Matérias | Geral


Armação do Itapocoróy

Animais marinhos são tratados com laserterapia

Procedimento é prestado por veterinária e técnicos da Univali de Penha

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Procedimento é prestado por veterinária e técnicos da Univali de Penha (foto: divulgação )

Imagens de uma gaivota adulta em pleno tratamento de laserterapia para recuperação de uma lesão são comuns  na Unidade de Estabilização de Animais Marinhos da Univali, em Penha. O procedimento, feito pela veterinária Ana Cláudia Tenfen,  mostra o carinho e a atenção aos animais resgatados na orla de Penha e do litoral norte, aliado à tecnologia na recuperação da fauna marinha.

A laserterapia tem sido muito eficiente no tratamento de várias doenças e, segundo a profissional, é indolor, não tóxica e nem invasiva. Segundo Ana Tenfen, por conta do procedimento, ocorre o chamado “reparo tecidual”, auxiliando o processo de cicatrização de maneira anti-inflamatória. A veterinária ainda explica que o laser emitido é de baixa intensidade, e auxilia em nível celular, na recuperação dos tecidos – tratamento para prevenir e melhorar a qualidade de vida dos animais.

“O tratamento é feito para auxiliar na recuperação dessas feridas, prevenir a progressão de lesões mais graves. Nesse procedimento é utilizado um laser de baixa frequência nas lesões; ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


A laserterapia tem sido muito eficiente no tratamento de várias doenças e, segundo a profissional, é indolor, não tóxica e nem invasiva. Segundo Ana Tenfen, por conta do procedimento, ocorre o chamado “reparo tecidual”, auxiliando o processo de cicatrização de maneira anti-inflamatória. A veterinária ainda explica que o laser emitido é de baixa intensidade, e auxilia em nível celular, na recuperação dos tecidos – tratamento para prevenir e melhorar a qualidade de vida dos animais.

“O tratamento é feito para auxiliar na recuperação dessas feridas, prevenir a progressão de lesões mais graves. Nesse procedimento é utilizado um laser de baixa frequência nas lesões; ele emite uma luz absorvida pelo tecido e transformada em energia, promovendo a restauração da função celular”, detalhou.



Ana reforça que esse é um processo que acelera a cicatrização e tem função analgésica, sem efeitos colaterais, e cujo tratamento pode ser oferecido a outros animais feridos das praias de Penha e região.

Lobo-marinho

Além da gaivota, é comum o resgate e atendimento a tartarugas, pássaros e pinguins. No final de agosto, um lobo-marinho-do-sul (espécie Arctocephalus australis) apareceu na praia de Zimbros, em Bombinhas. A equipe técnica da Univali de Penha foi acionada por populares e esteve no local avaliando suas condições de saúde. O lobo-marinho macho estava descansando e apresentava ferimento leve na boca e uma pequena inflamação no olho esquerdo.


Ele foi tratado numa praia próxima, sem necessidade de deslocamento para Penha. Ele recebeu os cuidados veterinários e um microchip subcutâneo foi colocado para futura identificação. No final da tarde seguinte já não foi mais avistado na orla. Até outubro ainda aparecerão lobos-marinhos no litoral brasileiro em busca de alimento e descanso.

A Unidade de Estabilização de Animais Marinhos da Univali é uma das instituições do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos, conduzido pelo Ibama e vinculado às atividades de produção e escoamento de petróleo e gás natural na Bacia de Santos por parte da Petrobras.

O programa avalia possíveis impactos das atividades de produção e escoamento de petróleo sobre aves, tartarugas e mamíferos marinhos, através do monitoramento das praias e atendimento veterinário.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






3.239.9.151

TV DIARINHO


Um bandido se assustou com um morador e desistiu de roubar um condomínio na rua Brusque, no bairro Dom ...





Especiais

violência

Brasil tem um assassinato de pessoa trans a cada três dias

Programa diferente

Na Estrada: Escapada pra Curitiba num finde de verão

Presidente do STM

Acampamentos golpistas “foram tolerados por orientação” militar

Agropecuária

Bancada adota ‘discurso tóxico’ em anúncios nas redes sociais

Itajaí

Coleta seletiva tem contrato milionário não fiscalizado



Blogs

A bordo do esporte

Com visuais deslumbrantes, novo percurso curto do L'Étape Cunha é anunciado

Blog do JC

Lula e o genocídio

Gente & Notícia

Churrasco On Fire, da dupla Fernando e Sorocaba, chega a Massaranduba

Blog da Ale Francoise

Intestino preso, use todos os dias

Blog da Jackie

O ‘sim’ de Ângela e Dolor

Blog do Ton

Medicina Estética

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Irmã Simone

"Aqui nós atendemos 93% SUS”

Eduardo Rodrigues Lima

"A Marinha já fez 27 mil abordagens a embarcações no Brasil inteiro”

Edison d’Ávila

"O DIARINHO serve como uma chamada à consciência da cidade”

Hang Ferrero

“Administrar a vida é particularmente difícil. Mas amar de maneira ampla é absolutamente fácil. Amar é revolucionário. Amem com todo o esforço que puderem suportar”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação