Matérias | Geral


Itajaí

É no balanço da rede, é no balanço do mar da Atalaia!

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]


Por Ana Beatriz Moreira Bochnia - 11 anos - 5º ano


Por Josué Frees Marcon - 11 anos - 5º ano

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

OU

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


Por Josué Frees Marcon - 11 anos - 5º ano



Por Andrews Vinicius Ramos - 10 anos - 5º ano

Em uma manhã de aula, a galera ficou estudando e nós fomos com a equipe do Aprendiz de Marinheiro para a praia da Atalaia. O tempo estava nublado, mas isso não tirou a emoção e a beleza da praia. Lá, conversamos com algumas pessoas que tem muitas histórias para contar.


Pra começo de conversa, ficamos sabendo que “Atalaia” é de origem árabe e significa “torre de observação”. Contam que há anos atrás, a praia era vigiada por um senhor chamado Atalaia, e assim, a praia recebeu o mesmo nome. É muita honra pro cara né?

O surfista Juliano Secco, que é vice-presidente da associação de Surf Praias de Itajaí, ASPI, bateu um papo com a gente e foi muito bacana, respondendo às nossas dúvidas com atenção. Além de ganhar vários campeonatos, já viajou por inúmeros lugares do mundo por conta do surfe, já que pratica o esporte desde os 10 anos de idade.


Pra ele, a emoção de surfar é garantida pela sensação deliciosa de ficar deslizando nas ondas. Ele conta que o esporte é tipo uma religião, pois quando entra na água, esquece do mundo e curte o momento com tranquilidade.

A emoção de surfar na Atalaia

Juliano nos contou que certa vez estava surfando, quando de repente viu uma baleia enorme; foi emocionante. Ele também já dividiu o mar com tartarugas, pinguins, botos e leões-marinhos, inclusive aqui na Praia da Atalaia. Mas a vida de surfista inclui perigos, por exemplo, o acidente que Juliano sofreu aos 15 anos de idade, quando a prancha bateu em seu rosto e ele teve que levar pontos da bochecha até a boca.

Esse surfista gente boa ainda falou sobre a importância do estudo e da preservação da natureza, para proporcionar momentos bacanas como o surfe. “Para surfar não basta ser bom de manobra,tem que ter conhecimento geográfico e científico para saber sobre a ondas, conhecer tecnologia para adquirir bons equipamentos,” explica Juliano.


Uma onda quase proibida

Juliano conta que “nas antigas” rolavam discussões entre os surfistas, pois todos queriam pegar as mesmas ondas. Alguns vindos de outras cidades não eram bem recebidos pelo povo da nossa terrinha. Muitos “visitantes” ficavam impossibilitados de voltar pra casa por conta das artimanhas (tipo pneus furados) dos conterrâneos. Então, o jeito era chegar de mansinho, devagar, conversando e conquistando os surfistas após entrar na água.

O surfista Rodrigo Gilberto Stein, conhecido como Cutello, também falou sobre seu desafio em adquirir confiança dos surfistas locais mais antigos e espaço na praia que tem uma das melhores “ondas esquerdas” do mundo. Ele nos conta que o posicionamento geográfico da praia proporciona uma onda de qualidade longa com sessão de tubos que permite duas ou três manobras.

Ainda hoje existe um “ciuminho” dos surfistas daqui, mas não rolam mais “sacanagens” com o povo que vem pra cá desfrutar de nossas ondas, diz Rodrigo. E pra quem quer começar a surfar, o cara dá a dica: força de vontade e habilidade física!


Uma praia para amar, surfar e proteger

Mas será que a praia está preservada? O servidor público municipal, comunicador e bodyboarder da Atalaia, Moacir Kienast, nos falou que a Praia da Atalaia mantém suas características intactas praticamente desde sua descoberta, apesar da interferência do Porto, com a construção dos molhes.

O Parque da Atalaia veio somar neste cenário, que teve principalmente nos surfistas os grandes defensores do local. Desde a década de 70, os surfistas frequentam o que consideram uma das melhores ondas do Brasil e seu ecossistema. Além dos animais do parque, temos a presença das capivaras, botos e garças que habitam o mangue do Saco da Fazenda, completando o ecossistema da região.

Então, tá a fim de pegar um sol, curtindo o surf e a natureza da praia da Atalaia? Corre pra cá! E para completar o passeio, dá uma passada no Parque da Atalaia, que fica na rua Lila Heusi. Um local que já visitamos e amamos!

Projeto Baleia Franca: conhecer para preservar!

Por Ana Beatriz Moreira Bochnia - 11 anos - 5º ano

Por Josué Frees Marcon - 11 anos - 5º ano

Eis o lema do Projeto Baleia Franca, que se dedica à pesquisa e à conservação desses animais, que são a segunda espécie de baleia mais ameaçada de extinção do mundo.

Uma das atividades previstas pelo projeto é o concurso de redação sobre o tema, o que acaba incentivando os alunos a pesquisarem. Nós, que adoramos uma boa história, “mergulhamos de cabeça” nessa proposta e só não participamos como vencemos o concurso.

Foi uma felicidade saber que mesmo distantes do mar da cidade, podemos aprender e produzir materiais bacanas sobre esse assunto.

Como recompensa, pudemos ir à Imbituba, onde fica a sede do Projeto Baleia Franca, para conhecer os trabalhos e ver baleias de verdade.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






3.238.112.198

Últimas notícias

Foragido

Preso em Porto Belo homem que matou duas pessoas e baleou outras quatro 

ITAJAÍ

Navio da Marinha atraca em Itajaí para levar doações ao RS

POLÊMICA

Pastores da Bola de Neve de Balneário Camboriú respondem a acusações de fraude 

Convocação

Itajaí terá 156 paratletas no Parajasc

CAMBORIÚ

Lar geriátrico pet adota cães velhinhos abandonados na enchente do RS

Futebol

Fernando Diniz renova com o Fluminense para 2025

Futebol Solidário

Com Cafu e Ronaldinho em campo, jogo no Maraca vai arrecadar dinheiro para os gaúchos

Itapema

Obra do píer de Itapema conclui fase de estacas

Últimos dias

Festival gastronômico do Brava Mall acaba na semana que vem  

Autorizado

Antaq libera Seara/JBS para tocar as operações no porto de Itajaí



Colunistas

JotaCê

Fabrício chamegou Bolsonaro em Brasília

Coluna Fato&Comentário

Associativismo comunitário em Itajaí: o começo

Coluna Esplanada

Trio de apostas

Via Streaming

Tudo pelo dinheiro

Ideal Mente

O desamparo da infidelidade

Show de Bola

Trocas de treinadores

Direito na mão

Recebeu auxílio-doença ou auxílio-acidente? Veja como se aposentar agora!

Coluna Exitus na Política

Um passeio nas cavernas

Na Rede

Morte de produtor, garotinho com orgulho do pai na enchente e mais: confira os destaques do DIARINHO

Artigos

O combate ao abuso e à exploração de crianças e adolescentes é um compromisso coletivo

Jackie Rosa

Niver da Chris

Mundo Corporativo

A importância do equilíbrio da autoestima no mundo organizacional

Gente & Notícia

Níver da Margot

Coluna do Ton

Chegando de Mendoza

Histórias que eu conto

Armação da infância II

Foto do Dia

“O mar, quando quebra na praia”

Coluna Existir e Resistir

Designação geral sobre o fim do mundo



TV DIARINHO


Navio da Marinha vai levar doações de Itajaí para o Rio Grande do Sul. A comunidade pode ajudar levando ...





Especiais

DADOS INÉDITOS

Em meio ao lixo das chuvas no Rio Grande do Sul, catadores não conseguem trabalhar

NÚMEROS

No Brasil, 3 a cada 4 vivem em cidades com mais risco de desastres por chuvas

DADOS

Exportação de armas de fogo dobrou durante os anos Bolsonaro, revela levantamento inédito

NA ESTRADA

BC oferece rolês gastronômicos, culturais, de compras e lazer

RIO GRANDE DO SUL

São Leopoldo: a cidade gaúcha onde quase todos perderam o lar



Blogs

Blog da Jackie

Reserva Royal

Blog do JC

CREA-SC homenageado em BC

A bordo do esporte

Terceira edição do Troféu Ayrton Senna de Kart celebra 30 anos do legado do ídolo

Blog da Ale Francoise

A pílula da felicidade

Blog do Ton

Amitti Móveis inaugura loja em Balneário Camboriú

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Vilfredo e Heloísa Schurmann

"Nós reciclamos só 6% no Brasil. Na Europa já é 50%. A própria China já está com 35% de reciclagem” (Vilfredo)

João Paulo

"Essa turma que diz defender a família ajudou a destruir a boa convivência em muitas famílias. Na defesa de um modelo único, excludente"

Entrevistão Peeter Grando

“Balneário Camboriú não precisa de ruptura, mas de uma continuidade”

Juliana Pavan

"Ter o sobrenome Pavan traz uma responsabilidade muito grande”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação