Colunas


Coluna Exitus na Política

Por Sérgio Saturnino Januário - pesquisa@exituscp.com.br

A liberdade do astronauta


A vida em sociedade não tem sido nada fácil. A ausência de regulação dos comportamentos sociais por instituições tem gerado tempos difíceis. Nas telas das redes sociais e no espaço sideral da internet cada um é dono de tudo, capaz de toda e qualquer opinião violenta, desafiador de todas as coisas. Basta não aceitar sua opinião e tudo pode se tornar caótico. Não precisamos mais de argumentos para falar sobre as coisas, mas de vontades pessoais, tal como crianças que ainda não completaram o processo de socialização. Nítani era um desses seres tão comuns hoje em dia.

 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 





Para Nítani a liberdade era exatamente igual sua vontade. E isso, por si mesmo, era um transtorno psíquico. Liberdade era fazer o que queria, quando queria e pelos impulsos humanos que lhe provia. A liberdade de Nítani passava por caminhos de “escravidão” para os que estavam envolvidos em sua vida social.

Pronto para uma luta, disposto ao conflito, desejoso para qualquer confronto, colocava o mundo a partir de seus sentimentos. As instituições sociais não existiam para Nítani. As regras só poderiam se converter em seus desejos ou ser sua própria vontade. Nítani era um ser socialmente imaturo, psicologicamente transtornado. Para seus erros fabricava um mundo paralelo; para suas pressões, tomava os mais próximos para culpa; para os problemas, os gritos!

Nítani resolveu suas dificuldades quando se tornou astronauta. Ficou feliz por estar entre os escolhidos e se tornou socialmente dócil. Passou a destacar sua vitória, e até mesmo, vaidoso, agradeceu de forma genérica para poucos que lhe estenderam as mãos quando foi preciso. Agora, conquistador, deixou de lutar, confrontar e entrar em “guerra” com os outros. Mais uma vez, Nítani demonstrava-se como um ser socialmente imaturo, psicologicamente transtornado: tudo era porque Nítani se sentia melhor do que os outros!

Quando entrou no foguete-lançador percebera que estava sem acompanhantes. Temeu quando deu o primeiro passo. Estava inseguro pois entraria em um novo mundo. Por um lado, aceitou que, a partir do momento que entrasse no ambiente de voo, estaria nas condições que sempre quis: suas escolhas seriam exatamente aquilo que desejava; suas ideias não sofreriam críticas; suas vontades teriam plenitude. O mundo a ser vivido era o mundo no qual queria viver.

Já no espaço, sem comunicação com o planeta de origem, viu que sua vontade já não tinha “escravos” para a obediência, bajuladores para a concordância, temerosos para a conformação. A liberdade que sonhara, plena e irrestrita, somente poderia acontecer quando Nítani estivesse isolado, num mundo sem os “outros” que poderiam discordar. Ou num mundo que Nítani pudesse “desligar” ou que discordantes pudessem ser “bloqueados”. Nítani era um ser socialmente imaturo, psicologicamente transtornado e politicamente autoritário.

Nítani não suportava mais a si mesmo e desejara voltar para o planeta. Naquele ano teria eleições e ele queria votar. Havia esperanças: no espaço sideral enfrentara sua própria escuridão para perceber um pouco de luz. Em feixes luminosos entendera que a liberdade não é vontade, mas relação e que há sempre um outro. A liberdade é do tamanho do outro. A liberdade de um não poderá ser uma relação com “Alexia”.


Comentários:

Deixe um comentário:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.

Leia mais

Coluna Exitus na Política

Futebol sem bola e sem goleiro

Coluna Exitus na Política

Lágrimas retidas

Coluna Exitus na Política

O divã para voar

Coluna Exitus na Política

A escravidão do pensamento

Coluna Exitus na Política

Imutável res-sentimento

Coluna Exitus na Política

Heróis, tolos e votos

Coluna Exitus na Política

Chagas do voto

Coluna Exitus na Política

A política de “Ícaro”

Coluna Exitus na Política

A cara no espelho

Coluna Exitus na Política

A órbita eleitoral

Coluna Exitus na Política

O gênero da política

Coluna Exitus na Política

O medo e a vulgaridade

Coluna Exitus na Política

Um lugar desconhecido

Coluna Exitus na Política

Uma torneira na cabeceira da cama

Coluna Exitus na Política

O poder sem face

Coluna Exitus na Política

O lixo

Coluna Exitus na Política

Agora, o eleitor

Coluna Exitus na Política

A cenoura que não se come

Coluna Exitus na Política

Feito de ossos

Coluna Exitus na Política

Política e totens



Blogs

A bordo do esporte

Volta ao Mundo Globe40 parte para a Argentina

Blog do JC

Tem que benzer...

Blog Doutor Multas

Fumar e dirigir dá multa?

Blog do Ton

Festa The Box comemora 5 anos neste fim de semana em Balneário Camboriú

Blog da Ale Francoise

Os poderes da Spirulina!

Blog da Jackie

Spring Party

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Marcelo Sodré

"A hora que entrar o contrato de arrendamento essa agonia se dissipa. As empresas vêm pra fazer o porto continuar crescendo”

James Winter

“Só vai haver desemprego e demissão em massa se não tiver carga aqui no Porto de Itajaí”

Décio Lima

"Hoje, de R$ 97 bilhões que são arrecadados pelo governo federal em Santa Catarina, apenas R$ 7 bilhões voltam”

Thiago Morastoni

"Nós tivemos 21 candidatos em Itajaí. Eu fui o que chegou mais perto, faltando 3 mil votos. Todos os outros faltaram acima de 20 mil votos”

TV DIARINHO

Confira as principais notícias de hoje do DIARINHO: - Porto Belo inaugura primeiro Starbucks drive ...




Especiais

OLHO NA DOSE

Pesquisa de preço mostra onde bebidas quentes são mais baratas

Na Estrada com o DIARINHO

Maravilhas naturais fazem de Bombinhas o Caribe catarinense

Itajaí

Do imóvel popular ao de altíssimo padrão são as apostas da Lotisa

Alto padrão

Procave agrega valor e exclusividade

Itajaí

Mercado da Brava continua em crescimento



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação