Matérias | Geral


Após quebra-pau

Vereadores liberam a votação de novo Plano Diretor de BC em ano eleitoral

A nova lei do Plano Diretor só poderá ser aprovada após as eleições municipais de outubro

Franciele Marcon [fran@diarinho.com.br]

Prefeito Fabrício Oliveira teve vitória na Câmara de Vereadores (Foto: Divulgação)
Prefeito Fabrício Oliveira teve vitória na Câmara de Vereadores (Foto: Divulgação)
miniatura galeria
miniatura galeria



Teve muita polêmica, encerramento da sessão da Câmara de Vereadores de BC por “baderna” na noite de terça-feira e até queixas na polícia, mas o projeto de lei nº 65/2024, que revoga a lei municipal que impedia a aprovação de um novo Plano Diretor de Balneário Camboriú em ano eleitoral, foi aprovado pela maioria dos vereadores na tarde desta quarta-feira.


Com a votação, o projeto poderá seguir tramitando no parlamento, passando inclusive pelas comissões internas. No entanto, a votação só poderá acontecer após a eleição municipal de outubro ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

OU

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


Com a votação, o projeto poderá seguir tramitando no parlamento, passando inclusive pelas comissões internas. No entanto, a votação só poderá acontecer após a eleição municipal de outubro. A Câmara estava lotada novamente, mas desta vez o presidente não precisou encerrar a sessão por “baderna”.



Votaram pela revogação do impedimento: Asinil Medeiros (PL), Elizeu Pereira (MDB), Marcos Kurtz (Podemos), Omar Tomalih (UB), Victor Forte (PL), Anderson Santos (PL), Arlindo Cruz (PL), Gelson Rodrigues (Cidadania), Kaká Fernandes (PL), Marcelo Achutti (MDB) e Nilson Probst (MDB).

Votaram contra a revogação os vereadores Alessandro Teco (DC), André Meirinho (PP), Juliana Pavan (PSD), Lucas Gotardo (Novo), Cristiano dos Santos (PSD), Eduardo Zanatta (PT) e Patrick Machado (PDT).


A emenda 1 foi aprovada e rejeitada pelos mesmos vereadores. Ela determina que a votação do Plano Diretor só poderá ocorrer após 7 de outubro de 2024. Ao enviar o projeto para a Câmara, o prefeito Fabrício Oliveira (PL) justificou que o Ministério Público tem cobrado agilidade na aprovação do Plano Diretor de BC que, após quase oito anos de discussão, ainda está sendo debatido.

Suspensão após “baderna”


Na noite de terça, a sessão foi encerrada durante a fala da vereadora Juliana Pavan (PSD), após já ter sido interrompida duas vezes por manifestações que prejudicaram o andamento da reunião. A primeira parada foi durante fala do vereador Marcelo Achutti (MDB). Depois, a interrupção foi quando Gelson Rodrigues discursava.

“Em todas as interrupções, solicitei a compreensão dos presentes para garantir a ordem e o decoro, permitindo assim o andamento pacífico dos trabalhos legislativos. Após um intervalo reforcei que, caso houvesse novas interrupções por parte dos presentes, seria necessário suspender a sessão”, argumentou o presidente da Câmara, David La Barrica.

 

Três vereadores foram à delegacia

Os vereadores David La Barrica, Juliana Pavan e Nilson Probst registraram boletins de ocorrência no final da noite de terça. O presidente do Legislativo fez BO contra a vereadora Juliana Pavan por injúria. Ele decidiu suspender a sessão por conta de manifestações em plenário que comprometeram o andamento dos trabalhos. A suspensão foi durante a fala de Juliana Pavan na tribuna livre, após ela chamar de “mentiroso” o vereador Gelson Rodrigues, líder do governo.


A manifestação provocou gritaria na plateia. Em seguida, La Barrica anunciou a suspensão da sessão e cortou o microfone da vereadora, informando a retomada dos trabalhos nesta quarta-feira, às 16h. “O regimento interno da Câmara de Vereadores exige que eu, como presidente, suspenda a sessão em caso de baderna, e assim estava”, explicou depois em vídeo.

Após a suspensão o clima esquentou ainda mais no plenário e La Barrica foi xingado de “covarde” e “vagabundo” pelo público. Juliana Pavan foi à Delegacia da Mulher registrar BO e pedir medida protetiva contra o presidente do Legislativo. Ela avalia que sofreu violência política. “Sou a única mulher da atual legislatura. Fui impedida de me expressar em uma sessão tão importante para a sociedade, enquanto todos os meus colegas tiveram a oportunidade de falar. Meu microfone foi cortado e a sessão abruptamente encerrada. Essa atitude autoritária demonstra desrespeito não apenas a mim, mas a todos os cidadãos que represento”, comentou.

 

Probst faz BO de ameaça; Castanheira diz que não ameaçou ninguém

Nilson Probst e Gabriel Castanheira se estranharam novamente

Nilson Probst e Gabriel Castanheira se estranharam novamente


 

O vereador Nilson registrou BO contra o secretário municipal de Segurança, Antônio Gabriel Castanheira. Na denúncia, o parlamentar afirma ter sido ameaçado durante a sessão. Ele relata que estava no plenário no momento em que a sessão estava paralisada devido às manifestações do público. Com o tumulto, o presidente La Barrica pediu a presença da GM para garantir a segurança. “Neste momento o secretário de Segurança apareceu na divisão do plenário com o público apontando em direção ao comunicante [Nilson Probst], dizendo que este deveria chamar “os seus guardas amiguinhos” para atender a ocorrência”, contou no BO.

Segundo o vereador, o secretário ainda gesticulava com supostas ameaças contra o parlamentar. Nilson afirma que o fato foi presenciado pelos vereadores Tomalih, Marcos Kurtz, Patrick Machado e Asinil Medeiros. “Os vereadores e o comunicante ficaram surpresos com a atitude do secretário”, diz a denúncia.

Nilson informou que o caso foi levado de imediato ao secretário de gabinete do prefeito, Julimar Rogério Dagostin, que estava presente na sessão, além de comunicação posterior ao próprio prefeito.

Castanheira rebate

Já o secretário Castanheira disse ao DIARINHO que no BO do vereador Nilson Probst não existe relato de ameaça. “O que foi colocado ali é mais um sentimento dele do que qualquer outra coisa. O que ocorreu foi que eu fui acionado pelo presidente da Câmara, para que eu fosse até o local e acionasse a guarda, por ele estar se sentindo inseguro dentro da sessão”, explica.

Chegando na Câmara, o secretário diz que observou uma situação complexa, com lotação acima da capacidade, local sem saída de emergência e muitas pessoas se manifestando. “Nisso, falando de longe com o vereador David, o Nilson estava do lado dele e quando ele olhou pra mim, eu falei pra ele: ‘então, chama agora os teus guardas protegidos pra eles virem resolver esse problema aqui’”.

Castanheira afirma que falou isso devido à situação dentro da Câmara. Ele lembrou que no projeto de lei da GM Nilson Probst fez uma emenda dizendo que o treinamento da Ronda Ostensiva Municipal, uma unidade especial da corporação, poderia ser feito por qualquer cidade e em qualquer lugar.

O secretário entende o contrário, que a Romu deve ser treinada e supervisionada pela secretaria pra garantir excelência no atendimento. “Então, foi nesse sentido que eu falei pra ele e corrobora com tudo isso que ele mesmo escreveu. E falei isso, obviamente, [quando] estou falando de longe e eu estou gesticulando. Agora, gesto ameaçador, eu não vejo nada disso. Inclusive, pode recorrer às imagens da Câmara que vão comprovar que é exatamente como eu estou falando”, esclareceu.

O secretário ainda alfinetou o vereador, com quem já teve outras divergências por questões da segurança. Castanheira disse que se recebesse ameaça de morte do vereador não faria BO,  porque não se sente ameaçado pelo parlamentar. “Ele sendo um homem conhecido pela pouca coragem que tem, a minha presença já acaba sendo intimidatória pra ele, mas isso é mais um sentimento dele do que qualquer atitude que eu tenha. Então, eu não posso ser responsável pelo sentimento que ele tenha. Eu posso ser responsável pelas atitudes que eu tomo”, argumenta.




Comentários:

juarez rezende araujo

12/06/2024 22:07

Projeto do plano diretor de Balneário Camboriú discutido em pleno ano de eleição vai destruir BC de vez.E vai deixar os vereadores que aprovaram a cagada do PREFEITO TAMANDUÁ bem riquinhos de corrupção e vendilhões da cidade.

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Clique aqui para fazer o seu cadastro.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.

Entre em contato com a redação ❯
WhatsAPP DIARINHO

Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






100.28.0.143

Últimas notícias

Netflix tem 400 vagas de trabalho

SE LIGA!

Netflix tem 400 vagas de trabalho

Márcio Coelho, ex-Guarani de Palhoça, é o novo técnico do Marcílio Dias

Copa SC

Márcio Coelho, ex-Guarani de Palhoça, é o novo técnico do Marcílio Dias

Governo Federal abre seleção de projetos para catadores de recicláveis

BRASIL

Governo Federal abre seleção de projetos para catadores de recicláveis

Moradores das praias de Estaleiro e Estaleirinho já podem se ligar à rede de esgoto

Balneário Camboriú

Moradores das praias de Estaleiro e Estaleirinho já podem se ligar à rede de esgoto

Mercedes-Benz lança superesportivo híbrido no Brasil

Nave estelar

Mercedes-Benz lança superesportivo híbrido no Brasil

Influenciadora "guru" brasileira Kat Torres é condenada por tráfico de pessoas

Condenação

Influenciadora "guru" brasileira Kat Torres é condenada por tráfico de pessoas

Corpo de jovem que morreu atropelado na Antônio Heil é sepultado

ITAJAÍ

Corpo de jovem que morreu atropelado na Antônio Heil é sepultado

Univali é terceira colocada nos Jogos Universitários Catarinenses

Desporto Universitário

Univali é terceira colocada nos Jogos Universitários Catarinenses

Maiori: Empreendimento certificado destaca segurança e excelência da Amalfi

CONSTRUÇÃO CIVIL

Maiori: Empreendimento certificado destaca segurança e excelência da Amalfi

Balneário Shopping terá segunda edição da Feira de Vinhos SuperKoch

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

Balneário Shopping terá segunda edição da Feira de Vinhos SuperKoch



Colunistas

Convivendo com a imperfeição

Ideal Mente

Convivendo com a imperfeição

PDT com Juliana

JotaCê

PDT com Juliana

Coluna Esplanada

Cartel do hemo

Expectativa no Gigantão

Show de Bola

Expectativa no Gigantão

Direito na mão

Aposentadoria pelo pedágio de 50% e 100%: como funciona?

Saudades de um dia de sol

Foto do Dia

Saudades de um dia de sol

Coluna Exitus na Política

Um tiro pela culatra

Medalha de Bolsonaro a Milei, repórter hostilizada em evento de BC e mais: confira os destaques do DIARINHO nas redes sociais

Na Rede

Medalha de Bolsonaro a Milei, repórter hostilizada em evento de BC e mais: confira os destaques do DIARINHO nas redes sociais

Trip dos Silva

Jackie Rosa

Trip dos Silva

Tema: pedir aumento de salário, dicas para um assunto delicado

Mundo Corporativo

Tema: pedir aumento de salário, dicas para um assunto delicado

Família Bellini em festa

Gente & Notícia

Família Bellini em festa

Viva a Marina

Coluna do Ton

Viva a Marina

Vento terral ou “rapa-canela”: o frio em Itajaí

Coluna Fato&Comentário

Vento terral ou “rapa-canela”: o frio em Itajaí

Fundos imobiliários: oportunidades em fundos de tijolo e de papel

Diário do Investidor

Fundos imobiliários: oportunidades em fundos de tijolo e de papel

Histórias que eu conto

Colégio Catarinense 7 – final

Luta por direitos

Via Streaming

Luta por direitos

Artigos

Nos 164 anos de Itajaí, as pontes são para o futuro



TV DIARINHO


VANDALISMO E PRECONCEITO | Um homem foi flagrado pichando frases de ódio em muros de casas da praia ...



Podcast

Mãe abandona crianças sem comida em casa

Mãe abandona crianças sem comida em casa

Publicado 16/07/2024 20:00



Especiais

Steven Levitsky: “O atentado contra Trump vai ter menos impacto que a facada em Bolsonaro”

POLÍTICA

Steven Levitsky: “O atentado contra Trump vai ter menos impacto que a facada em Bolsonaro”

Em busca das peças saqueadas: fósseis extraídos ilegalmente do Ceará voltam ao Brasil

PÚBLICA

Em busca das peças saqueadas: fósseis extraídos ilegalmente do Ceará voltam ao Brasil

Ex-general agiu por ressentimento contra o presidente, diz pesquisadora

Golpe na Bolívia

Ex-general agiu por ressentimento contra o presidente, diz pesquisadora

CPAC põe Brasil no centro da extrema direita internacional, diz cientista política

ENTREVISTA

CPAC põe Brasil no centro da extrema direita internacional, diz cientista política

Seis atrações imperdíveis para curtir em Balneário Camboriú em julho

NA ESTRADA

Seis atrações imperdíveis para curtir em Balneário Camboriú em julho



Blogs

Festival de Vela de Caraguá 2024 confirmado

A bordo do esporte

Festival de Vela de Caraguá 2024 confirmado

Consenso

Blog do JC

Consenso

limpa

Blog da Ale Francoise

limpa

iPhone 16

Blog da Jackie

iPhone 16

Arquiteta Jordana Battisti, de Balneário Camboriú, apresenta o Café Bistrô Chá da Alice na CASACOR/SC - Itapema

Blog do Ton

Arquiteta Jordana Battisti, de Balneário Camboriú, apresenta o Café Bistrô Chá da Alice na CASACOR/SC - Itapema

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

"Hoje nós não temos um litro de esgoto tratado em Navegantes”

Rogério Tomaz Corrêa

"Hoje nós não temos um litro de esgoto tratado em Navegantes”

"Nós já éramos PL antes do Bolsonaro entrar no PL. Nós não somos aproveitadores que entramos agora”

Carlos Humberto

"Nós já éramos PL antes do Bolsonaro entrar no PL. Nós não somos aproveitadores que entramos agora”

"O prefeito foi sete vezes a Dubai, em um ano, mas não se tem notícia de ter se reunido em um bairro de Balneário Camboriú”

Claudir Maciel

"O prefeito foi sete vezes a Dubai, em um ano, mas não se tem notícia de ter se reunido em um bairro de Balneário Camboriú”

"Eu digo que Camboriú não é uma bola para sair chutando. Muito menos cemitério de elefantes"

John Lenon Teodoro

"Eu digo que Camboriú não é uma bola para sair chutando. Muito menos cemitério de elefantes"



Hoje nas bancas

Capa de hoje
Folheie o jornal aqui ❯








Newsletter

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação