Matérias | Geral


Itajaí

Lixarada faz Balneário decretar situação de emergência

Com a medida, prefa da Maravilha do Atlântico poderá contratar peãozada e comprar materiais sem licitação para limpar ruas e praias

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]


Após um mês de suspensão das atividades de varredura de ruas, capina e limpeza das praias, a prefa de Balneário Camboriú decretou situação de emergência. Como a concessionária Ambiental Limpeza Urbana e Saneamento suspendeu os trampos no dia 29 de agosto, a prefa lançou o decreto de caos no serviço de limpeza urbana para criar até 200 vagas de mão-de-obra temporária e também adquirir equipamentos por dispensa licitatória. Só com pessoal, a prefa vai gastar cerca de R$ 350 mil e mais R$ 100 mil para compra de materiais.


O dilema da limpeza das ruas da Maravilha do Atlântico se deu porque a prefa não concorda com o valor mensal de R$ 829.555,11 cobrado pela Ambiental pra realizar o serviço de varrição. A empresa ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

OU

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


O dilema da limpeza das ruas da Maravilha do Atlântico se deu porque a prefa não concorda com o valor mensal de R$ 829.555,11 cobrado pela Ambiental pra realizar o serviço de varrição. A empresa trampou de janeiro a agosto sem receber nenhum centavo e cruzou os braços desde então. A dívida do município soma mais de R$ 6,6 milhões.



A situação de emergência foi decretada no sábado e pode rolar por até 90 dias. De acordo com o procurador-geral de Balneário, Marcelo de Freitas, ainda essa semana deve ser encaminhado um projeto de lei para câmara de Vereadores autorizando a criação de até 200 vagas em admissão em caráter temporário (ACT), vinculadas à Emasa. Os interessados serão submetidos a uma seleção simples e em no máximo 40 dias devem começar a trampar. A remuneração desse pessoal vai girar em torno de R$ 1150, inclusos insalubridade e alimentação. Contando os encargos trabalhistas, a despesa da prefa ficará em torno de R$ 350 mil.

Para trabalhar, esse pessoal vai precisar de uniforme, vassouras, pás, luvas, carrinhos. Sem contar tratores, que fazem a escavação dos cantos das ruas e máquinas que carregam a sujeirada. Para tanto, o município prevê um investimento de até R$ 120 mil. Juntando as duas despesas, a prefa ainda economiza quase R$ 380 mil em comparação com o valor cobrado pela Ambiental.


“Ante a necessidade, teremos que fazer isso por dispensa licitatória. Até conseguirmos chamar o pessoal temporário, vamos tentar realocar serventes da secretaria de Educação”, revela Marcelo. O procurador diz que a secretaria de Obras não está dando conta de limpar todas as ruas e a praia sozinha.

Marcelo comenta que não houve avanços nas negociações com a Ambiental. O último plá foi na sexta-feira, quando foi solicitada uma revisão na planilha que compõe o valor cobrado ao município. “Nós queremos que eles apresentem uma justificativa do valor cobrado. O município não aceita, não pagou e não vai pagar os mais de R$ 800 mil. Temos divergência desde o princípio”, reforça.


A paralisação da limpeza não afetou os serviços de coleta de lixo. A atividade segue normalmente.

Empresa parou de trampar após calote

A Ambiental trampa desde dezembro 1997 na Maravilha do Atlântico. Durante 15 anos a empresa cobrava a remuneração diretamente do povão, em carnezinhos. Contudo, em janeiro deste ano, por decisão da dona justa, a prefa teria que pagar pelo trampo, não mais os moradores.

A prefa alega que não teve acesso prévio ao valor que seria cobrado pelas atividades de varrição, capina e limpeza das praias. Até hoje o município diz que pede pra empresa uma planilha que demonstre como chegaram ao valor de R$ 829.555,11. Nas contas das otoridades, a tarifa mensal seria de R$ 449.452,98 e a prefa toparia pagar, no máximo, até R$ 550 mil. Por isso não efetuou nenhum pagamento e acumula uma dívida milionária de R$ 6.636.440,88.

Sem receber pagamento pelos oito meses de trampo, a Ambiental entrou com uma ação pedindo que o município fosse proibido de contratar outra empresa pra fazer a atividade. A juíza Adriana Lisbôa acatou a liminar no dia 10 de setembro, mas com a defesa da prefa, no dia 19, a dotora voltou atrás e cancelou a decisão. Ela entendeu que o trampo de limpeza das ruas é essencial e disse que a Ambiental precisa ajuizar uma ação de cobrança pra requerer a dívida. Por isso, a prefa pode se agilizar pra contratar o pessoal pra realizar a atividade.


Decreto autoriza prefa a assumir o trampo

O professor da Univali, Luiz Magno Pinto Bastos Junior, doutor em direito constitucional, explica que a situação de emergência pode ser decretada pelos municípios em dois casos: em períodos de calamidade pública, como nos casos de enchentes, e quando a city enfrenta um momento caótico por uma situação específica. No caso do Balneário, a suspensão da limpeza se enquadra na segunda situação.

Quando uma city decreta situação de emergência, ela pode acessar alguns fundos de emergência liberados pelos governos federal e estadual. Além disso, o especialista diz que o decreto autoriza o município a assumir as atribuições que competiam à empresa concessionária. Mais que isso, permite adquirir, alugar e tomar decisões a partir de processos licitatórios simplificados ou até mesmo com a dispensa de licitação. “Nós chamamos isso de encampação, procedimento provisório muito adotado em questões essenciais ao município. No caso do lixo, isso poderia virar questão de saúde pública”, aponta Luiz Magno.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






3.239.95.36

Últimas notícias

PROMOÇÃO 

Últimos dias do sorteio de prêmios do mês das mães na Viacredi

Carregador garantido

GWM oferece carregador grátis para Linha Haval H6

Retomada

Grêmio volta a jogar pela Libertadores nesta quarta

ITAPEMA

SUV clonado é apreendido com crianças pequenas na BR 101

NAS TELONAS

Harry Potter volta a ser exibido no cinema de Itajaí e BC

54 ANOS DE CARREIRA

Chitãozinho e Xororó anunciam nova turnê nacional e passam por Balneário Camboriú

SEGURANÇA 

SC ganha novos peritos criminais e médico-legais

BOMBINHAS

Mulher vira refém do namorado em pousada; pedido de ajuda foi pelo Whats

Balneário Camboriú

Comando Regional da PM tem novo comandante 

Paradesporto

Balneário Camboriú terá 74 paratletas no Parajasc



Colunistas

Direito na mão

Aposentadoria para PCD: entendendo as regras e benefícios para quem tem redução de capacidade para o trabalho

JotaCê

Peeter faz visita ao JC

Show de Bola

Começou a Segundona

Coluna Esplanada

Pouco avanço

Coluna Exitus na Política

Viver de pedras, desejar esponjas

Na Rede

Acidente com ônibus escolares, expedição de surfistas para o RS e mais: se liga nos destaques do DIARINHO na internet 

Coluna do Ton

Vibes da Turquia

Mundo Corporativo

Líderes espiritualizados em tempos difíceis ainda é possível?

Histórias que eu conto

Armação da infância 3

Coluna Fato&Comentário

Associativismo comunitário em Itajaí: o começo

Via Streaming

Tudo pelo dinheiro

Ideal Mente

O desamparo da infidelidade

Artigos

O combate ao abuso e à exploração de crianças e adolescentes é um compromisso coletivo

Jackie Rosa

Niver da Chris

Gente & Notícia

Níver da Margot

Foto do Dia

“O mar, quando quebra na praia”

Coluna Existir e Resistir

Designação geral sobre o fim do mundo



TV DIARINHO


O vídeo é impressionante, mas é falso. Não existe megaprojeto de prédio de 1200 metros de altura para ...



Podcast

Vídeo de megaprojeto de Elon Musk pra BC é falso

Publicado 28/05/2024 16:13



Especiais

DENÚNCIA

Vendedores denunciam serem forçados a vender cartão do Itaú em esquema milionário

NA ESTRADA

Pôr do sol de tirar o fôlego é atração o ano inteiro na praia de Armação

RIO GRANDE DO SUL

A história de luta de um quilombo que resiste às enchentes em Porto Alegre

DADOS INÉDITOS

Em meio ao lixo das chuvas no Rio Grande do Sul, catadores não conseguem trabalhar

NÚMEROS

No Brasil, 3 a cada 4 vivem em cidades com mais risco de desastres por chuvas



Blogs

Blog do JC

Pai Atanásio diz que governo ainda tem maioria

Blog da Jackie

Sasha Meneghel

A bordo do esporte

Mata o Velho, regata divertida de ILCA no YCSA

Blog da Ale Francoise

A pílula da felicidade

Blog do Ton

Amitti Móveis inaugura loja em Balneário Camboriú

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Marisa Zanoni Fernandes

"Balneário Camboriú não precisa de capitão, fantoches, seres iluminados, ungidos. Precisa de pessoas comprometidas com a democracia”

Vilfredo e Heloísa Schurmann

"Nós reciclamos só 6% no Brasil. Na Europa já é 50%. A própria China já está com 35% de reciclagem” (Vilfredo)

João Paulo

"Essa turma que diz defender a família ajudou a destruir a boa convivência em muitas famílias. Na defesa de um modelo único, excludente"

Entrevistão Peeter Grando

“Balneário Camboriú não precisa de ruptura, mas de uma continuidade”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação