Matérias | Geral


Itajaí

Homem é encontrado morto em casa depois de passar três dias sem dar as caras

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

“Vai tomar banho, seu porco”. Ditas em um tom de brincadeira pela vizinha Marta Beatriz Gomes, 33 anos, essas foram as últimas palavras que Edênis Paulo Cardoso, 47, o popular Nêne, ouviu. Ele foi encontrado morto na manhã de ontem, caído de bruços, na varanda dos fundos da casa abandonada onde morava, na rua Gercino José Correa, no bairro Cordeiros, em Itajaí. Nêne tava sumido desde a noite de sábado, quando Marta o viu chegando bêbado em casa.

Foi o marido de Marta quem encontrou o corpo sem vida. Ele foi à casa do vizinho depois que o Nêne não deu mais as caras nem apareceu para pedir café da manhã, como costumava fazer. Ao abrir o portão ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


Foi o marido de Marta quem encontrou o corpo sem vida. Ele foi à casa do vizinho depois que o Nêne não deu mais as caras nem apareceu para pedir café da manhã, como costumava fazer. Ao abrir o portão e procurar por ele, o marido de Marta o viu caído no chão, nos fundos da baia, só de cueca.

Com certo grau de retardo mental, ataques epiléticos e a bebedeira, Nêne não trabalhava e vivia com ajuda de vizinhos e da tia, Anita Ventura dos Santos, 64. Parente mais próxima do finado, dona Anita tava muito abalada com a morte do sobrinho. Os dois não se falavam desde sábado, quando ele foi até a baia da tia, na rua Henrique Bianchini, cuidar dos cachorros e entregar uma bíblia para ela. “Tô indo na igreja e não no [bar] Ferreira”, teria dito pra tia, que não conseguiu segurar as lágrimas.



Os dois moravam juntos desde que Nêne tinha 13 anos. Foi ele quem escolheu morar com a tia na city peixeira em vez de viver com os pais em Rio do Sul. Nêne se tornou alcoólatra, por isso mudou-se há cerca de três anos para uma casa abandonada onde pudesse beber em paz. “Eu costumava brigar com ele por causa da bebida”, lembra Anita, com a fala de quem só queria o bem para o sobrinho.

Até o final da manhã de ontem, a causa da morte de Nêne continuava desconhecida. O corpo passou por uma necrópsia durante a tarde e, segundo o IML, não foi possível determinar a causa da morte. Possivelmente, ele teve um enfarte. Os pais de Nêne também estavam vindo de Rio do Sul pra ver o filho pela última vez.

Corpo ficou um tempão no local


Por conta da falta de certeza sobre a causa da morte, um impasse foi criado na hora de recolher o corpo de Nêne. O corpo de Bombeiros, responsável pelo atendimento, solicitou ao IML que viesse recolher o cadáver, mas isso não aconteceu. Como não havia certeza de que a causa da morte teria sido violenta, o IML precisaria que um boletim de ocorrência fosse registrado pra recolhê-lo, senão nada poderia ser feito.

A documentação só ficou pronta final da manhã e, enquanto isso, o corpo de Nêne ficou jogado na baia, que foi isolada pela polícia Militar. A situação preocupou os vizinhos de Nêne, que chegaram a acreditar que o corpo dele ficaria lá jogado. “Eu tô apavorada”, revelou a dona de casa Isabel Maria da Silva, 50. O corpo de Nenê só chegou ao IML quatro horas depois de ter sido encontrado, quando a divisão de Investigação Criminal (DIC) registrou o BO e solicitou o recolhimento do corpo.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






35.168.110.128

TV DIARINHO


Entrevistão com Douglas Costa Beber  - Diretor Geral da Emasa



Podcast

Avalie o que importa

Publicado 13/08/2022 09:56



Especiais

ENTREVISTA

Duda Salabert “Quando uma travesti é eleita, a sociedade inteira avança”

Brasil

Quem está destruindo as unidades de conservação do cerrado

Saúde

Salsicha, hambúrguer e nugget: pesquisa identifica agrotóxicos em alimentos

famoso

Garçom há 30 anos, Claudinho ama BC

Diversidade religiosa

Mestre Marne quebrou tabus para defender a fé nos orixás



Blogs

A bordo do esporte

Maquete eletrônica do Salão Náutico Salvador com o Grand Pavois

Blog da Ale Francoise

Tá com tosse aí?

Blog Doutor Multas

Bafômetro pega vape: verdade ou mito? Entenda de uma vez por todas

Blog do JC

Desencantou

Blog do Ton

Blumenau ganhará o primeiro lounge bar em formato rooftop

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW



Entrevistão

Douglas Costa Beber

"Somos a cidade mais saneada de Santa Catarina e uma das mais saneadas do Brasil”

Gabriela Kelm do Nascimento

“A maioria entende que o calçadão da Hercílio Luz deve permanecer porque foi um ganho para a cidade ”

Normélio Weber

"O Hermeto Pascoal vai estar ali. O Toquinho vai estar aqui. O Brasileirão, de Curitiba... Vai estar Chico César...”

Cláudio Werner

“O nosso clube é um formador de atleta olímpico”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação