Matérias | Geral


Itajaí

Marejópolis: para aprender e se divertir

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

E a festa da aventura já começou...

A semana que passou foi de muitas novidades na Vila da Aventura pelos Mares do Mundo, com a chegada dos primeiros barcos participantes da regata transatlântica Jacques Vabre.

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


A semana que passou foi de muitas novidades na Vila da Aventura pelos Mares do Mundo, com a chegada dos primeiros barcos participantes da regata transatlântica Jacques Vabre.



Muitas pessoas estão visitando e conhecendo as atrações que acontecem no Centreventos de Itajaí e a equipe de redatores do Aprendiz de Marinheiro, composta por alunos do Ensino Médio do Colégio Salesiano Itajaí, visitou a vila para conferir de pertinho o que o público está achando das atrações e da aventura.

A galera pequena está curtindo de montão. A exposição de brinquedos organizada pelo SESC, as brincadeiras no pula-pula, pintura no rosto, o planetário e o cinema 3 D fazem a alegria da garotada. Sem falar na minicidade, chamada de Marejópolis, que atrai adultos e crianças.

Durante a semana, escolas da rede pública e privada de Itajaí e região estão visitando a vila com monitores que orientam as brincadeiras, explicam as atrações e coordenam as visitas para que os estudantes possam participar de muitas atividades. A ideia é que as turmas conheçam o evento e sejam multiplicadoras das informações que recebem. Com certeza, a visita é uma verdadeira aula-passeio!


A equipe de redatores também visitou a feira de artesanato e serviços que acontece no segundo piso do Centreventos. Lá puderam conhecer um pouco mais dos trabalhos desenvolvidos por ONGs e associações que se dedicam a cuidar do meio ambiente e incentivar o esporte e a cultura. Um espaço de muita informação e aprendizagem e que vale a pena visitar.

Nas entrevistas, a turma conheceu famílias vindas de outras cidades como Balneário Camboriú, Penha, Piçarras, Pomerode e Blumenau. Todos vieram prestigiar essa grande festa dos mares, sinal de que nossa cidade está sendo mais conhecida pelos seus atrativos, belezas naturais e pela grande aventura que a Jacques Vabre proporciona.

Nesta semana, a festa se torna completa com a chegada de novos barcos e a realização da minirregata que sai de Itajaí e vai até Piçarras. Aproveite para curtir e se alegrar com sua família e amigos.

Uma feira de arte, dedicação e serviços


Camila Medeiros, 17 anos

Para quem já foi até a Vila da Regata durante esta semana, deve ter ficado de olho nos barcões que já chegaram. Barcos que impressionam pelo tamanho, e pela condição de aventura que eles vivenciaram durante a travessia oceânica.

Mas a Vila da Regata não é só barcos e velejadores, há também um espaço reservado para que associações e entidades exponham seus trabalhos e mostrem ao público os serviços que prestam à comunidade.


Ao entrar no Centreeventos, você vai se deparar com uma grande feira de negócios no piso inferior. São lojas, imobiliárias, empresas do ramo têxtil e de decoração que expõem seus produtos com o objetivos de expandir negócios e tornar sua empresa ainda mais conhecida.

Mas não pense que a feira se resume ao piso inferior do centro de convenções. Ao subir as escadas você vai se deparar com um mundo diferente de serviços e produtos organizado por instituições e entidades que não visam lucro e sim buscam realizar um trabalho voltado para a comunidade.

Trabalhos sociais voltados para a comunidade

Para deixar o espaço ainda mais bonito, escolas da cidade encaminharam esculturas feitas de material reaproveitado, demonstrando a preocupação de estudantes e professores com a preservação ambiental. “Esta proposta tinha como objetivo mostrar os diferentes ambientes marinhos dos cinco oceanos do globo,” explica Camila Medeiros, estudante e membro do Laboratório de Educação Ambiental do Salesiano.

Além das exposições organizadas por alunos, há também estandes com informações de associações culturais, ambientais e esportivas como o Grupo de Escoteiros do Mar Almirante Tamandaré, a Associação Náutica de Itajaí, o Instituto Caracol e Univali.


Além disso, uma feira de artesanatos típicos da região como pano de pratos, cerâmica, bijuterias e artigos decorativos fazem parte da exposição. Os produtos são comercializados a preços acessíveis e todo o lucro é dividido entre os expositores e investido em novos produtos. Não deixe de conhecer o importante trabalho desenvolvido pelas entidades e os serviços para a vida social e econômica da cidade.

Diversão e conscientização

Ianca Hass Reinert, 16 anos e Sabrina Kressin, 16 anos

Um cidadão de verdade se constrói desde pequeno. Ao educar uma criança hoje, é preciso estar atento para ensinar-lhe regras de convivência desde cedo. Esta é uma maneira de transformar o futuro da sociedade.

Um belo exemplo é a Marejópolis, na Vila da regata, uma pequena cidade que ensina as leis de trânsito para as crianças, transformando um ‘’mundo sério’’ em uma brincadeira educativa e divertida.

Ao chegar na Marejópolis, as crianças passam por uma aula sobre as leis de trânsito, em seguida tiram sua carteira de motorista, e depois começam a diversão, passeando de bicicleta pela minicidade e aplicando o conhecimento que obtiveram durante a aula. Ciana Borchardt, mãe de Lucas Tische, de 11 anos, e que tirou sua carteira de motorista, achou muito legal a iniciativa. “Estou achando um barato, fiquei curiosa. A garotada fixa e pega no pé da família. Ajuda as crianças a serem bons cidadãos desde pequenos”.

Mas antes de dirigir sua bicicleta no meio da minicidade, a garotada passa por umas aulinhas sobre leis de trânsito, placas e sinalização. Depois fazem sua carteira de motorista e aí sim estarão “habilitados” para brincar ao volante. São feitas cerca de 500 carteiras de motorista por dia.

Brinquedos de todo o mundo

Outra atração é a feira do Sesc, muito visitada por crianças e adultos. Segundo a coordenadora Amanda Michnoski, o projeto tem como objetivo resgatar as brincadeiras perdidas com o tempo e fazer a interação com os pais e os filhos. Na grande variedade , temos ‘’os jogos de todo mundo’’ que são vários tabuleiros com brincadeiras, separados por faixas etárias. A feira do Sesc já recebeu em média seis mil crianças em uma semana de evento.

Já para Leticia Guterres Portalt, mãe e professora, os jogos alternativos são muito importantes, pois além de ajudarem na lógica e equilíbrio das crianças, ensinam a respeitar as regras e a parceria, já que não se pode jogar sozinho.

O evento conta também com o cinema 3D, uma das atrações mais procuradas pelo público infantil. Além da diversão, fala-se sobre sustentabilidade, fundamental para os dias em que vivemos, que é também uma proposta da regata Transat Jacques Vabre.

Histórias e mais histórias

Sabrina Kressin, com colaboração da jornalista e escritora Dani Garcia

A equipe de reportagem do Aprendiz de Marinheiro, durante visita de trabalho na Vila da Aventura, pôde participar de um momento muito especial voltado para a literatura.

Organizado pelo Instituto Caracol de Navegantes, o espaço Aventura das Palavras, no segundo piso do Centreventos, recebe, diariamente, escritores de toda a região para um papo e boas histórias.

Na noite do dia 20 de novembro, participamos do encontro dos escritores de Penha e Piçarras, com o contista Jaime Schmitt da Luz, a professora e historiadora Rosa Tesser e a jornalista e escritora infantil Dani Garcia.

Foi um papo descontraído com a apresentação de seus livros sob a mediação do coordenador Cristiano Moreira. Participaram ainda vários escritores e a comunidade que visita o espaço. Todos os dias, até o dia 1º de dezembro, o espaço terá contação de histórias, apresentação de escritores da região e feira do livro.

Jornalista do DIARINHO conta sua experiência na França

A jornalista do DIARINHO, Karine Mendonça, está toda feliz pela oportunidade que teve em viajar para a França e cobrir a regata Jacques Vabre lá do outro lado do Oceano Atlântico.

Karine é estudante de jornalismo e venceu um concurso de reportagem organizado pela regata francesa. Como prêmio, ela ficou quase um mês junto com os velejadores e jornalistas do mundo todo trabalhando na cobertura do evento. A sua colega de curso e de trabalho, Raquel Cruz, também enviou uma reportagem que ficou em segundo lugar, e pôde ir para a França como prêmio.

Karine venceu o concurso com a reportagem intitulada “Remanescentes da tribo Içá-Mirim zelam pela sobrevivência da própria história”, onde registra a presença de indígenas aqui da região em terras francesas e conta como vivem atualmente.

“ Minha função lá na França era atualizar as redes sociais da regata em língua portuguesa. Participava das reuniões de pauta, que eram sempre em francês, e tinha que correr atrás para traduzir e repassar a informação,” conta a jornalista, que agora conta as histórias da regata aqui do Brasil.

Experiência e aprendizado

Conversando com a Karine, ficamos curiosos para saber como é morar e estudar fora do país e se essa é uma experiência válida. “É uma experiência que vale muito a pena, além de conhecer outros lugares, a gente aprende a cultura e volta com vontade de viajar de novo. Quem puder deve passar por essa experiência”, conta a jornalista.

Visitantes avaliam a festa dos mares

Um atrativo para todas as idades. Assim é possível definir essa nova versão da Marejada, que traz muitas atrações para Itajaí. Além da regata Jacques Vabre, feiras e exposições, o público ainda pode conferir a gastronomia e lazer para a garotada, jovens e adultos.

Mas o que será que os visitantes estão achando deste evento? A turma do Aprendiz de Marinheiro foi perguntar para as pessoas que passam pela Vila da Aventura sobre o que viram e o que ainda pode melhorar.

Para o visitante Flávio Augusto da Cruz, o evento está bem organizado e deve ser tão marcante quanto foi a Volvo Ocean Race. “Só acho que a cidade precisa de mais divulgação turística, tenho minhas dúvidas se a regata foi bem divulgada, muita gente que conheço não estava sabendo,” conta Flávio. Ele observa ainda que o preço dos alimentos está um pouco caro.

Pais e mães contentes com as atrações

O público infantil parece que é o mais contente e satisfeito. Brinquedos, pinturas no rosto, cinema, planetário e minicidade fazem a festa para a garotada cheia de energia.

A jornalista Giselle Gelinsky, mãe do Paulo Ricardo, de um ano, e Emanuelle, de quatro, está muito satisfeita com as atrações para seus filhotes. “Estou achando bem bacana a quantidade de brinquedos e atividades que as crianças têm para aproveitar. Vejo os monitores atenciosos e cuidadosos, tudo está bem limpo e organizado, e parece que está melhorando a cada ano”.

A pequena Carolina Schneider Bodelón, de oito anos, está achando tudo muito legal. “ Eu já vi os barcos grandes e achei muito bonito, agora vou no planetário para saber sobre as coisas do planeta”. Sua irmã, Júlia Gabriela Schneider Bodelón, de apenas cinco anos, adorou brincar na minicidade e até tirou carteira de motorista. “Minha avó, que tem 74 anos, também tirou sua primeira carteira de motorista hoje” conta a pequena, sorrindo para a vovó.

Lugar de encontro, cultura e arte

Jaime Schimitt da Luz, escritor da prainha de São Miguel, veio ao evento pela primeira vez para participar de um encontro de escritores. Ele achou interessante a ideia de unir várias cidades da região em temas importantes como cultura e meio ambiente. “ Eu estou achando bem organizado, não participei das outras vezes, mas acho que está bonito,” opina Jaime da Prainha, como é conhecido.

A jornalista e escritora Dani Garcia, que mora em Piçarras, concorda que a ideia de unir outras cidades é bem interessante. “Piçarras, este ano, está comemorando 50 anos e haverá uma minirregata que sairá daqui e vai até a nossa cidade, incentivando as pessoas a virem até Itajaí para prestigiar o evento”, conta.

A Aventura pelos Mares do Mundo segue até o dia 1º de dezembro. Até lá, muitos barcos ainda estão para chegar, além de shows, gastronomia e diversão.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






3.239.91.5

Últimas notícias

Futebol

Palmeiras bate o Vitória em Salvador

Estreia

Corinthians e Atlético-MG ficam no 0 a 0

Futebol

Em jogo de pênaltis polêmicos, Flamengo vence o Atlético-GO

Brasileirão

Vasco estreia com vitória contra o Grêmio

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

Bebê é resgatado com queimaduras de incêndio em BC

DESTAQUE 

Catarinense é capa da Vogue Brasil

Luto

Balneário Piçarras perde a ministra da eucaristia Norma Albano

Base forte

Itajaí fica com o bronze na Taça Sul de handebol da categoria cadete

Missão no exterior

Comitiva bolsonarista articula com os EUA punições ao Brasil

Assaltos à mão armada

Bandidos atacam vítimas na saída de supermercados da região



Colunistas

Coluna Esplanada

Insatisfação na Eletrobras

JotaCê

Coronel Pavan tem novo aliado deputado

Na Rede

Agroboy mais gato dos EUA, última casinha de BC e romance no ar: confira os destaques das redes do DIARINHO

Histórias que eu conto

Armação da infância I

Coluna do Ton

Parabéns Ale

Mundo Corporativo

Dicas para líderes desorientados e equipes perdidas

Via Streaming

Um lugar ao sol

Gente & Notícia

Neia capitaneou noite só para elas

Foto do Dia

Pintura ensolarada

Ideal Mente

A importância da comunicação no cuidado

Show de Bola

Final do Catarinense

Direito na mão

Revisão da aposentadoria: oportunidade de aumentar o valor mensal

Coluna Exitus na Política

Janelas fechadas

Jackie Rosa

Simplesmente Gisele

Coluna Fato&Comentário

Coleção bicentenário: a construção da Matriz

Coluna Existir e Resistir

Bloquinho do Sebastião Lucas resgatando e revivendo os saudosos carnavais

Empreender

Balneário Camboriú atrai cada vez mais clientes do eixo sudeste

Artigos

Aniversário da praça dos Correios



TV DIARINHO






Especiais

Missão no exterior

Comitiva bolsonarista articula com os EUA punições ao Brasil

NA ESTRADA COM O DIARINHO

6 lugares imperdíveis para comprinhas, comida boa e diversão em Miami

Elcio Kuhnen

"Camboriú vive uma nova realidade"

140 anos

Cinco curiosidades sobre Camboriú

CAMBORIÚ

R$ 300 milhões vão garantir a criação de sistema de esgoto inédito 



Blogs

Blog da Jackie

Catarinense na capa da Vogue

A bordo do esporte

Fórmula E: Alemão vence na Itália e assume a ponta do Mundial dos Carros Elétricos

Blog do JC

Palavra é tudo!

Blog da Ale Francoise

Lanchinho do bem!

Blog do Ton

Amitti Móveis inaugura loja em Balneário Camboriú

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Entrevistão Ana Paula Lima

"O presidente Lula vem quando atracar o primeiro navio no porto”

Carlos Chiodini

"Independentemente de governo, de ideologia política, nós temos que colocar o porto para funcionar”

Osmar Teixeira

"A gestão está paralisada. O cenário de Itajaí é grave. Desde a paralisação do Porto até a folha sulfite que falta na unidade de ensino”

Omar Tomalih

“Balneário Camboriú hoje é o município que está com o maior controle, com o menor número de notificações de casos de dengue”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação