, colocou um anúncio no jornal e ficou à espera dos clientes. Daí, um cara ligou dizendo que tinha três filhos com três mulheres diferentes, e perguntou a Jéferson se ele poderia entregar brinquedos para os seus filhos em troca de usar a sua caminhonete de som.

“Os R$ 150 que eu ganhei como Papai Noel gastei em balas pra dar às crianças nos bairros de invasão, como a Vila da Miséria e o Promorar. Desde então, toda véspera de Natal, reúno uma grana com amigos e empresários pra comprar brinquedos e fico das 8h às 23 entregando presente”, recorda o Papai Noel peixeiro. Ele conta que reserva metade do 13º salário pra comprar brinquedos para a criançada, inclusive em 2008, quando perdeu todos os móveis na enchente. “Quase apanhei da minha mulher!”, brinca.


Célia Pedro

No Asilo Dom Bosco, na divisa do bairro São Judas com o São João, a rotina dos 67 idosos não muda muito: tem hora pra acordar, pra tomar remédio, fazer as refeições, socializar, tomar banho, rezar, assistir novela, dormir. Visitas de parentes acontecem, mas são raras, por isso que projetos como o “Coral das Senhorinhas e Senhorzinhos” da fadista Célia Pedro ganham em dimensão simbólica. Ela oferece aos idosos a chance de se sentirem na sociedade novamente, entoando músicas de décadas passadas, se apresentando em associações e outras entidades, além de promover uma festinha no dia de Natal.

“Eu faço tudo ao contrário: não ensaio, não exijo perfeição, somos nós que nos adequamos à realidade deles, que embarcamos na sua viagem. Se algum se esquece da letra ou o pianista não conhece a música, damos um jeito e o coral dos desafinados sai lindo, lindo!”, se emociona.

E não é pra menos. Há quatro anos, ao levar o pai para visitar um amigo no asilo, a ex-funcionária dos Correios sentiu um nó na garganta e, de lá pra cá, não passa uma semana sem que faça uma visita, leve alguns pra passear ou tomar um lanche.

“Conversando com os velhinhos, que não querem mais deixar a gente ir embora, eu percebi a solidão imensa que eles sentem, a falta de afeto e de atenção. Por isso faço questão de fazer a confraternização no dia de Natal mesmo, quando ficam aqueles que a família não foi visitar nem levou pra passar o Natal em casa, e não são poucos, são a maioria”, denuncia.


Anjos Noel

Em 2010, o estudante de Direito Thiago de Paula, 30 anos, soube que a carateca Eloiza Leu, filha da colega de trampo Joana, então na Fundação Municipal de Esportes, estava precisando de grana pra pagar a passagem e disputar uma competição em Sampa. Como ela não teve sucesso com o empresariado, Thiago se encarregou de custear metade da passagem e percebeu como era boa aquela sensação de fazer algo por alguém, sem esperar nada em troca. E soube através de Eloiza que sua mãe também gostava de fazer trabalho beneficente. “Foi aí que unimos esforços e bolamos o projeto ‘Anjos Noel’, que promove de dois a três eventos por ano pra angariar fundos e brinquedos para doar às crianças no Natal”, revela.

Os eventos são shows de rock com bandas locais como a Ninguém Sabe, Universus e Ou3tórya no Big Pub, point do rock no bairro São Vicente. “Fazemos como os Correios, que recebem as cartinhas das crianças com os desejos de Natal e procuram padrinhos para custear seus sonhos. No nosso caso, cada entidade tem uma caixa. Recolhemos os pedidos e fazemos uma campanha por padrinhos, inclusive nas redes sociais. Depois, os brinquedos são distribuídos no Padre Jacó, Proarte e creches do Cidade Nova e Imaruí”, conta.


Solidariedade Natalina

Acontadora Juliete Ariane Teixeira, 25 anos, achou que o Natal tinha perdido todo o encanto depois que seu padrinho faleceu, alguns anos atrás. “Sei lá, não era mais a mesma coisa o Natal sem ele. Ficou um vazio tão grande que eu não sabia como preencher”, confessa. Até que ela teve a iniciativa, há três anos, de levar um pouco de alegria às crianças pobres, inspirada pelo projeto Anjos Noel.

Então, toda véspera de Natal, Ariane, o namorado e a colega Ana Clara de Souza cumprem um ritual: encher o carro de brinquedos pra seguir rumo à periferia. “Chegamos de surpresa. Eles ficam muito felizes, mas quem sai ganhando mesmo somos nós. O sorriso deles, o abraço apertado é impagável”, se emociona.

De lá pra cá, quando chega dezembro, Juliete e seus amigos lançam a campanha “Solidariedade Natalina”, convocando a galera pra doar brinquedos. Já chegaram a arrecadar 800, entre bonecas, carrinhos, bolas, bichos de pelúcia e jogos. Os bairros contemplados são Vila da Miséria, Caixa D’Água, N.S. das Graças, aqueles carentes de tudo, menos de espírito solidário.





Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






3.238.235.248

Últimas notícias

BALNEÁRIO

Andarilho sobe em passarela da BR 101 e leva choque em fiação

Navegantes

Ministro vem nesta quinta inaugurar o viaduto da BR 101 e 470

Carreira pública

Correios vai ter fazer um concurso público após 13 anos

SANTA CATARINA

Fiesc cobra túneis no Morro dos Cavalos e ação de concessionária contra caos nas rodovias  

PROMOÇÃO

Nova campanha do Bistek vai premiar clientes com panelas francesas

Ele voltou!

Romário vai disputar a segundona carioca com o filho

ITAJAÍ

Traficantes do Santa Regina, Cordeiros, Cidade Nova e Ressacada são alvo de operação da polícia; veja o vídeo 

PORTO BELO

Mulher morre em acidente de carro e moto

MERCADO NÁUTICO

Itajaí terá 10 dias de feirão de lanchas e iates

CONTORNO VIÁRIO

Justiça não libera “pedágio free” enquanto obras da BR 101 não estiverem concluídas



Colunistas

JotaCê

Traição e apoio à oposição

Coluna Esplanada

Ombro amigo

Ideal Mente

E quem cuida de quem cuida?

Direito na mão

Trabalho sem carteira assinada conta para aposentadoria?

Show de Bola

Empréstimos feitos

Via Streaming

Visões de uma guerra de interesses

Na Rede

Agroboy mais gato dos EUA, última casinha de BC e romance no ar: confira os destaques das redes do DIARINHO

Histórias que eu conto

Armação da infância I

Coluna do Ton

Parabéns Ale

Mundo Corporativo

Dicas para líderes desorientados e equipes perdidas

Gente & Notícia

Neia capitaneou noite só para elas

Foto do Dia

Pintura ensolarada

Coluna Exitus na Política

Janelas fechadas

Jackie Rosa

Simplesmente Gisele

Coluna Fato&Comentário

Coleção bicentenário: a construção da Matriz

Coluna Existir e Resistir

Bloquinho do Sebastião Lucas resgatando e revivendo os saudosos carnavais

Empreender

Balneário Camboriú atrai cada vez mais clientes do eixo sudeste

Artigos

Aniversário da praça dos Correios



TV DIARINHO


Porto de Itajaí recebe novos equipamentos para operação de contêineres, mas segue sem autorização de ...





Especiais

NA ESTRADA COM O DIARINHO

6 lugares imperdíveis para comprinhas, comida boa e diversão em Miami

Elcio Kuhnen

"Camboriú vive uma nova realidade"

140 anos

Cinco curiosidades sobre Camboriú

CAMBORIÚ

R$ 300 milhões vão garantir a criação de sistema de esgoto inédito 

Legado de amor

Dona Maricotinha, aos 95 anos, tem a vida pautada pela família, religião e dedicação ao próximo



Blogs

Blog do JC

Vereador Fábio Negão siscapa da cassação

A bordo do esporte

Melhores do Ano de VA'A premiam atletas do YCB

Blog da Jackie

Catarinense na capa da Vogue

Blog da Ale Francoise

Lanchinho do bem!

Blog do Ton

Amitti Móveis inaugura loja em Balneário Camboriú

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Entrevistão Ana Paula Lima

"O presidente Lula vem quando atracar o primeiro navio no porto”

Carlos Chiodini

"Independentemente de governo, de ideologia política, nós temos que colocar o porto para funcionar”

Osmar Teixeira

"A gestão está paralisada. O cenário de Itajaí é grave. Desde a paralisação do Porto até a folha sulfite que falta na unidade de ensino”

Omar Tomalih

“Balneário Camboriú hoje é o município que está com o maior controle, com o menor número de notificações de casos de dengue”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação