Matérias | Geral


Hotéis podem ser 100% ocupados

Medida anunciada pelo governador Moisés como forma de combater hospedagem clandestina valerá a partir do dia 21

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]




governo de Santa Catarina liberou o funcionamento de hotéis e pousadas com até 100% da capacidade de ocupação a partir de 21 de dezembro. A medida que amplia a capacidade de atendimento do setor hoteleiro foi anunciada pelo governador Carlos Moisés (PSL) na segunda-feira, após discussões com representantes da rede hoteleira. Hoje, os limites de ocupação variam entre 30% (regiões com risco gravíssimo), 60% (risco grave) e 80% (risco alto).


A autorização seria pra reduzir as hospedagens clandestinas em estabelecimentos sem fiscalização, visando garantir a segurança sanitária dos hóspedes. “A saúde dos catarinenses e dos turistas ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

OU

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


A autorização seria pra reduzir as hospedagens clandestinas em estabelecimentos sem fiscalização, visando garantir a segurança sanitária dos hóspedes. “A saúde dos catarinenses e dos turistas segue como nossa prioridade durante a temporada. Os empresários serão nossos parceiros na fiscalização e no seguimento das regras”, disse o governador.



Os protocolos para a rede hoteleira vêm sendo discutidos  ao longo do ano. O objetivo é que as atividades no verão ocorram com o cumprimento dos regramentos sanitários, entre eles o uso de máscara, álcool gel e medidas contra aglomeração.

A secretaria estadual de Saúde também estuda a definição das regras para permanência nas praias durante o verão. Apesar das praias já estarem lotadas nos finais de semana, há um decreto estadual em vigor que proíbe a permanência. Novo decreto sobre a liberação das praias é esperado ainda nessa semana.


As regras devem seguir o modelo adotado em outras atividades, prevendo a obrigatoriedade do uso de máscaras e espaçamento entre guarda-sóis. O estado também deve definir quem será responsável por fiscalizar e como deverá ser feito este controle.

Parques e eventos


Novas regras pra o setor de turismo no verão foram discutidas em audiência pública na assembleia Legislativa na segunda-feira, realizada pela comissão de Turismo. Representantes de várias entidades pediram uma liberação ainda maior, com o retorno de eventos, feiras e reabertura de parques termais e aquáticos.

“Já são mais de R$ 23 milhões de prejuízos só com eventos. Com a chegada da temporada de verão, a situação fica ainda mais complicada e é preciso agilizar procedimentos”, afirmou o deputado Ivan Naatz (PL), presidente da comissão, defendendo regras que não prejudiquem a economia.

Durante a audiência, a superintendente de Vigilância do Estado, Raquel Bittencourt Ribeiro, disse que o governo estadual vem buscando atender todas as demandas com segurança, mas priorizando a saúde, sem esquecer os demais aspectos da economia. Ela destacou as novas regras para o setor hoteleiro mas cobrou uma fiscalização por parte dos próprios empresários.

“Sejam autofiscalizadores, exijam de seus clientes o cumprimento das regras de saúde”, disse. Raquel frisou que o vírus continua circulando mas que é possível ter uma temporada responsável. “Essa liberação não significa uma flexibilização dos cuidados, significa compartilhamento de responsabilidades”, completou.

Pressão por novas liberações


A permissão para que hotéis e pousadas funcionem com 100% de ocupação foi entendida como medida insuficiente para atender as demandas do setor, conforme lideranças que se manifestaram na audiência pública. O governo ainda discute as reivindicações.

O deputado Ivan Naatz trouxe relatos de prefeitos do interior que dizem que a medida beneficia apenas o litoral, com praias lotadas, enquanto que atrações como parques e eventos ainda estão restritos.

“Não adianta liberar hotéis em Piratuba e não liberar os parques termais. Assim como não adianta liberar hotéis em Gaspar e não liberar os parques aquáticos”, analisou Naatz. Atualmente, a abertura de parques aquáticos e termais depende da matriz de risco em cada região. 

O presidente da câmara de Turismo da Fecomércio, Marco Aurélio Floriani, ressaltou que o setor não é o “vilão da pandemia” e tem condições de cumprir os regramentos. “Não é o segmento que está aumentando os casos de contaminação. O setor de eventos está parado desde o início e ele pode ser um aliado no controle da circulação de pessoas na pandemia”, defende.

Decreto regulamenta volta às aulas


O governo estadual publicou o decreto que regulamenta a volta do ensino presencial em Santa Catarina, com base na lei que considerou a educação como serviço essencial.

Conforme o decreto, as atividades educacionais presenciais ficam limitadas a até 50% das matrículas ativas por turno para escolas nas regiões em nível gravíssimo de covid-19. O número de matrículas deve constar em aviso na entrada de cada escola.

Para escolas em regiões com risco moderado, alto ou grave, não há o limite de matrículas, desde que sejam respeitadas as normas sanitárias. O decreto também traz as regras pra volta das aulas a partir do primeiro dia do ano letivo de 2021.

“Cada rede de ensino, pública e privada, definirá a estratégia de retorno e a forma de atendimento presencial, considerando todas as medidas sanitárias em vigor e o distanciamento social de, no mínimo, 1,5 metro”, informa o decreto. O retorno segue condicionado à homologação dos planos de contingência escolar pelos comitês municipais.

Estudantes e servidores do grupo de risco devem ser mantidos em atividades remotas. Pais ou responsáveis pelo aluno podem optar por manter o modelo de aulas online, mediante assinatura de termo de responsabilidade junto à escola.

As bibliotecas funcionarão com até 50% de ocupação, quando o risco pra covid estiver em nível gravíssimo; com até 75% de ocupação, quando o risco for grave; e ocupação total, quando o nível estiver alto ou moderado.

O decreto envolve atividades presenciais de educação nas redes pública e privada;  municipal, estadual e federal, relacionadas à educação infantil, ensino fundamental, nível médio, educação de Jovens e Adultos (EJA), ensino técnico, ensino superior e afins no estado de Santa Catarina.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






34.239.158.223

Últimas notícias

MUNDO

Queda de helicóptero mata presidente do Irã aos 63 anos

Realeza

Rei e Rainha da Marejadinha visitaram o DIARINHO

ITAJAÍ

Semasa pede economia de água por dificuldades de captação

Santa Catarina

Empresários promovem evento  sobre governança em Floripa

Série D

Barra perde para o Concórdia fora de casa

Receita controlada

Zolpidem vai virar tarja preta no Brasil

LABORATÓRIO

Ford disputará o Rali Dakar 2025

CHUVAS

Itajaí tem alagamentos em ruas do bairro Cordeiros

Chuvas

SC tem 24 cidades atingidas pelas chuvas

Vôlei

Brasil se despede do Rio de Janeiro invicto na Liga das Nações



Colunistas

JotaCê

Montibeller indeciso

Coluna Exitus na Política

Um passeio nas cavernas

Via Streaming

Amor do passado

Na Rede

Morte de produtor, garotinho com orgulho do pai na enchente e mais: confira os destaques do DIARINHO

Artigos

O combate ao abuso e à exploração de crianças e adolescentes é um compromisso coletivo

Jackie Rosa

Niver da Chris

Mundo Corporativo

A importância do equilíbrio da autoestima no mundo organizacional

Coluna Esplanada

Palácio x Lira

Gente & Notícia

Níver da Margot

Ideal Mente

Luto coletivo: navegando juntos nas ondas da perda

Show de Bola

Vitória da base

Direito na mão

Mulher entre 54 a 61 anos: como antecipar a aposentadoria?

Coluna do Ton

Chegando de Mendoza

Histórias que eu conto

Armação da infância II

Foto do Dia

“O mar, quando quebra na praia”

Coluna Existir e Resistir

Designação geral sobre o fim do mundo

Coluna Fato&Comentário

Anuário de Itajaí - 100 anos da 1ª edição

Empreender

Balneário Camboriú atrai cada vez mais clientes do eixo sudeste



TV DIARINHO


Uma mulher foi arrastada pela correnteza do rio Itajaí-Açu em Rio do Sul. Ela se agarrou em um pedaço ...





Especiais

NA ESTRADA

BC oferece rolês gastronômicos, culturais, de compras e lazer

RIO GRANDE DO SUL

São Leopoldo: a cidade gaúcha onde quase todos perderam o lar

RIO GRANDE DO SUL

Governo Eduardo Leite não colocou em prática estudos contra desastres pagos pelo estado

Retratos da destruição

“Não temos mais lágrimas pra chorar”: A cidade gaúcha destruída pela 3ª vez por enchentes

MEIO AMBIENTE

Maioria de deputados gaúchos apoia projetos que podem agravar crise climática



Blogs

A bordo do esporte

Maratona fecha etapa de Ouro Branco da Estrada Real

Blog da Jackie

Tá na mão!!!

Blog do JC

Visita na choupana do Chiodini e Rebelinho

Blog da Ale Francoise

A pílula da felicidade

Blog do Ton

Amitti Móveis inaugura loja em Balneário Camboriú

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Vilfredo e Heloísa Schurmann

"Nós reciclamos só 6% no Brasil. Na Europa já é 50%. A própria China já está com 35% de reciclagem” (Vilfredo)

João Paulo

"Essa turma que diz defender a família ajudou a destruir a boa convivência em muitas famílias. Na defesa de um modelo único, excludente"

Entrevistão Peeter Grando

“Balneário Camboriú não precisa de ruptura, mas de uma continuidade”

Juliana Pavan

"Ter o sobrenome Pavan traz uma responsabilidade muito grande”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação