Colunas


Coluna Exitus na Política

Por Sérgio Saturnino Januário - pesquisa@exituscp.com.br

Portas fechadas, às escuras


Nem faz tanto tempo assim! Ali atrás, em 2015! A marca do tempo foi o processo de impedimento da então Presidente Dilma Rousseff. Surgiram movimentos contra a política tradicional e contra os políticos de sempre, que sempre fizeram as mesmas costuras e bordavam as mesmas vantagens. “Contra tudo e contra todos”, na contraluz dos palcos, aparecem a arte dos políticos outsiders, aqueles personagens “estranhos” à política. A Festa da Tradição parecia acabar!

 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 





Sem as poderosas gravatas e com roupagem do mundo empresarial, apontavam para a experiência no mercado e as virtudes do sistema privado para apontar caminhos diferentes no traquejo político. Explosões populares refaziam a eterna ressurreição de esperanças contra a continuidade da política sempre.

Não tardou para que os gritos nas ruas, as faixas de declaração de heróis e heroísmos, a “limpeza” da política com prisões de corruptos, tudo se esfacelasse.  De novo, a esperança de um outro Brasil ficaria no “vazio do vácuo”. Tudo virou briga de moleques assistida por adolescentes, atualizada nas ameaças genéricas e na briga de final de aula [“te pego na rua”].

Por agora o processo de definição de pré-candidatos ou as nossas Primárias de Cúpula Partidária causam o revés aos “estranhos” à política tradicional. Formação de candidatos pela reinvenção da roda com os nomes mais tradicionais e arranhados na política e no convívio político: para a atenção da plateia todo o ódio se revigora em amor. Os outsiders, depois de muitas trapalhadas, tropeços e falta de experiência no processo de soluções políticas, perderam os rumos e os fluxos, e ficaram no caminho às pretensões de mudanças. A corrupção ganhou novos rostos, o sistema político se mantém firme e forte [Centrão & Cia], e os novos candidatos à Presidência [Terceira Via, Centro Democrático] não conseguem abrir as janelas dos alojados no poder.

Parlamentares e governantes, outrora renovação, foram pegos em seus absurdos: mulheres da Ucrânia, defesa do nazismo, notícias intencionalmente falsas para abrilhantar a conversa como metamorfose de liberdade, a Gripezinha e o Jacaré, as urnas eletrônicas e desafio às decisões de Suprema Corte, o cartão corporativo e o frango de rua. Do outro lado da esquina, julgamentos evaporam pela mudança de endereços de processos e tudo recomeça do nada, a despeito dos acordos de leniência e a devolução de dinheiro de muitas notas.

A política continua em níveis da linha do fundo do poço: feita em casulos, com uso de religião e apetites insaciáveis pelos recursos públicos, deixa escapar penas por janelas indiscretas e documentos por buracos secretos. A política feita nos escombros da esperança, tantas vezes sitiada, apela ao desejo do sigilo e vedação do banheiro por 100 anos e se atormenta com zumbis que ressurgem dos esgotos do passado recente.

No enfrentamento do roto com o farrapo, as energias dos soldados que se estapeiam são deslocadas para a derrota e humilhação do adversário. Como numa guerra, o sentimento é de guerra: suspensa no ar qualquer moralidade e deslocada para as covas qualquer ética, o bombardeio de quarteirões de esperanças produz revoltas e revoltosos. Não há um país para o amanhã; há uma briga e um tapa para hoje!

Havia festa! Mas quando a personagem ‘Programas de Governo’ para o País e seu Futuro apareceu, as portas se fecharam, as janelas foram cerradas por cortinas pesadas. Dentro dos casulos os viventes bebiam vinhos caros, comiam camarões e riam diante de comediantes. Para não atender o ‘Programas de Governo’, de repente apagaram as luzes: fez-se silêncio!


Comentários:

Deixe um comentário:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.

Leia mais

Coluna Exitus na Política

O gênero da política

Coluna Exitus na Política

O medo e a vulgaridade

Coluna Exitus na Política

Um lugar desconhecido

Coluna Exitus na Política

Uma torneira na cabeceira da cama

Coluna Exitus na Política

O poder sem face

Coluna Exitus na Política

O lixo

Coluna Exitus na Política

Agora, o eleitor

Coluna Exitus na Política

A cenoura que não se come

Coluna Exitus na Política

Feito de ossos

Coluna Exitus na Política

Política e totens

Coluna Exitus na Política

Gestão auditável

Coluna Exitus na Política

Magia e farsa

Coluna Exitus na Política

Um e noventa e nove

Coluna Exitus na Política

Divisão do trabalho político

Coluna Exitus na Política

Segundo turno agora

Coluna Exitus na Política

Verdes e cinzas

Coluna Exitus na Política

A liberdade sob tortura

Coluna Exitus na Política

A liberdade do astronauta

Coluna Exitus na Política

Coice e passo adiante

Coluna Exitus na Política

Voto e consequência



Blogs

A bordo do esporte

ABDA é bicampeã do Brasileiro Sub-20 masculino de polo aquático

Blog do JC

Velho massifica na cachola de comissionados

Blog do Ton

Zezé Di Camargo & Luciano aterrissam em outubro no Expocentro BC

Blog Doutor Multas

5 golpes comuns que você deve ficar atento ao comprar um carro

Blog da Jackie

Spring Party

Blog da Ale Francoise

Tá com tosse aí?

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Décio Nery de Lima

"Vou retomar os investimentos que o Bolsonaro negou para Santa Catarina”

Jorginho Mello

"O candidato do presidente Bolsonaro é o Jorginho Mello”

Odair Tramontin

“O Partido Novo defende a privatização de tudo que for possível”

Jorge Bornhausen

“As urnas são absolutamente seguras. Até hoje ninguém descobriu fraude. É história de quem está pensando que pode perder”

TV DIARINHO

Entrevistão com Décio Lima - Candidato à Governador de Santa Catarina pelo PT




Especiais

Pesquisa DIARINHO

Preço da carne pode variar até 145%

Cidade histórica

São Chico tem o charme de 518 anos

Preços baixos

Atacarejos se multiplicam em Itajaí e disputam consumidor mais exigente

SE LIGA!

DIARINHO lança espaço de economia popular para ajudar você nas compras

Balneário Camboriú

Construtora e morador disputam área histórica aos pés da roda-gigante



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação