Matérias | Geral


Itajaí

Dois aparecem boiando em águas peixeiras

Um deles é o do jovem que se afogou sexta-feira em Cabeçudas. Sargento dos bombeiros diz que guarda-vidas tão super preparados

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Dois corpos foram encontrados no começo da tarde de ontem em Itajaí. O primeiro apareceu em frente ao ferri-bote. O homem é branco, vestia calça de agasalho, regata amarela e azul e uma blusa bege. Ele aparenta ter pouco mais de 40 anos e não tinha nenhuma tatuagem. O defunto não tinha marcas de violência e a suspeita é que possa ter morrido afogado mesmo. Como estava sem documento, foi levado para o IML peixeiro, onde aguarda identificação. Até o final da tarde de ontem, o laudo sobre a causa da morte ainda não tinha sido divulgado.

O segundo corpo apareceu na praia de Cabeçudas. Trata-se de Sandro de Jesus Marques, 21 anos, que estava desaparecido desde a tarde de sexta-feira, quando se afogou em frente ao bar Brasileirinho ...

 

Já possui cadastro? Faça seu login aqui.

Quer continuar lendo essa e outras notícias na faixa?
Faça seu cadastro agora mesmo e tenha acesso a
10 notícias gratuitas por mês.

Cadastre-se aqui



Bora ler todas as notícias e ainda compartilhar
as melhores matérias com sua família e amigos?

Assine agora mesmo!


O segundo corpo apareceu na praia de Cabeçudas. Trata-se de Sandro de Jesus Marques, 21 anos, que estava desaparecido desde a tarde de sexta-feira, quando se afogou em frente ao bar Brasileirinho. Na ocasião os guarda-vidas conseguiram salvar um parente do cara, que estava sendo arrastado junto com ele. O gurizão é natural de Palmas (PR), mas morava com uma tia no Monte Alegre, em Camboriú.

Esse não foi o primeiro a morrer afogado nas praias peixeiras em plena Operação Veraneio, quando cerca de 40 guarda-vidas trampam em Itajaí. No dia de Natal, David Rodrigues Simplício, 47, morreu no canto do Morcego, na praia Brava.



De acordo com o sargento do Corpo de Bombeiros Militares, Sérgio José Bagattoli, as mortes estão diretamente ligadas à falta de respeito à sinalização das correntes de retorno, os conhecidos repuxos. Nesses locais, indicados por bandeiras vermelhas, as ondas não quebram. A aparência é de uma piscina de água salgada, mas é justamente ali que mora o perigo. “É onde acontecem os problemas”, explica. Segundo ele, mesmo quem respeita a sinalização e só entra no mar onde ficam as bandeiras verdes às vezes se distrai, dá bobeira, cai no repuxo e acaba sendo arrastado. “É tudo muito rápido, por isso o certo mesmo é tomar banho nos locais indicados e mais próximos ao posto”, orienta.

Bagattoli garante que não tem nenhum orelha seca entre os guarda-vidas que trampam nos 11 postinhos espalhados pelas praias peixeiras. Segundo ele, todos estão bem preparados pra dar conta do trampo e ninguém deu mole nas duas mortes que rolaram na semana passada. Ele explica que os mais antigos passam por reciclagem e que os novatos foram bem treinados.

Curso é casca-grossa


Pra entrar no curso de guarda-vidas a pessoa precisa passar na prova inicial e nadar 500 metros em menos de 11 minutos. Só depois começa um aprendizado teórico e prático de 120 horas. Segundo Bagattoli, o curso não é pros fracos. “Tem dias que eles correm da Fazenda à Praia Brava, fazem treinamento de entrada e saída de arrebentação, simulação de resgate e voltam correndo”, conta. No final do treinamento os guarda-vidas precisam correr 1600 metros em até sete minutos, mergulhar 25 metros, pegar um círculo de ferro no fundo da piscina e nadar 25 metros com um braço só, sem deixar o troço afundar.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






18.208.126.232

TV DIARINHO


Minuto DIARINHO- Ciclone extratropical deixa rastro na região;- Em Balneário Camboriú, clube flutuante ...



Podcast

Minuto DIARINHO 09/08/2022

Publicado 09/08/2022 20:22



Especiais

Saúde

Salsicha, hambúrguer e nugget: pesquisa identifica agrotóxicos em alimentos

famoso

Garçom há 30 anos, Claudinho ama BC

Diversidade religiosa

Mestre Marne quebrou tabus para defender a fé nos orixás

conexão

Networker aproxima Balneário Camboriú das celebridades

Sem medo do trabalho

Dona Terezinha toca uma confecção aos 84 anos



Blogs

Blog Doutor Multas

Bafômetro pega vape: verdade ou mito? Entenda de uma vez por todas

Blog do JC

Desencantou

Blog do Ton

Blumenau ganhará o primeiro lounge bar em formato rooftop

A bordo do esporte

Seleção Brasileira de Vela faz sessão de treinos contra a Argentina

Blog da Ale Francoise

Inclua inhame no seu dia!

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW



Entrevistão

Gabriela Kelm do Nascimento

“A maioria entende que o calçadão da Hercílio Luz deve permanecer porque foi um ganho para a cidade ”

Normélio Weber

"O Hermeto Pascoal vai estar ali. O Toquinho vai estar aqui. O Brasileirão, de Curitiba... Vai estar Chico César...”

Cláudio Werner

“O nosso clube é um formador de atleta olímpico”

Willian Cardoso, o Panda

"Saquarema provavelmente vai ser meu último mundial, aí eu vou estar focado no brasileiro”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação