Colunas


JotaCê

Por Coluna do JC -

JC é colunista político do Diarinho, o jornal que todo mundo lê, até quem diz que não. A missão do socadinho escriba é disseminar a discórdia, provocar o tumulto e causar o transtorno, para o bem da coletividade.

“Seif e Kennedy embolsaram R$ 2 milhões”


(foto: divulgação)


O vereador da capital manezinha e candidato ao Senado Afrânio Boppré (Psol) lascou que seus opositores que também buscam estar em Brasília por oito anos, Jorge Seif (PL) e Kennedy Nunes (PTB) embolsaram R$ 2 milhões em diárias. Eitcha!

 

Fundão milionário

Toda eleição é assim, um monte de político que reclama de tudo e de todos e que prega ser um grande fiscalizador, protetor do seu suado dinheiro, se esbalda com milhões do fundo eleitoral, o popular fundão.

 

Anna se esbaldando

É o caso da vereadora e candidata a deputada estadual, minha ex-musa e Dom Quichata Anna Carolina Martins (PSDB), que até o momento já recebeu, pasmem, R$ 700 mil da direção nacional dos tucanos, grana que vem do fundo eleitoral.

Discurso x prática

É triste ver como as pessoas podem ter um discurso na frente das câmeras, mas, na prática, fazem exatamente o que dizem ser contrárias. Na piramidal, Anna é a campeã em berrar que a prefa pexêra gasta mal e errado o dinheiro do povão. Mas na eleição ela não fica nem vermelha em aceitar R$ 700 mil do mesmo povo para custear sua rica campanha.

Pelo certo?

Lembro bem que na campanha para prefeito, em 2016, Anna se dizia a candidata “pelo certo”. Talvez esteja precisando de uns conselhos para identificar o que realmente é certo e o que é errado. Mas tem muito político que é assim, adepto do ditado “faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”.

Revolta

Com toda essa fortuna vinda do bolso do povo pra galega torrar, Anna tem tudo pra aparecer mais do que os outros candidatos e brigar por uma vaga na leleia. A não ser que o povão se revolte com a dinheirama que ganhou do fundão, ou melhor, de todos nós cidadãos que trabalhamos dia sim e outro também pra sobreviver.

Apoia forasteiro

Para piorar, Anna ainda tá agarradinha com o torcedor do Figueirense e candidato a deputado federal Paulinho Bornhausen (PSD). A galega, ao invés de se unir com gente daqui, tá pedindo pra população peixeira dar seu voto ao candidato de Floripa. Já fizeram até caminhada juntos pelas ruas de Itajaí. Ai, ai, ai, que dor!

Engomadinho

Quando o engomadinho Clayton Batschauer (Podemos) pediu exoneração do cargo que ocupava no governo do prefeito barbudinho Volnei Morastoni (MDB) pra se jogar na campanha de deputado federal, línguas ferozes sopraram que o ex-vereador não dá ponto sem nó, e não iria sair no prejú com a empreitada. Pior que essas fontes não estavam erradas.

Nomeou a esposa

Logo após ser exonerado, Clayton tratou de nomear a sua cara-metade para o mesmo cargo que ocupava, não deixando a renda da família no vermelho. Mas nem era isso que o engomadinho tava de zóio, sopram os atentos investigadores da equipe do Pai Atanásio. Na verdade, o fundão eleitoral sempre foi o alvo que incentivou Clayton a forçar sua candidatura.

Farra do fundão

Pois bem, e não é que o engomadinho já recebeu R$ 155 mil de recursos públicos? Até aí tudo bem, sem fazer juízo de valor sobre o fundão, tá dentro das regras eleitorais. Mas o que tá ficando pra lá de vergonhoso é como o dinheiro está sendo gasto por Clayton Batschauer.

Pessoas Físicas

Diferente da maioria das campanhas eleitorais, ou melhor, diferente das campanhas eleitorais de verdade, onde os maiores recursos são gastos com pessoas jurídicas, em gráficas, produtoras e agências, Clayton, que há pouco tempo afirmou que senta até com o diabo pra tomar café e conversar, tá pagando altos valores para pessoas físicas.

Suspeitos

Os pagamentos são suspeitos! Enquanto em muitas campanhas os coordenadores se estrebucham pelos candidatos no modo 0800, o engomadinho tá pagando altos valores a coordenadores e outras pessoas físicas. Quero acreditar que seja um erro de planejamento apenas, mas tem língua frouxa afirmando que não é bem por aí!

Até a Esposa

Pra ver como a tchurma precisa ser paga pra trabalhar pro Clayton, até a esposa do engomadinho tá sendo paga com recursos públicos pelos trabalhos desenvolvidos na campanha. Tá tudo lá no portal do TSE: a cara-metade dele, a Rafaela Batschauer, abocanhou 10 mil reais pelos serviços prestados à campanha. O que pensar de um candidato que nem a esposa trabalha de graça pra ele?

Vinte conto

A bolsonarista Dany Alves abocanhou 20 contos pra ser a coordenadora da campanha do engomadinho na região da Amfri. Outro que aparece na lista é o Saul Airoso da Silva, levando três mil pilas pra trabalhar pro ex-colega de Porto. Pode ser até legal, mas que estão pra lá de suspeitos esses pagamentos, estão.

Na rua

Leitores da coluna questionam a situação de um morador de rua que estaria praticamente morando na calçada em frente ao pátio de estacionamento da área do porto, onde era a antiga Sul Atlântico de Pesca.

No pátio

Ali o sujeito bebe e, segundo estes leitores, aparecem outros para usar drogas, além do fedor de urina e de que estariam pulando a cerca para fazerem suas necessidades no pátio. É preciso ação do Desenvolvimento Social, entre outros órgãos públicos. Questão social e de polícia. Vamos agir?

Puteado

O vereador com nome de salgadinho, o pingo d’ouro da Farmácia Otto Quintino Jr (Republicanos), reclamou que esse pançudinho escriba não tá expondo os candidatos que receberam o fundão eleitoral, enquanto a coluna critica ele, que recebeu apenas R$ 10 mil e tá chorando nas redes sociais pela merreca que o partido enviou. Ai que dó, chama sua mãe, Ottinho!

Demagogia

O Miacho, ops, Otto da Farmácia, não entendeu bem o que a coluna explanou. Mas vamos tentar mais uma vez. O problema é que Otto vai pras redes sociais fazer uma live reclamando dos valores recebidos e do tratamento diferenciado dentro do Republicanos, e expõe quem tá recebendo o fundo, até de outros partidos. É a confissão da demagogia.

Quer ou não quer?

Fica difícil entender se Otto quer acessar a dinheirama do fundão eleitoral, ou quer detonar quem recebe muito dinheiro. Tipo assim, “se eu receber a bolada boa, não vou falar nada, agora, se não me derem uma grana pesada, vou dedurar todo mundo”. É muita imaturidade do vereador que se acha o melhor do melhor do mundo (te cuida Auri Pavoni)!

Batendo na galega

Tanto no áudio puteado que enviou para este pançudinho, quanto na live que fez, Otto tá batendo na sua musa inspiradora pra entrar na política e sua ex-amiga, a Dom Quichata Anna Carolina (PSDB). O Miacho Quintino, ops, Otto Quintino, faz questão de expor que a galega já recebeu 700 mil reales do fundão eleitoral. Só alegria!

Mais cem

O que a coluna critica é a falta de critério de nossos amados representantes do povo. A Dom Quichata, que pelo relato atualizado de Otto recebeu mais 100 mil reales, é outra que fica criticando o uso de recursos públicos para fins eleitorais, mas não abre mão de abocanhar o dindim do fundão.

E os outros?

Já os outros candidatos que Otto quer queimar na live e nos áudios, este pançudinho desasado escriba nunca viu se posicionarem contra o fundão, simples assim, não se queimam criticando algo que fazem! Tem que ter coerência, e tá faltando pro Miacho e pra Dom Quichata. E, num é?

Mimimi

E no campo da choradeira de agora é o vereador pexêro e candidato a deputado estadual, o Sancho Pança Osmar Teixeira (Solidariedade), que pegou na corda por vincularem seu nome à campanha do PT e ao candidato a presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Solidariedade está 

O partido do candidato está declaradamente com Lula para presidente e o Sancho Pança Osmar Teixeira sempre soube disso, aceitou sua candidatura a deputado sabendo que seu partido estaria atrelado à esquerda. Estaria enganando o eleitor ao afirmar que não.

Mafra X Osmar

A política ama a traição, mas não perdoa os traidores. O Osmar, que anda se achando muito, simplesmente abandonou seu ex-amigo, o presidente da sigla e candidato a deputado federal Osvaldo da Mancha Branca Mafra durante a campanha, e está com material com candidatos de outra citys, como uma tal de Marlene lá de São José, do PSD.

Já foi de tudo em pouco tempo

A realidade é que Osmar, apesar de muito jovem, já fez de tudo em tão pouco tempo de política. Era comissionado do Volnei no mandato passado, disputou a eleição numa chapa de oposição, depois da eleição voltou a ser governo e depois voltou a ser oposição. É outro que ninguém compra um carro usado. Tá ficando conhecido por não ter palavra…

Mamata?

O vereador da capital manezinha e candidato ao Senado Afrânio Boppré (PSOL/Rede) afirma que dois de seus opositores que desejam estar em Brasília pelos próximos oito anos estão enrolados com o volume de diárias que receberam dos cofres públicos.

Dinheirama

Boppré diz que o zero meia Jorge Seif (PL) recebeu mais de R$ 453 mil em diárias durante o período em que esteve à frente da secretaria nacional da Pesca. “Uma vergonha essa mamata para quem se diz defensor da moralidade, uma verdadeira farra de diárias”, lascou Afrânio, que teve tempo e fez o levantamento dos dados públicos.

Mais de cem

Seif fez 107 viagens durante o período em que ocupou a Secretaria da Pesca e embolsou um total de R$ 453.330,80 em diárias. “A mais emblemática viagem foi a sua participação na comitiva a Dubai, um escândalo, conforme noticiou a imprensa nacional”, comenta Afrânio Boppré. Foram vários destinos internacionais, além de Dubai, como Índia, Boston, Nova York, Bélgica e Noruega.

35

Desses mais de R$ 453 mil, conforme dados do Portal da Transparência, ele ainda recebeu diárias até em 35 viagens de Brasília para Santa Catarina. “Esse é outro escândalo! Ao que parece, Seif veio passar os finais de semana em casa e pagou as despesas com dinheiro público. Como alguém que participa de uma mamata dessas pode afirmar que quer defender os interesses do povo de Santa Catarina?”, questiona Afrânio.

 

Kennedy bate no STF

Com mais tempo, desde 2006, quando assumiu o mandato de deputado estadual, o candidato ao Senado Kennedy Nunes (PTB), que acha que senador só serve pra ficar batendo no STF, recebeu dos cofres públicos da Alesc mais de R$ 1,4 milhão em diárias.

Viagem à lua...

Para fazer jus a essa generosa quantia, Kennedy percorreu mais de 365 mil quilômetros só em viagens internacionais, o equivalente a 10 voltas em torno da Terra e praticamente a distância entre o nosso planeta e a Lua. “Falsos moralistas que dizem querer acabar com a mamata mas, na verdade, estão de olho nas diárias do Senado”, caceteia Afrânio.

 

 


Comentários:

Deixe um comentário:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.

Leia mais

JotaCê

Anna na presidência da Câmara?

JotaCê

Reitor não quer ser prefeito

JotaCê

Construtor pode ser candidato a prefeito

JotaCê

Vereador de BC chama ministro do STF de “Hitler”

JotaCê

Marcelo e Décio juntos em Brasília

JotaCê

Ju cede à pressão

JotaCê

Eleições 2024 nos bastidores empresariais de Itajaí

JotaCê

Parados no ponto

JotaCê

Vereadores de BC contra Xandão

JotaCê

Candidato à Barca

JotaCê

Colombo tá no “aquecimento”?

JotaCê

Eleições 2024 já estão em debate em Itajaí

JotaCê

História do Marieta ainda vai render

JotaCê

Jorginho quer harmonia entre os três poderes

JotaCê

Faltou o Angioletti, cobram leitores

JotaCê

João Martins dá nos dedos da pastora

JotaCê

Xepa está pistola com a Conasa

JotaCê

Investimento

JotaCê

Penha agora tem prefeita

JotaCê

Aguardem a Barca



Blogs

A bordo do esporte

Araruama (RJ) confirma calendário de regatas de 2023

Blog do JC

Quadrangular 71 anos

Blog Doutor Multas

Fumar e dirigir dá multa?

Blog do Ton

Festa The Box comemora 5 anos neste fim de semana em Balneário Camboriú

Blog da Ale Francoise

Os poderes da Spirulina!

Blog da Jackie

Spring Party

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Alvim Sandri

"Levei a vida que a minha mãe ensinou: fé em Deus e andar certo

Marcelo Sodré

"A hora que entrar o contrato de arrendamento essa agonia se dissipa. As empresas vêm pra fazer o porto continuar crescendo”

James Winter

“Só vai haver desemprego e demissão em massa se não tiver carga aqui no Porto de Itajaí”

Décio Lima

"Hoje, de R$ 97 bilhões que são arrecadados pelo governo federal em Santa Catarina, apenas R$ 7 bilhões voltam”

TV DIARINHO

Entrevistão com Alvin Sandri



Podcast

Entrevistão com Alvin Sandri

Publicado 03/12/2022 10:10


Especiais

Pesquisa de preços

Bora conferir as pechinchas da semana pra garantir o churrasco do jogo do Brasil

OLHO NA DOSE

Pesquisa de preço mostra onde bebidas quentes são mais baratas

Na Estrada com o DIARINHO

Maravilhas naturais fazem de Bombinhas o Caribe catarinense

Itajaí

Do imóvel popular ao de altíssimo padrão são as apostas da Lotisa

Alto padrão

Procave agrega valor e exclusividade



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação