Matérias | Geral


Itajaí pode ganhar "praia pet"

Projeto prevê espaço reservado na faixa de areia das praias pra circulação de animais de estimação de pequeno porte

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]



Projeto do vereador Thiago Morastoni (MDB) propõe a criação de uma “praia pet” em Itajaí. A proposta prevê a permissão pra circulação e permanência de cães, gatos e outros animais de estimação de pequeno porte em praias da cidade. A liberação seria em espaço específico a ser definido pela prefeitura, considerando que uma lei municipal proíbe circular com animais na faixa de areia das praias.

Seria uma espécie de “dog park” na praia, mas a área não seria cercada, apenas delimitada para os animais, sem restrição de que os demais frequentadores da praia circulem pelo local. De acordo com ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


Seria uma espécie de “dog park” na praia, mas a área não seria cercada, apenas delimitada para os animais, sem restrição de que os demais frequentadores da praia circulem pelo local. De acordo com o vereador, o projeto regulamentaria uma prática que já existe de forma esporádica, com os donos de pequenos animais levando os bichos para passeios na areia da praia e até banhos de mar.

“Nós inclusive sugerimos o local no projeto, uma vez que Itajaí já tem a popular Praia do Cachorro, onde há uma maior circulação de cães. Esse local poderia ser adaptado com bebedouros apropriados e outros equipamentos para receber os bichinhos”, explica o vereador, em referência ao trecho inicial da praia de Cabeçudas, que poderia ser a primeira “praia pet”.



Apesar da sugestão, caso o projeto seja aprovado, ficará a cargo da prefeitura escolher um ou mais locais nas praias onde a permanência de pets seja permitida. O projeto está em análise pela comissão de Legislação, Justiça e Redação Final e deve ser votado ainda neste ano. A expectativa do vereador é que a proposta seja aprovada, mesmo que possa não agradar a todos.

“Itajaí sempre esteve na vanguarda da causa animal, desde a criação de uma praça para pets até a liberação total de animais nos eventos organizados pelo município, entre eles Marejada, Festa do Peixe e Festa do Colono”, lembra.

A ideia foi bem recebida pela enfermeira Maria Rosana de Lima, 45 anos, que ontem passeava com um shih tzu em Cabeçudas. Turista de Rio Claro, no interior de São Paulo, Maria destaca que ter um espaço reservado seria interessante porque os bichinhos não ficariam presos em casa ou aos cuidados de outra pessoa.  “Hoje todo mundo tem um cachorro. A gente viaja e fica com dó de deixar eles em casa”, comenta.


A médica veterinária Cíntia Paravisi Pagliari, da clínica La Pet, de Balneário Camboriú, alerta para as doenças que podem ser transmitidas pelos animais, mas avalia que, se tomados todos os cuidados pela saúde tanto das pessoas quantos dos bichos, como a limpeza do xixi e das fezes, a proposta traz benefícios e reduz os conflitos com quem não gosta dos pets na praia. Para isso, ele destaca que a fiscalização será importante. “Se tiver todas as cautelas, não vejo problema. É uma ideia bem legal, mas tem que ser bem fiscalizada”, analisa.

Proposta provocou reações

A proposta provocou diversas reações nas redes sociais do vereador, onde ele divulgou a ideia, incluindo algumas críticas. Uma moradora observou que o projeto vai depender de as pessoas respeitarem as regras e de ter fiscalização. “Por melhor intenção, as pessoas faltam com respeito à legislação. Vamos ter um problema a mais com certeza. Já temos poucos espaços em nossas praias e agora temos que dividir com animais também”, criticou.

Outros comentários em apoio à ideia destacaram que os animais também merecem um lugar de lazer, com cada tutor devendo cumprir suas responsabilidades. “Acho ótimo. Na verdade, a praia deveria ser toda deles, já que os piores animais somos nós, e além disso não transmitem covid-19”, postou outra moradora.

Itajaí e Balneário Camboriú já têm espaços exclusivos para os pets em locais públicos. Em Itajaí, o parcão existe desde 2017 e virou uma atração na praça da Beira Rio. Em Balneário, o primeiro dog park foi inaugurado em 2018, no prolongamento da 4ª avenida. Há ainda outros parques na praça Higino Pio e na avenida Brasil, na altura da rua 1911.


Donos terão obrigações

A delimitação de um espaço liberado para animais de estimação é justamente para que não haja conflito entre quem concorda e quem discorda da permanência de pets nas praias. O projeto traz algumas obrigações que devem ser cumpridas pelos donos dos animais para que eles possam ocupar a faixa de areia.

Uma delas é o recolhimento das fezes dos bichinhos e garantia da segurança dos demais visitantes, com uso de guias e focinheiras, conforme previsto em legislação federal e estadual. O dono do animal pode ser punido com multa em caso de descumprimento.

O dono também deve portar documento que ateste que o animal de estimação está  com a vacinação em dia. Na proposta são considerados animais de estimação de pequeno porte todas as raças de cães e gatos, pequenos mamíferos, aves, roedores e répteis que servem como animais de companhia.


Lei atual proíbe

Uma lei municipal de 2000 proíbe conduzir ou manter animais na faixa de areia das praias de Itajaí, bem como obriga o responsável a recolher as fezes do animal em locais públicos, sob pena de multa. A proibição nas praias não abrange os cães-guia de pessoas com deficiência visual.

Apesar da proibição, a lei ainda carece de regulamentação sobre quem faria a fiscalização e quais as medidas punitivas. A prefeitura apenas atende denúncias e faz orientações, mas não pode retirar os animais que estejam com os donos nas praias. A orientação do município é que os passeios com os pets na faixa de areia sejam evitados devido ao risco de transmissão de doenças por meio dos animais.

O alerta é que as fezes dos animais podem conter parasitas intestinais que, em contato com as pessoas, provocam dores abdominais, gases, vômito, diarreia e perda de apetite. Outra doença comum é o bicho geográfico, transmitida pelos cachorros por meio de parasita presente nas fezes.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






3.238.181.138

Últimas notícias

Política

Evandro Neiva vai assumir a Santur

BOA NOTÍCIA

Estudo mostra que centro de Balneário tem o dobro de árvores listadas

ITAJAÍ

Motorista fica ferida após bater de frente com ônibus no Salseiros

TRAVESSIA

Marinheira é agredida por usuária do ferry

Congresso

As igrejas que dominam a nova ala evangélica na Câmara dos Deputados

IVO SILVEIRA

Pais enfrentam filas gigantes para matricular filhos em escola de BC

Fim do sonho

Flamengo é derrotado na semifinal do Mundial

Rede pública de saúde de Itajaí

Advogada espera há dois anos que enfermeiro que a abusou durante exame ginecológico seja punido

ITAJAÍ

MP quer que influenciadora golpista use tornozeleira

ITAJAÍ

Vídeo: Dupla de mulheres furta celular em loja em Itajaí



Colunistas

JotaCê

Visita do deputado a Itajaí

Coluna Esplanada

Mulheres negras

Coluna do Janio

Sequência positiva

Direito na mão

Como saber quando tenho que aumentar as contribuições ao INSS para uma boa aposentadoria futura?

Coluna Exitus na Política

Chiclete mascado embaixo do banco

Na Rede

Se liga no que foi destaque no DIARINHO nesta semana

Coluna do Ton

Seis Aninhos

Gente & Notícia

FÉRIAS

Foto do Dia

Olha a multidão!

Canal 1

Para ex-diretora da Globo, drama do humor também passa pela renovação

Via Streaming

“Falando a real” aborda terapia e luto

Jackie Rosa

Niver do Armandinho

Clique diário

O pôr do sol!

Artigos

Escultura Santa Ceia de Ervin C. Teichmann, prevista para a Igreja Matriz, está sendo oferecida a Itajaí pelo filho do escultor

Vinicius Lummertz

Turismo, para um Feliz Ano Novo

Coluna Fato&Comentário

Menino Jesus, São Nicolau, velho pom-pom e Papai Noel



TV DIARINHO


MUDANÇA POLÊMICA: O prefeito de Penha, Aquiles Costa (MDB), fez uma publicação que deu o que falar em ...





Especiais

Economia

Paixão Nacional Indústria da cerveja representa 2% do PIB e emprega 2,7 milhões de trabalhadores

Em frente à Univali

Bar Manias chega à maioridade atendendo ao fiel público universitário

Pesquisa de preço

Atacadões apostam em diversidade de marcas e descontos pra venda de cerveja

MESMA VIBE

Cinco atrações de Alicante que têm tudo a ver com Itajaí

Cinturão verde ameaçado

Inundações colocam em risco produção de hortaliças em Itajaí



Blogs

A bordo do esporte

Bahia recebe Desafio de canoagem Salvador - Morro de São Paulo no sábado (11)

Blog do JC

No escuro

Blog da Ale Francoise

Benefícios do chá de funcho

Blog Doutor Multas

Fumar e dirigir dá multa?

Blog do Ton

Festa The Box comemora 5 anos neste fim de semana em Balneário Camboriú

Blog da Jackie

Spring Party

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Volnei Morastoni

“Não sei quem inventou que eu tava com câncer. Eu tive um problema de estafa física e mental”

David Fernandes “LaBarrica”

"Meu sonho é ser prefeito de Balneário Camboriú”

Evandro Neiva

"Vila da Regata de Itajaí vai atrair mais de meio milhão de visitantes

Luíza Moreira

"Meu avô tinha uma marca de ferro na coxa. Hoje em dia eu me revolto ainda por causa da escravidão, porque ainda tem muito preconceito”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação