Matérias | Geral


Itajaí

Troca de presentes de Natal pode mudar de loja pra loja

Substituição de mercadorias só é prevista em lei quando o bagulho tá estragado. Nos outros casos, é o comércio que decide como fazer

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Tamanho grande, pequeno ou simplesmente a estampa que não agrada. Tão tradicional quanto as compras de Natal é a troca de mercadorias depois do dia 25. A única obrigação das lojas é encaminhar produtos estragados para a assistência técnica. No entanto, pra facilitar a vida dos clientes, o comércio costuma negociar a troca de produtos etiquetados e com nota fiscal. Por isso, é preciso ficar ligado na política de cada estabelecimento.

O Papai Noel passou mais cedo na casa de Patrícia da Silveira, 33 anos. Ela ganhou uma batedeira da avó, mas o aparelho não funcionou. Na segunda-feira, tentou trocar o equipamento em Itajaí, mas ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


O Papai Noel passou mais cedo na casa de Patrícia da Silveira, 33 anos. Ela ganhou uma batedeira da avó, mas o aparelho não funcionou. Na segunda-feira, tentou trocar o equipamento em Itajaí, mas não tinha a nota fiscal. Pra não passar pelo aperto de Patrícia, é importante sempre perguntar como funciona a política de troca da loja, se precisa apresentar nota fiscal, etiqueta ou comprovante de pagamento.

Como não há lei que defina essas questões, cada estabelecimento tem liberdade pra adotar os próprios critérios. A única coisa prevista no código de Defesa do Consumidor é que o povão tem 30 dias para reclamar de problemas em produtos não duráveis e 90 dias para itens duráveis, contados a partir da constatação do perrengue.



No caso dos eletroeletrônicos, em Itajaí as lojas costumam trocar produtos estragados sem ter que enviar pra assistência técnica, desde que o cliente compareça na loja dentro de quatro dias após a compra e com a nota da mercadoria. Depois disso não tem jeito, tem que esperar o item voltar do conserto. Caso a loja não queira nem enviar o produto pra assistência técnica, é preciso levar o perrengue pra procuradoria de Defesa do Consumidor (Procon).

A pessoa que ganhou um forninho, por exemplo, mas quer trocar por um liquidificador vai ter que negociar com a loja. A indicação é não retirar o produto da embalagem e manter todos os assessórios de proteção, como plásticos e isopor.

Já a troca de roupas e sapatos é mais simplificada. Se o produto não serviu ou se a pessoa não gostou, basta manter a etiqueta. Quando os clientes apresentam o cupom fiscal, os lojistas ficam mais contentes. Mas é bom não demorar muito pra levar o presentinho de volta. Na city peixeira, as lojas costumam oferecer o prazo de, no máximo, 30 dias pra troca de mercadorias do Natal.


A moradora de Itajaí, Daniele de Fátima Souza, 29, aproveitou a segunda-feira pra comprar os últimos presentinhos. Em cada loja que passava, perguntava como funciona a troca de mercadorias. No entanto, revela que não costuma trocar os presentes que recebe. “Eu só troco mesmo quando não serve, porque é uma trabalheira pras vendedoras. Eu não gosto de trocar por besteira”, opina.

Segundo o procurador da Procon de Itajaí, Rafael Martins, pra não se estressar na troca de presentes, o ideal é tentar resolver a situação na conversa com o lojista. Como as lojas não têm obrigação em trocar quando não há defeito, o consumidor não deve criar caso. O órgão deve ser procurado quando não for respeitado o direito de ter o produto em perfeitas condições.

“Todos os anos, é a mesma história. No caso de produtos eletrônicos, pra não ter que se preocupar com a troca, o importante mesmo é o consumidor testar os itens na compra. Com outros presentes, é preciso negociar diretamente com as lojas”, reforça.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






18.208.126.232

TV DIARINHO


Minuto DIARINHO- Ciclone extratropical deixa rastro na região;- Em Balneário Camboriú, clube flutuante ...



Podcast

Minuto DIARINHO 09/08/2022

Publicado 09/08/2022 20:22



Especiais

Saúde

Salsicha, hambúrguer e nugget: pesquisa identifica agrotóxicos em alimentos

famoso

Garçom há 30 anos, Claudinho ama BC

Diversidade religiosa

Mestre Marne quebrou tabus para defender a fé nos orixás

conexão

Networker aproxima Balneário Camboriú das celebridades

Sem medo do trabalho

Dona Terezinha toca uma confecção aos 84 anos



Blogs

Blog Doutor Multas

Bafômetro pega vape: verdade ou mito? Entenda de uma vez por todas

Blog do JC

Desencantou

Blog do Ton

Blumenau ganhará o primeiro lounge bar em formato rooftop

A bordo do esporte

Seleção Brasileira de Vela faz sessão de treinos contra a Argentina

Blog da Ale Francoise

Inclua inhame no seu dia!

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW



Entrevistão

Gabriela Kelm do Nascimento

“A maioria entende que o calçadão da Hercílio Luz deve permanecer porque foi um ganho para a cidade ”

Normélio Weber

"O Hermeto Pascoal vai estar ali. O Toquinho vai estar aqui. O Brasileirão, de Curitiba... Vai estar Chico César...”

Cláudio Werner

“O nosso clube é um formador de atleta olímpico”

Willian Cardoso, o Panda

"Saquarema provavelmente vai ser meu último mundial, aí eu vou estar focado no brasileiro”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação