Colunas


Coluna Exitus na Política

Por Sérgio Saturnino Januário - pesquisa@exituscp.com.br

Um e noventa e nove


Os comportamentos humanos são preparados durante o processo de socialização. Comportamentos sociais, princípios morais, preferências pessoais entre todas as opções de escolhas que se nos colocam no dia a dia são como um “cardápio” para as andanças de cada indivíduo. Este “cardápio”, ao mesmo tempo, cria condições de uniformidade, de pertencimento, de limites, do bom e do ruim, de correto e do errado, do bem e do mal. Exatamente: você não é detentor de liberdade absoluta quando vive em sociedade. Suas escolhas estavam dimensionadas, você não faz o que “quer”. Sua liberdade é social.

 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 





Lembremos que a vida em sociedade existia antes de nossa existência, e continuará depois de nossa saída do círculo do tempo. Na constituição mais íntima, cada um é importante para si porque é a si que se sente [Fernando Pessoa]. Você é um comensal social, faminto por um mundo já desenhado em “menus”. A vida é como se fosse um “Prato Feito”! Precisamos degustá-la, apreciá-la, saboreá-la!

Como somos “intensamente sugestionados” a sentir os sabores pelos paladares existentes como “agradáveis” e “adequados”, estamos dispostos [como indivíduos] e disponibilizados [como seres sociais] a viver regras sociais da vida. E os impulsos de vantagem e de vingança correm nas veias e artérias como fluxo de vitalidade e motivação imperiosa.

As vantagens são memórias genéticas de sobrevivência, luta e liderança na espécie. Os valores de 1,99, por exemplo, constituem campo interessante para autocompreensão. Primeiro porque lemos e escrevemos da esquerda para a direita, exatamente porque o cérebro “percebe” o mundo por esta orientação. Fazer as coisas começando do lado esquerdo e indo ao direito é um condicionamento de espécie. Tente imaginar quantas coisas você assim o faz, e como é mais “fácil” fazer uma linha, ou a posição das coisas na casa...

Como lemos a unidade 1,99, prevalecerá, em nosso cérebro, a informação “1”, ainda que você despreze o centavo na hora da compra. O importante é o sentimento de vantagem. Você já não compreende [embora pense] o fato de fundamento do ato, mas tem o sentimento de vantagens. Na competitividade entre os membros da mesma espécie, você degusta a sensação de estar “à frente”, entre os selecionados. Você se autorrecompensa. Viva, Vitória!

Nas eleições os processos de vantagens se dão por competitividade acirrada, por “ancoragem” [quando dois produtos colocados lado a lado, um com valor alto e outro “em promoção” de tempo determinado. As eleições são formadas por estes compostos. É preciso “criminalizar um deles para formar a ideia [muitas vezes enganosa] de que um deles pode lhe dar a sensação de vantagem, autorrecompensa, ganho, vitória.

Votamos, em 2018, por sentimentos de revolta e vingança. A população, com as emoções de ter sido traída em governo anterior, apertou as teclas da ira revoltosa. Não foi uma escolha sobre o futuro, mas relativa ao passado. A Democracia tem dessas coisas. A ira, a raiva foi muito mal conduzida e o argonauta do mal-estar não conseguiu eliminar os construtos causais da revolta. Ao invés disso, produziu mais campos de guerra, de combate. O alvo foi o próprio umbigo. A corrupção de antes, como fantasma, ronda as noites mal dormidas da política!

É necessário políticos com autonomia [o que requer experiência] para o passo adiante! A revolta pode conduzir os primeiros atos de insatisfação, mas não é boa condutora de soluções!


Comentários:

Deixe um comentário:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.

Leia mais

Coluna Exitus na Política

Futebol sem bola e sem goleiro

Coluna Exitus na Política

Lágrimas retidas

Coluna Exitus na Política

O divã para voar

Coluna Exitus na Política

A escravidão do pensamento

Coluna Exitus na Política

Imutável res-sentimento

Coluna Exitus na Política

Heróis, tolos e votos

Coluna Exitus na Política

Chagas do voto

Coluna Exitus na Política

A política de “Ícaro”

Coluna Exitus na Política

A cara no espelho

Coluna Exitus na Política

A órbita eleitoral

Coluna Exitus na Política

O gênero da política

Coluna Exitus na Política

O medo e a vulgaridade

Coluna Exitus na Política

Um lugar desconhecido

Coluna Exitus na Política

Uma torneira na cabeceira da cama

Coluna Exitus na Política

O poder sem face

Coluna Exitus na Política

O lixo

Coluna Exitus na Política

Agora, o eleitor

Coluna Exitus na Política

A cenoura que não se come

Coluna Exitus na Política

Feito de ossos

Coluna Exitus na Política

Política e totens



Blogs

A bordo do esporte

Volta ao Mundo Globe40 parte para a Argentina

Blog do JC

Tem que benzer...

Blog Doutor Multas

Fumar e dirigir dá multa?

Blog do Ton

Festa The Box comemora 5 anos neste fim de semana em Balneário Camboriú

Blog da Ale Francoise

Os poderes da Spirulina!

Blog da Jackie

Spring Party

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Marcelo Sodré

"A hora que entrar o contrato de arrendamento essa agonia se dissipa. As empresas vêm pra fazer o porto continuar crescendo”

James Winter

“Só vai haver desemprego e demissão em massa se não tiver carga aqui no Porto de Itajaí”

Décio Lima

"Hoje, de R$ 97 bilhões que são arrecadados pelo governo federal em Santa Catarina, apenas R$ 7 bilhões voltam”

Thiago Morastoni

"Nós tivemos 21 candidatos em Itajaí. Eu fui o que chegou mais perto, faltando 3 mil votos. Todos os outros faltaram acima de 20 mil votos”

TV DIARINHO

Confira as principais notícias de hoje do DIARINHO: - Porto Belo inaugura primeiro Starbucks drive ...




Especiais

OLHO NA DOSE

Pesquisa de preço mostra onde bebidas quentes são mais baratas

Na Estrada com o DIARINHO

Maravilhas naturais fazem de Bombinhas o Caribe catarinense

Itajaí

Do imóvel popular ao de altíssimo padrão são as apostas da Lotisa

Alto padrão

Procave agrega valor e exclusividade

Itajaí

Mercado da Brava continua em crescimento



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação