Matérias | Geral


Arranha-céu de 32 andares que vai sombrear praia do Quilombo será discutido em Penha

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Uma audiência pública online nesta segunda-feira discute a liberação do residencial Coral Gables, um arranha-céu de 32 andares, da Vetter Empreendimentos, previsto na avenida Antônio Joaquim Tavares, no centro de Penha. De acordo com o estudo de Impacto de Vizinhança, o prédio vai provocar sombreamento sobre a restinga e a faixa de areia da praia do Quilombo, que fica a uma quadra da futura construção. Lideranças comunitárias demonstram preocupação com o sombreamento da praia e os impactos do empreendimento na infraestrutura de Penha, principalmente quanto ao aumento da demanda por abastecimento de água. O oceanógrafo Gilberto Manzoni, representante da Univali no conselho Municipal da Cidade (Concidade), reclama ainda da falta de divulgação da audiência pela prefeitura, comprometendo a manifestação da comunidade sobre o projeto. “Principalmente num empreendimento desses, que nós vamos ser agraciados com sombreamento na praia, na área de restinga”, critica. Gilberto lembra que nos últimos dois meses foram liberados mais três prédios em Penha, somando cerca de mil apartamentos. O Coral Gables é o primeiro que vai projetar sombra na praia e o mais alto naquela região. O conselheiro destaca que as liberações avançam diante de uma situação em que a cidade ainda sofre com a deficiência de água. Gilberto reconhece que Penha tem um potencial turístico, mas avalia que a população precisa decidir se quer continuar sendo conhecida como centro de referência no turismo de uma cidade ainda sem sombreamento nas praias ou se quer parecer com outras cidades catarinenses com praias afetadas pelos arranha-céus. “No meu entendimento, não é sustentável esse tipo de empreendimento”, afirma. O presidente da associação de Moradores da Praia do Quilombo, Marinho Alves, destaca que a entidade não é contra o crescimento da cidade. “Somos contra o crescimento desordenado com um prédio desta altura, que causará sombra na praia”, ressalta. O atual plano Diretor de Penha permite a construção do edifício no local mas o regramento está com a revisão atrasada. “O plano diretor da cidade está desatualizado há três anos e virou uma colcha de retalhos”, critica Marinho. Torre com 83 apartamentos e galeria de lojas A audiência pública será às 19h, em formato online. A discussão será transmitida pelo Youtube em link que seria colocado no site da prefeitura. O estudo de Impacto de Vizinhança do empreendimento está no site, dentro da página do conselho da Cidade. A queixa do conselheiro Gilberto Manzoni é que o cidadão comum precisa ter “boa vontade e paciência” pra clicar em tantos links até chegar às informações. O empreendimento prevê uma torre com 83 apartamentos, mais galeria com cinco lojas e um restaurante. O prédio ficará na esquina com a rua Serafim Inês Vieira, a 90 metros da praia do Quilombo. O estudo aponta sombreamento na praia e nas casas do entorno e redução da ventilação natural. “Esses impactos não ocorrerão continuamente, sendo apenas em alguns períodos do ano”, ressalva o documento. O DIARINHO tentou contato com o presidente do Concidade e secretário de Administração, Jaylon Jander Cordeiro da Silva. Ele não atendeu as ligações e as mensagens ainda não foram respondidas. Estiagem afeta abastecimento em Penha A estiagem no estado, embora mais grave no Oeste, tem reflexos na região e afeta o abastecimento de água em Penha. A captação nos rios do Peixe e Piçarras, que atende Penha e Balneário Piçarras, segue abaixo do nível normal. Segundo a concessionária que toca o serviço, manobras operacionais estão sendo feitas em todos os bairros pra não deixar a população sem água. Mesmo assim, em alguns locais, como na rua João Manoel Patrício, no Quilombo, e a rua Waldemar Werner, na Praia Grande, a água da rede não chega há quatro dias, conforme moradores. A empresa orienta que, nesses casos, os usuários peçam o fornecimento por meio de caminhões-pipa. A empresa também pede que as pessoas priorizem a água pra consumo humano, evitando desperdícios. A Casan emitiu alerta de economia nas cidades onde atende, como Piçarras, Barra Velha e Porto Belo. As previsões pros próximos dias são de poucas chuvas no estado, com tendência de a estiagem se agravar em novembro, dificultando a recuperação dos mananciais. Para reforçar o abastecimento em Penha na próxima temporada de verão, a concessionária trabalha na construção da estação de Tratamento de Água (ETA) no bairro Santa Lídia. A unidade vai captar água de uma lagoa e ampliar a vazão em 70 litros por segundo. Uma adutora ligará a nova estação ao reservatório do Mariscal, construído em 2019. Mesmo com a melhoria, Penha vai continuar dependendo da água recebida de Balneário Piçarras.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






3.230.154.90

Últimas notícias

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

Protetora animal denuncia que gatos que vivem em terreno baldio teriam morrido durante obras da prefeitura

Centro de Itajaí

Das 87 árvores do canteiro central da Marcos Konder, só 23 poderão ser transplantadas com certeza  

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

Nivus tem bônus de R$ 12 mil e saldo parcelado em 24 vezes sem juros

NA ESTRADA

BC oferece rolês gastronômicos, culturais, de compras e lazer

Série B

Brusque visita o Santos na Vila Belmiro com presença da torcida

Futebol

Fim de uma era: Goleiro Cássio deixa o Corinthians e vai para o Cruzeiro

ENQUETE

Qual a sua opinião sobre a divisão da conta do hospital Ruth Cardoso?

SANTA CATARINA

Morador de SC que compartilhava pornografia infantil é preso pela PF

NA CRECHE

Mãe agride funcionárias de creche de Penha; veja o vídeo

PENHA 

Bandidos invadem torre de internet para furtar; veja o vídeo 



Colunistas

Artigos

O combate ao abuso e à exploração de crianças e adolescentes é um compromisso coletivo

Jackie Rosa

Niver da Chris

JotaCê

Amin responde Chiodini

Mundo Corporativo

A importância do equilíbrio da autoestima no mundo organizacional

Coluna Esplanada

Palácio x Lira

Gente & Notícia

Níver da Margot

Ideal Mente

Luto coletivo: navegando juntos nas ondas da perda

Show de Bola

Vitória da base

Direito na mão

Mulher entre 54 a 61 anos: como antecipar a aposentadoria?

Via Streaming

“Justiça”

Coluna Exitus na Política

Vontade e solidariedade

Na Rede

Traficante preso na  sala alugada da JS Pescados, tragédia  no RS e destruição do jardim de “dona Aurita” foram os  assuntos mais bombados da semana

Coluna do Ton

Chegando de Mendoza

Histórias que eu conto

Armação da infância II

Foto do Dia

“O mar, quando quebra na praia”

Coluna Existir e Resistir

Designação geral sobre o fim do mundo

Coluna Fato&Comentário

Anuário de Itajaí - 100 anos da 1ª edição

Empreender

Balneário Camboriú atrai cada vez mais clientes do eixo sudeste



TV DIARINHO






Especiais

NA ESTRADA

BC oferece rolês gastronômicos, culturais, de compras e lazer

RIO GRANDE DO SUL

São Leopoldo: a cidade gaúcha onde quase todos perderam o lar

RIO GRANDE DO SUL

Governo Eduardo Leite não colocou em prática estudos contra desastres pagos pelo estado

Retratos da destruição

“Não temos mais lágrimas pra chorar”: A cidade gaúcha destruída pela 3ª vez por enchentes

MEIO AMBIENTE

Maioria de deputados gaúchos apoia projetos que podem agravar crise climática



Blogs

Blog da Jackie

Hermès processada

Blog do JC

Pacto da direita de Itajaí?

A bordo do esporte

World Sailing e CBVela promovem plantio de árvores em São Paulo (SP)

Blog da Ale Francoise

A pílula da felicidade

Blog do Ton

Amitti Móveis inaugura loja em Balneário Camboriú

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Vilfredo e Heloísa Schurmann

"Nós reciclamos só 6% no Brasil. Na Europa já é 50%. A própria China já está com 35% de reciclagem” (Vilfredo)

João Paulo

"Essa turma que diz defender a família ajudou a destruir a boa convivência em muitas famílias. Na defesa de um modelo único, excludente"

Entrevistão Peeter Grando

“Balneário Camboriú não precisa de ruptura, mas de uma continuidade”

Juliana Pavan

"Ter o sobrenome Pavan traz uma responsabilidade muito grande”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação