Matérias | Geral


Itajaí

Corrida na domingueira leva galera às ruas de Itajaí

Atletas amadores participaram da corrida de abertura da temporada

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Foi dada a largada para os Eventos de Verão de Itajaí. Posicionados em frente ao Centreventos, 135 atletas participaram da 1ª corrida de rua da city peixeira no domingo de manhã. Corredores de todas as partes da Santa & Bela pintaram por aqui pra participar do desafio de cinco e 10 quilômetros. Todos os participantes ganharam medalha simbólica, mas os três primeiros colocados das categorias feminino e masculino levaram, além de troféu, premiação em dinheiro.

Antes de iniciar a corrida pelo centro de Itajaí, a pequena Vitória de Camargo Martins, 13 anos, já se aquecia. Depois de competir no de Triahtlon de Jurerê Internacional neste ano, ela se sentia pronta para mais um desafio. A garota participou na categoria com atletas de 16 anos a 19 anos. “Eu procuro manter o ritmo durante toda a prova e acelerar nos últimos metros para reduzir o meu tempo”, comenta.

Com treinos diários, a menina é atleta junto com a irmã de 12 e outra de 18, que tem paralisia cerebral e encontrou no esporte uma forma de viver melhor. A família tá sempre junta nas competições ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


Antes de iniciar a corrida pelo centro de Itajaí, a pequena Vitória de Camargo Martins, 13 anos, já se aquecia. Depois de competir no de Triahtlon de Jurerê Internacional neste ano, ela se sentia pronta para mais um desafio. A garota participou na categoria com atletas de 16 anos a 19 anos. “Eu procuro manter o ritmo durante toda a prova e acelerar nos últimos metros para reduzir o meu tempo”, comenta.

Com treinos diários, a menina é atleta junto com a irmã de 12 e outra de 18, que tem paralisia cerebral e encontrou no esporte uma forma de viver melhor. A família tá sempre junta nas competições, pra aplaudir de pertinho. A mãe, Joelma de Camargo Martins, 40, acredita que o esporte influencia no comportamento e faz toda a diferença na adolescência.



Cláudio Tiago de Souza, 55 anos, faz parte de uma família de atletas blumenauenses. São 10 irmãos competindo em todo o estado de forma amadora e por amor ao esporte. A herança veio do pai, e agora eles tentam engajar a geração mais nova também no esporte. No entanto, reconhece que os tempos mudaram. Cláudio lembra que quando começou, os atletas eram movidos por pura paixão. Não mediam esforços para estar nas competições. Hoje, o bolso fala mais alto. “Se não tem patrocínio, também não tem atleta que se dedique”, comenta. E é nesse entrave que esbarram os sobrinhos de Cláudio. Ele não tem filhos, mas tenta incentivar os pequenos a competir. Somente dois sobrinhos seguem firme na carreira e também vieram para Itajaí, junto com cinco irmãos de Cláudio e duas cunhadas.

O alemón treina diariamente desde 1979. Sempre correndo na rua, Cláudio precisou mudar a estratégia de treinos depois de ser atropelado, em 2005. Por isso, os irmãos construíram a própria pista de treino. Domingo, em Itajaí, ele competiu na categoria de 10 quilômetros. Servidor público e tendo o atletismo como hobby, Cláudio leva o esporte a sério, como profissional. “Isso é uma paixão, é uma sensação única. Praticamente todas as semanas eu participo de alguma competição”, revela.

Já com menos experiência e tradição esportiva, a paranaense e médica veterinária Francielle Marchetti, 34, tava empolgada para a primeira competição. Morando há alguns meses em Itajaí, a guria corre todos os dias pela Beira-Rio pra manter a forma. Com a resistência disciplinada, ela soube da competição e ficou faceira pra concluir a prova, independe da colocação. “Eu vou devagarinho e vou chegar até o fim. Esta é a minha primeira prova e será emocionante”, comenta.


Resultados

Entre as mulheres, havia cinco categorias. Todas as participantes ganharam medalha, e as cinco primeiras colocadas voltaram pra casa com um troféu. No entanto, só receberam premiação em dinheiro as três colocadas gerais da prova. Na disputa de 10 quilômetros, o lugar mais alto no pódio ficou pra Rosangela Gavinski, que levou R$ 300 pra casa. Em segundo lugar ficou Lilian Leonel de Lima (R$ 200), e quem garantiu a medalha de bronze e R$ 150 foi Carolina da Conceição.

Na prova de cinco quilômetros, quem levou a melhor foi Maristela Aparecida da Cunha, com o tempo de 19min3s. O segundo lugar ficou com Joyce Maciel e o tempo e 21min8s. A terceira colocação foi pra Ana Rúbia C. da Silva, que completou a prova em 21min35s. Nesta categoria, a premiação foi de R$ 150, R$ 100 e R$ 80, respectivamente.

Já no masculino, os três primeiros colocados dos 10 quilômetros foram Adilson Arthur Dolberth (31min10s), Alessandro de Souza (31min27s) e José Eraldo de Lima (31min32). Nos cinco quilômetros, os campeões foram, na ordem, Carlos Alexandre F. Moura (15min15s), Marcelo Pasqualine (15min50s) e Leonardo Meira (16min3s).

Atividades de verão


Esta foi a primeira prova de uma série de atividades que seguem até o final de janeiro. Vão rolar competições de futevôlei, handebol, ginástica na praia e outras atrações mais curiosas. Atividades como voleibol sentado e banho de mar vão promover a integração dos deficientes físicos. A fundação de esportes tá finalizando o processo licitatório para comprar cadeiras de praia adaptadas e vai oferecer, todos os finais de semana, a partir de 11 de janeiro, mergulhos guiados para os deficientes. A atividade rola na praia do Molhe.

Já quem quiser desenferrujar o esqueleto, a partir de 3 de janeiro vão rolar aulas de ginástica na praia de Cabeçudas. Os encontros serão sempre às 19h30. A fundação ainda estuda a possibilidade de oferecer aulas também pela manhã. Já pra quem curte uma pescaria, pode participar da competição de Pesca de Arremesso. A prova rola em duplas. Vence quem pescar mais quilos de pescados.

De acordo com o superintendente da fundação Municipal de Esportes, Fabrício Marinho, o objetivo é oferecer à comunidade uma ocasião de se relacionar com o esporte. “Não precisa ser atleta; todo o mundo vai ter a chance de participar, se exercitar e se divertir”, garante.





Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






3.227.240.72

Últimas notícias

Brasileirão

Criciúma arranca empate com o Galo em Minas

Futebol

Internacional vence o Palmeiras e segue 100% no Brasileiro

jiu-jitsu

Lutadores de Piçarras conquistam medalhas

Copa do Brasil

Brusque pega o Galo; Criciúma enfrenta o Bahia

hora H

Hyndai apresenta Nexo, o carro movido a hidrogênio

HEY JUDE!

Balneário Camboriú tem nesta quinta espetáculo em homenagem aos Beatles

PORTO BELO

Vítima fatal de acidente de trânsito é corretora de imóveis

Jogão

Real Madrid elimina o City e pega o Bayern na semifinal

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

Mustang celebra 60 anos de lançamento e fabricação ininterruptas

BRASIL

PF suspende novos passaportes após suspeita de ataque hacker



Colunistas

JotaCê

Univali nos States

Coluna Esplanada

Fila contida

Gente & Notícia

Dudinha em Londres

Ideal Mente

E quem cuida de quem cuida?

Direito na mão

Trabalho sem carteira assinada conta para aposentadoria?

Show de Bola

Empréstimos feitos

Via Streaming

Visões de uma guerra de interesses

Na Rede

Agroboy mais gato dos EUA, última casinha de BC e romance no ar: confira os destaques das redes do DIARINHO

Histórias que eu conto

Armação da infância I

Coluna do Ton

Parabéns Ale

Mundo Corporativo

Dicas para líderes desorientados e equipes perdidas

Foto do Dia

Pintura ensolarada

Coluna Exitus na Política

Janelas fechadas

Jackie Rosa

Simplesmente Gisele

Coluna Fato&Comentário

Coleção bicentenário: a construção da Matriz

Coluna Existir e Resistir

Bloquinho do Sebastião Lucas resgatando e revivendo os saudosos carnavais

Empreender

Balneário Camboriú atrai cada vez mais clientes do eixo sudeste

Artigos

Aniversário da praça dos Correios



TV DIARINHO


O trecho do viaduto da duplicação da BR 470 com a BR 101 será inaugurado nesta quinta-feira pelo Ministro ...





Especiais

NA ESTRADA COM O DIARINHO

6 lugares imperdíveis para comprinhas, comida boa e diversão em Miami

Elcio Kuhnen

"Camboriú vive uma nova realidade"

140 anos

Cinco curiosidades sobre Camboriú

CAMBORIÚ

R$ 300 milhões vão garantir a criação de sistema de esgoto inédito 

Legado de amor

Dona Maricotinha, aos 95 anos, tem a vida pautada pela família, religião e dedicação ao próximo



Blogs

A bordo do esporte

Biografia de Robert Scheidt vem aí

Blog da Ale Francoise

Cuidado com os olhos

Blog do JC

Vereador Fábio Negão siscapa da cassação

Blog da Jackie

Catarinense na capa da Vogue

Blog do Ton

Amitti Móveis inaugura loja em Balneário Camboriú

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Entrevistão Ana Paula Lima

"O presidente Lula vem quando atracar o primeiro navio no porto”

Carlos Chiodini

"Independentemente de governo, de ideologia política, nós temos que colocar o porto para funcionar”

Osmar Teixeira

"A gestão está paralisada. O cenário de Itajaí é grave. Desde a paralisação do Porto até a folha sulfite que falta na unidade de ensino”

Omar Tomalih

“Balneário Camboriú hoje é o município que está com o maior controle, com o menor número de notificações de casos de dengue”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação