Matérias | Geral


Itajaí

Magrelas elétricas podem ser usadas de boa

Resolução regulamenta o uso das zicas pra quem tem preguiça de pedalar

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Desde sexta-feira está liberada a circulação de bicicletas elétricas em ciclovias, ciclofaixas, acostamentos e bordas de ruas dos municípios brazucas. A liberação veio com a resolução 465 do conselho Nacional de Trânsito (Contran). Com a nova medida, as zicas elétricas não são mais comparadas aos ciclomotores, por isso tão dispensadas da obrigatoriedade de emplacamento e os ziqueiros eletrizados não precisam mais da carteira de habilitação. Outros equipamentos motorizados com duas rodas também estão liberados.

A resolução é de 27 de novembro, mas entrou em vigor na sexta-feira, 13, quando foi publicada no diário Oficial da União. Agora as zicas elétricas não precisam mais ter registro nem seguro obrigatório ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


A resolução é de 27 de novembro, mas entrou em vigor na sexta-feira, 13, quando foi publicada no diário Oficial da União. Agora as zicas elétricas não precisam mais ter registro nem seguro obrigatório, e os ziqueiros não necessitam de carteira de habilitação pra guiar as magrelas. No entanto, para circular em vias públicas, os condutores têm que ficar espertos.

As zicas deverão ter potência máxima de 350 watts, velocidade de até 25 quilômetros por hora, campainha, sinalização noturna dianteira, traseira e lateral, espelhos retrovisores nos dois lados, velocímetro e pneus em bom estado. Elas não podem ter dispositivos que aumentem a potência, como aceleradores, e o motor pode funcionar apenas quando o ciclista pedalar. Além disso, o uso do capacete é obrigatório.



A resolução também permite a circulação dos chamados equipamentos de mobilidade individual autopropelidos, que são meios de locomoção com propulsão própria. Neste ponto, a nova regra é confusa e não diz quais veículos podem. Apenas é especificado que as geringonças elétricas devem ter o tamanho igual ou menor ao de uma cadeira de rodas motorizada, possuir campainha, sinalização noturna e velocímetro, pois a velocidade máxima permitida ao equipamento é de 20 km/h nas ciclovias e ciclofaixas e 6 km/h em zonas de circulação de pedestres.

Nesse ponto, o papéli confunde até as otoridades de trânsito. Para a polícia Militar (PM), devem ser permitidos, neste caso, cadeiras de rodas, patinetes e skates elétricos. “A resolução não está muito clara neste aspecto, mas acreditamos que volte a valer todos os veículos que sejam menores ou iguais às cadeiras de rodas e obedeçam às exigências de velocidade”, afirma o aspirante Rafael Zancanaro, do 12º batalhão da PM.

Para o gestor do fundo Municipal de Trânsito de Balneário Camboriú, Jaime Mantelli, a nova regra só vale para cadeiras de rodas motorizadas e segways, aqueles carrinhos de duas rodas que os meganhas usam por aí. “Patinete não entra em nenhuma das categorias, não podendo ainda circular pelos espaços públicos”, contraria.


Para fiscalizar o uso correto dos veículos motorizados, a PM afirma que vai se reunir com as prefas. “A gente vai ainda se sentar e discutir com a prefeitura pra ver como vai ser feita a fiscalização. Como é algo muito novo, o pessoal da polícia ainda está se adaptando, assim como as pessoas”, afirma Zancanaro.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






3.236.225.157

TV DIARINHO


O domingo chuvoso e de frio não tirou a disposição dos pescadores que participaram do 4º Arrancadão ...



Podcast

Inflação e alta na taxa de juros

Publicado 06/08/2022 14:47



Especiais

Saúde

Salsicha, hambúrguer e nugget: pesquisa identifica agrotóxicos em alimentos

famoso

Garçom há 30 anos, Claudinho ama BC

Diversidade religiosa

Mestre Marne quebrou tabus para defender a fé nos orixás

conexão

Networker aproxima Balneário Camboriú das celebridades

Sem medo do trabalho

Dona Terezinha toca uma confecção aos 84 anos



Blogs

A bordo do esporte

Seleção Brasileira de Vela inicia treinos para SSL na Suíça

Blog do JC

Isaque Borba

Blog Doutor Multas

Desentupidora de pia em Moema: chegada rápida, orçamento sem compromisso e garantia no desentupimento

Blog do Ton

O Segredo dos Tubarões

Blog da Ale Francoise

Inclua inhame no seu dia!

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW



Entrevistão

Gabriela Kelm do Nascimento

“A maioria entende que o calçadão da Hercílio Luz deve permanecer porque foi um ganho para a cidade ”

Normélio Weber

"O Hermeto Pascoal vai estar ali. O Toquinho vai estar aqui. O Brasileirão, de Curitiba... Vai estar Chico César...”

Cláudio Werner

“O nosso clube é um formador de atleta olímpico”

Willian Cardoso, o Panda

"Saquarema provavelmente vai ser meu último mundial, aí eu vou estar focado no brasileiro”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação