Matérias | Esporte


Itajaí

Cartolas e MP assinam o TAC dos estádio

Termo de Ajuste de Conduta dá novos prazos pros laudos e promete mais rigor pelos próximos dois anos

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Pra evitar a velha correria pra liberar estádio e ter jogo sendo cancelado minutos antes do seu início por ordem da dona justa, o Ministério Público e o topo da cartolagem do futebol da Santa & Bela se reuniram na tarde de ontem, na Capital Manezinha, pra assinar o termo de Ajustamento de Conduta (TAC) pro Catarinão 2014.

Estavam lá pra assinar os papélis os presidentes da SCClubes Wilfredo Brillinger, da federação Catarinense de Futebol (FCF) Delfim Pádua Peixoto Filho e os promotores de Justiça do MP Eduardo Paladino ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


Estavam lá pra assinar os papélis os presidentes da SCClubes Wilfredo Brillinger, da federação Catarinense de Futebol (FCF) Delfim Pádua Peixoto Filho e os promotores de Justiça do MP Eduardo Paladino e Marcelo Zanelatto. O documento também foi avalizado pelos presidentes dos 10 clubes que disputarão a série A do ano que vem. O TAC vem sendo costurado desde o final do estadual deste ano, que bateu recorde de problemas e teve sua redação final aprovada semana passada, depois de várias reuniões envolvendo as três instituições.

Com 16 páginas, o documento define as obrigações dos clubes e da FCF e as cláusulas penais. Os clubes terão até o dia 26 de dezembro pra entregar, junto à federação, os laudos de aprovação de seus estádios. A federação, por sua vez, terá até sete de janeiro pra protocolar os laudos no Ministério Público, que depois faz o repasse pras cidades onde ficam os estádios. São as citys que vão ficar diolho pra ver se as recomendações e mudanças que forem exigidas serão feitas. O prazo para 2014 é apertado, mas pra 2015 foi aprovado um tempo maior pra entrega dos laudos: 65 e 60 dias, respectivamente. “O TAC é um pacto pela segurança dos nossos torcedores e significa a união dessas três entidades pelo bem do futebol catarinense”, discursou Brillinger, da associação de clubes.



Delfim aproveitou a oportunidade pra avisar que não vai dar moleza. “Os clubes que não tiverem todos os laudos prontos no prazo acordado não poderão jogar em seus estádios e terão que mudar as partidas pra outra praça”, afirmou o presidente da FCF, que no congresso técnico da série B, antes de dizer que gostaria de enfiar o microfone num lugar meio apertado dos radialista, disse que não vai aceitar jogo com portões fechados. Ontem ele voltou atrás e, em entrevista, cogitou a possibilidade de jogos com portões fechados quando não houver nenhum campo liberado por perto. Junto com os laudos, os clubes terão que preencher um formulário criado pelo MP pra facilitar a compreensão da situação dos estádios e o que tem que ser melhorado.

Laudos necessários:

* Segurança (polícia civil)


* Vistoria de engenharia (CREA-SC)

* Combate e prevenção de incêndios (bombeiros)

• Higiene e de condições sanitárias (vigilância sanitária)

Marinheiro chora, ameaça e ganha R$ 65 mil a mais de dindim de TV

Não foi tão calma assim nem ficou restrita aos laudos de liberação de estádio a reunião da tarde de ontem da associação dos Clubes da Santa & Bela. A divisão do dindim da TV foi o assunto mais polêmico e de discussões mais encaloradas do encontro. “Brigamos, xingamos, queriam me matar”, brincou o presidente do Marinheiro, Marlon Bendini, ao telefone. Depois de muita discussão, ficou definido que Marcílio Dias e Brusque, os dois clubes que vêm da Segundona, vão levar R$ 65 mil a mais do que o programado.


Quem levou o assunto pra reunião foi o próprio presidente do Marinheiro, que tava revoltado com a verbinha de R$ 140 mil dos quatro milhões pagos pela RBS TV pelos direitos exclusivos de transmissão do campeonato catarina. “Não vim aqui pra receber esmola. Falei que ou aumentavam o valor ou ficavam com o dinheiro”, esbravejou Marlon. Depois de muito berreiro e ameaças, a federação Catarinense de Futebol (FCF) e os oito clubes que disputaram a série A no ano passado e que, portanto, recebem bem mais, decidiram dar uma força pra Marcílio e Brusque.

A FCF abriu mão de R$ 50 mil do dindim que receberia e vai dividir esse valor entre as duas equipes separadas pela rodovia Antonio Heil. Já os clubes abriram mão de R$ 10 mil cada, passando metade pra cada um. Assim, Marcílio e Brusque passam a receber R$ 65 mil a mais, ou seja, R$ 205 mil por toda a competição. Marlon garante que segue insatisfeito. “Queria, pelo menos, R$ 100 mil a mais”, lasca. Ele ainda conseguiu que fosse colocado na ata da reunião que, no próximo ano, os clubes vão se reunir pra discutir uma nova divisão dos valores. Hoje, eles são divididos em quatro grupos: os “grandes” (Avaí, Figueira, JEC e Tigre), a colonada da Chapecoense, os pequenos que não caíram e a dupla que subiu da Segundona




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






44.197.230.180

Últimas notícias

ENTREVISTA

Duda Salabert “Quando uma travesti é eleita, a sociedade inteira avança”

Penha

Polícia Civil investiga morte de criança de três anos

Segunda divisão

Semifinalistas serão definidos neste sábado

Agenda

Confira a agenda deste final de semana

NAVEGANTES 

Motociclista morre em acidente na BR 470

Série A

Corinthians e Palmeiras se enfrentam em “decisão” pelo título

Entrada gratuita

Itajaí Vôlei estreia em casa no Catarinense

Futebol na praça

Final da Copa Pesqueira acontece neste sábado na Beira Rio

Balneário Camboriú

Apagão causa bate-boca público entre vereador e gerente da Celesc

Tudo filmado

Tudo filmado: Mercedes “frita pneu” em plena Osvaldo Reis



Colunistas

JotaCê

MDB reunida

Jackie Rosa

Família Pereira comemora boa fase do grupo Fort

Clique diário

Itajaí vista do alto

Instituto Ion | Informando e Inovando

Inovação da tecnologia

Canal 1

Assim como a TV Conmebol, futuro do canal Combate é duvidoso

Na Rede

Se liga nas matérias que foram destaque nas redes do DIARINHO

Via Streaming

“Westworld”

Coluna Esplanada

Custo Brasil

Gente & Notícia

Lançamento da Absoluta no Iate Clube Cabeçudas

Vinicius Lummertz

Santa Catarina: as melhores cidades, PIB nas alturas. Por quê?

Coluna do Janio

Polêmica do estádio

Coluna Exitus na Política

Agora, o eleitor

Coluna do Ton

Festinha

Coluna Fato&Comentário

Antonico Ramos e o sonho do vigia

Artigos

Cenas para mudar o cenário

Coluna Tema Livre

Não é fácil ser mulher



TV DIARINHO


Entrevistão com Douglas Costa Beber  - Diretor Geral da Emasa





Especiais

ENTREVISTA

Duda Salabert “Quando uma travesti é eleita, a sociedade inteira avança”

Brasil

Quem está destruindo as unidades de conservação do cerrado

Saúde

Salsicha, hambúrguer e nugget: pesquisa identifica agrotóxicos em alimentos

famoso

Garçom há 30 anos, Claudinho ama BC

Diversidade religiosa

Mestre Marne quebrou tabus para defender a fé nos orixás



Blogs

A bordo do esporte

Salvador (BA) se une ao Salão Náutico Grand Pavois para edição brasileira em 2023

Blog Doutor Multas

Bafômetro pega vape: verdade ou mito? Entenda de uma vez por todas

Blog do JC

Desencantou

Blog do Ton

Blumenau ganhará o primeiro lounge bar em formato rooftop

Blog da Ale Francoise

Inclua inhame no seu dia!

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW



Entrevistão

Douglas Costa Beber

"Somos a cidade mais saneada de Santa Catarina e uma das mais saneadas do Brasil”

Gabriela Kelm do Nascimento

“A maioria entende que o calçadão da Hercílio Luz deve permanecer porque foi um ganho para a cidade ”

Normélio Weber

"O Hermeto Pascoal vai estar ali. O Toquinho vai estar aqui. O Brasileirão, de Curitiba... Vai estar Chico César...”

Cláudio Werner

“O nosso clube é um formador de atleta olímpico”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação