Colunas


Coluna Exitus na Política

Por Sérgio Saturnino Januário - pesquisa@exituscp.com.br

A estupidez e o juiz do mundo


Tapar o olho para ver apenas o que é desejado tem tomado a vida das pessoas. As redes sociais fornecem terreno para isso. Este processo invoca a forma segundo a qual já não é possível colocar os fatos diante das mãos e dos olhos, mas as mãos e os olhos como fatos construtores de verdades e provas para acusações e juízos de toda origem possível.

 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 





O Raciocínio é uma forma de entender o que acontece ao nosso redor, lastreado pela reflexão das coisas sobre nós e pela compreensão de um mundo no qual somos apenas uma pequena fagulha quase incapaz de causar incêndios. Somos muito menos, quase-nada de Nero. Mas quando a forma de viver é colocar a acusação, a responsabilidade e a culpa em terceiros, sempre se dispondo a ser juiz do mundo, salvando-se da punição por ser, autoproclamado, acusador, aí a “delinquência psicológica” aparece como fraqueza e patologia.

Bem mais fácil apontar para os outros para salvar a própria pele e a própria imagem que deseja se colocar para “o juízo final” de terceiros. Quem se imagina sempre certo, por certo, estará errado! Parece que o mundo errado [o dos outros] está cheio de “infiltrados”. Os “puros” sentem seu “alojamento” e sua autopercepção de brilho e caráter elevado ameaçados, e isso vale a guerra. O confronto e o conflito formam a contraguerra diante da possibilidade de se autodescobrirem. A torcida vibra e a psicologia tem câimbras e a estupidez chove como chuva.

Estamos perdendo a capacidade de entender as coisas, de refletir sobre os fatos, de compreender os fenômenos! Em troca tentamos ser juízes de mãos que carregam veneno doloroso. A patologia está sempre em extremismos, em amar e odiar circunstâncias muito semelhantes em momentos de desejos e revoltas. Estamos formados e deformados em uma sociedade de idiotas [aquele que acredita que conhece tudo, até mesmo o desconhecido]. Estes são capazes de perguntar a motivação e a intenção de qualquer pessoa e de responder imediatamente. São donos do destino dos outros. São deuses fraudulentos de si mesmos.

Nos últimos 50 anos nunca estivemos tão frontalmente contaminados pelos que acreditam poder responder a qualquer pergunta de forma definitiva. Os donos do mundo são tolos ou mentalmente degenerados. São cansativos e pouco suportáveis. A alegoria da guerra, do conflito e do confronto é o compasso da respiração matinal. “Danem-se os fatos! Eu preciso ter razão em ser perfeito”. Tal “pureza” de vida lhe autoconcede a tuba da acusação dissonante e fora do compasso. Como ato de “modéstia”, após todas as pontas de dedos endereçadas, poderão se dizer, sem acreditar, que nada sabem, e que tudo é somente uma opinião.

O fato é que sua existência não pode garantir a liberdade de ter uma opinião para dizer aos outros. Sozinho, em seu quarto escuro e pensando em se defender acusando, a opinião é mais um disfarce, uma manipulação contínua de sua própria vida. Opinião precisa ter argumentos e lambidas de impessoalidade, um registro fora do organismo e do pensamento falante.

A liberdade de opinião não pode ser uma condição para se falar ou acusar qualquer pessoa. Ter opinião exige, do opinador, a responsabilidade sobre o que está falando. A opinião como se fosse um atributo de liberdade incondicional de se poder dizer qualquer coisa, só servirá para aqueles que não podem viver em sociedade. A liberdade e a democracia não toleram a intolerância. É preciso ter alma leve para se amar alguém e para se ter opinião! Tolerar já é um exercício de compaixão! Os idiotas precisam se proteger de si mesmos!


Comentários:

Deixe um comentário:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.

Leia mais

Coluna Exitus na Política

Demência, poder e senso de futuro

Coluna Exitus na Política

Planejamento e pesquisas

Coluna Exitus na Política

Política, eleição e curiosos

Coluna Exitus na Política

De mulheres e de homens

Coluna Exitus na Política

Política, eleição e autoimagem

Coluna Exitus na Política

São João da véspera

Coluna Exitus na Política

Autoconfiança, prepotência

Coluna Exitus na Política

Chiclete mascado embaixo do banco

Coluna Exitus na Política

Queimação no estômago

Coluna Exitus na Política

O dono da política

Coluna Exitus na Política

Alucinação política

Coluna Exitus na Política

A política, o pênalti

Coluna Exitus na Política

Legitimidade em transe

Coluna Exitus na Política

A liberdade do tempo

Coluna Exitus na Política

Futebol sem bola e sem goleiro

Coluna Exitus na Política

Lágrimas retidas

Coluna Exitus na Política

O divã para voar

Coluna Exitus na Política

A escravidão do pensamento

Coluna Exitus na Política

Imutável res-sentimento

Coluna Exitus na Política

Heróis, tolos e votos



Blogs

Blog do JC

Pesca bombando

Blog do Ton

Amanda Picolloto inaugura estúdio de micropigmentação labial em Balneário Camboriú

A bordo do esporte

Barco Show eventos desembarca em Aracaju (SE) neste fim de semana

Blog da Jackie

Ah, que lindos!!

Blog da Ale Francoise

Conhecem a Técnica de ILIB?

Blog Doutor Multas

Exame para renovar CNH

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Adriana Spengler

"A advocacia criminal é um reduto masculino, historicamente falando. Estamos caminhando para a igualdade”

Margareth da Silva Hernandes

"Todo cidadão LGBTQIA+ que se sentir lesado em algum direito pode contatar a comissão da Diversidade da OAB”

Maurício Simas, Escova

"Balneário Camboriú estar poluída é culpa da Emasa. Eles têm a obrigação de tratar”

Volnei Morastoni

“Não sei quem inventou que eu tava com câncer. Eu tive um problema de estafa física e mental”

TV DIARINHO

Confira as principais notícias desta terça-feira: - Estacionamento rotativo de Itajaí vai custar R$ ...




Especiais

Vida que segue

Vizinhos da Terra Yanomami já discutem vida pós-garimpo ilegal

Saúde

Terapias integrativas ganham espaço no tratamento de pets

CONFIRA

Pets disponíveis para adoção

PROJETO PET FRIEND

Tampinhas de garrafa PET vão ajudar à causa animal em BC

AMOR INCONDICIONAL

Há 17 anos, Pituxa é um dos pilares do casal Wagner e Luci



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação