Matérias | Economia


Itajaí

Comissão do Senado analisa amanhã projeto que muda a lei das micro e pequenas empresas

A previsão é que o projeto seja votado até o comecinho do mês que vem

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

A comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do senado começa a analisar amanhã o projeto de lei complementar 77/2011, que é de autoria do governo federal e modifica o estatuto da Micro e Pequena Empresa. Se os engravatados da CAE aprovarem o texto, ele será votado até início de outubro, garantiu José Sarney (PMDB), presidente do senado. O projeto vai beneficiar diretamente cinco milhões de pequenas e médias empresas e 1,5 milhão de empreendedores individuais.

Já prevendo que os deputados e senadores iriam embaçar as modificações, a presidente Dilma Rousseff (PT) baixou medida provisória já decretando algumas modificações pro empresariado miúdo, como o aumento do teto da receita bruta dos empreendedores individuais e das empresas que podem se beneficiar do Super Simples, o imposto único que pode gerar até 40% de redução tributária para os micro e pequenos. O problema é que a medida provisória tem validade de até três meses e o prazo vence em novembro.

Além de atualizar o teto do enquadramento no Super Simpes e dar possibilidades pra que mais empresas se benficiem do arrego, o projeto da Dilma traz ainda outros benefícios. Um deles é o parcelamento ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


Já prevendo que os deputados e senadores iriam embaçar as modificações, a presidente Dilma Rousseff (PT) baixou medida provisória já decretando algumas modificações pro empresariado miúdo, como o aumento do teto da receita bruta dos empreendedores individuais e das empresas que podem se beneficiar do Super Simples, o imposto único que pode gerar até 40% de redução tributária para os micro e pequenos. O problema é que a medida provisória tem validade de até três meses e o prazo vence em novembro.

Além de atualizar o teto do enquadramento no Super Simpes e dar possibilidades pra que mais empresas se benficiem do arrego, o projeto da Dilma traz ainda outros benefícios. Um deles é o parcelamento de débitos tributários. Hoje, quem deve mais de dois meses pro governo, perde o arrego do Super Simples, mesmo que faça acordo pra pagar o que deve. Pelas contas do próprio governo, mais de 560 mil firminhas tão na velhaquice.



O projeto também cria mecanismos que facilitam a exportação por parte dos empresariado miúdo e desburocratiza a baixa de empresas inativas nos registros da Receita Federal.

Na semana passada, José Sarney levou mó prensa de representantes de micro e pequenos empresários, de políticos da frente Parlamentar Mista do Micro e Empresa Empresa do Congresso Nacional e do pessoal do Sebrae. Foi nessa reunião que o presidente do senado prometeu colocar o projeto da Dilma em votação, caso ele seja apreciado logo pelos engravatados da comissão de Assuntos Econômicos.

O que a Dilma tá propondo pra nova lei do empresariado miúdo


Pode virar empreendedor individual quem tem receita bruta anual de R$ 60 mil. A lei atual – suspensa por uma medida provisória – é de R$ 36 mil.

Atualiza a tabela de enquadramento das microempresas para até R$ 360 mil (hoje só pode ser micro quem tem receita de até R$ 240.

O teto pra pequenas empresas iria da faixa de mais de R$ 360 mil até R$ 3,6 milhões (Hoje, ele esbarra no máximo de R$ 2,4 milhões).

Micro e pequenas empresas teriam até cinco anos pra pagar suas dívidas tributárias sem perder o arrego do Super Simples.

Permite que as empresas do Super Simples possam exportar até o dobro do seu faturamento anual sem perder o direito aos benefícios do imposto único.





Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






44.192.15.251

TV DIARINHO


Uma mulher, de identidade ainda não informada, morreu em um incêndio em Itajaí. O fogo começou por volta ...





Especiais

Caso Ilha de Marajó

Vereadora de Navegantes está entre os políticos que impulsionaram fake news sobre exploração sexual infantil

TURISMO

Japaratinga: vale a pena se hospedar no melhor resort do Brasil?

VIAGEM NO TEMPO

Museu do Carro traz nostalgia e diversão sobre o universo automotivo

NOVOS TEMPOS

SC é pioneira na promoção da mobilidade elétrica

PLANEJAMENTO URBANO

Camboriú vai investir mais de R$ 60 milhões em mobilidade



Blogs

Blog do JC

Mudou

A bordo do esporte

Thiago Pereira e Swim Floripa levam Troféu José Finkel para Floripa

Blog da Jackie

Verão, calor, quentura e mormaço

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog da Ale Francoise

Intestino preso, use todos os dias

Blog do Ton

Medicina Estética

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Entrevistão Adão Paulo Ferreira

"Porto sozinho não serve para nada. Ele precisa ter navios, linhas"

Irmã Simone

"Aqui nós atendemos 93% SUS”

Eduardo Rodrigues Lima

"A Marinha já fez 27 mil abordagens a embarcações no Brasil inteiro”

Edison d’Ávila

"O DIARINHO serve como uma chamada à consciência da cidade”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação