Matérias | Geral


Itajaí

Anestesistas e Marieta não se entendem

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Após duas reuniões, médicos anestesistas e diretores do hospital Marieta Konder Bornhausen ainda não chegaram a um acordo, e os peixeiros que precisarem fazer uma cirurgia no principal hospital da região, a partir do dia 19, podem ter problemas. Dirigentes do sindicato dos Médicos de Santa Catarina (Simesc), anestesistas e a direção do Marieta se reuniram ontem de manhã, na unidade de saúde, pra negociar uma lista de reivindicações. Após o plá, os dotores declararam que a previsão continua sendo de paralisação a partir de 19 de outubro. Uma nova reunião foi marcada pra amanhã.

Os anestesistas pedem melhorias salariais e nas condições de traba-lho, e o vice-presidente do Simesc, o médico Vânio Lisboa, explica o motivo do impasse. “O hospital Marieta possui hoje apenas um médico anestesista de plantão, e isso é pouco. Deveria ser ao menos dois. Além disso, queremos uma melhora salarial para a classe. Apesar dos avanços que tivemos entre a primeira reunião, que foi no dia 6, e a desta terça-feira, ainda há uma grande diferença entre o que os médicos pedem de aumento e o que a direção do hospital se propõe a pagar”, conta o dotô, que não entrou em detalhes sobre os valores.

Não foi em vão

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


Os anestesistas pedem melhorias salariais e nas condições de traba-lho, e o vice-presidente do Simesc, o médico Vânio Lisboa, explica o motivo do impasse. “O hospital Marieta possui hoje apenas um médico anestesista de plantão, e isso é pouco. Deveria ser ao menos dois. Além disso, queremos uma melhora salarial para a classe. Apesar dos avanços que tivemos entre a primeira reunião, que foi no dia 6, e a desta terça-feira, ainda há uma grande diferença entre o que os médicos pedem de aumento e o que a direção do hospital se propõe a pagar”, conta o dotô, que não entrou em detalhes sobre os valores.

Não foi em vão



Mas a reunião de ontem trouxe alguns pontos positivos. Entre os avanços, o médico Vânio Lisboa cita a assinatura de um contrato de res-ponsabilidade, feito entre o hospital e os 15 médicos anestesistas. A direção do Marieta informou, através da assessoria de imprensa, que espera que as divergências se resolvam na próxima reunião, marcada pra esta quinta-feira, às 14h, também no hospital. Cerca de 800 cirurgias são realizadas por mês no Marieta e a maioria seria prejudicada, caso a greve se confirme.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






44.192.15.251

TV DIARINHO


Uma mulher, de identidade ainda não informada, morreu em um incêndio em Itajaí. O fogo começou por volta ...





Especiais

Caso Ilha de Marajó

Vereadora de Navegantes está entre os políticos que impulsionaram fake news sobre exploração sexual infantil

TURISMO

Japaratinga: vale a pena se hospedar no melhor resort do Brasil?

VIAGEM NO TEMPO

Museu do Carro traz nostalgia e diversão sobre o universo automotivo

NOVOS TEMPOS

SC é pioneira na promoção da mobilidade elétrica

PLANEJAMENTO URBANO

Camboriú vai investir mais de R$ 60 milhões em mobilidade



Blogs

Blog do JC

Mudou

A bordo do esporte

Thiago Pereira e Swim Floripa levam Troféu José Finkel para Floripa

Blog da Jackie

Verão, calor, quentura e mormaço

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog da Ale Francoise

Intestino preso, use todos os dias

Blog do Ton

Medicina Estética

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Entrevistão Adão Paulo Ferreira

"Porto sozinho não serve para nada. Ele precisa ter navios, linhas"

Irmã Simone

"Aqui nós atendemos 93% SUS”

Eduardo Rodrigues Lima

"A Marinha já fez 27 mil abordagens a embarcações no Brasil inteiro”

Edison d’Ávila

"O DIARINHO serve como uma chamada à consciência da cidade”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação