Matérias | Geral


Família de Itajaí diz que cemitério sumiu com ossada de familiar

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Além da dor de enterrar o marido após 42 anos de casados, dona Rita Teresa Cuareschi, de 67 anos, sofreu outra decepção: descobriu que os restos mortais do amado ‘’desapareceram’’ do cemitério Municipal da Fazenda, em Itajaí. Conforme o relato, a família já tinha um terreno no cemitério para enterrar o familiar, mas na época o corpo foi para uma gaveta. Rita narra que sabia que o prazo para permanecer na gaveta é de três anos e estava aguardando o contato do cemitério para poder finalmente enterrar o marido. Porém, não foi isso que aconteceu. No último sábado, quando esteve no local, levou um susto ao não encontrar a pedra com o nome e a foto de homenagem na gaveta em que estavam os ossos do marido. Em seguida, foi informada que outro corpo estava ocupando o espaço. Ainda segundo a denúncia, o funcionário do cemitério não forneceu nenhuma informação sobre o paradeiro da ossada, fez pouco caso da situação e se negou a passar as orientações. “O funcionário não é preparado para lidar com as pessoas, principalmente com quem perdeu um familiar,” desabafa. Ainda abalada, a viúva quer saber onde o marido está para enterrá-lo e também onde está a pedra de homenagem com as identificações do marido que “desapareceu” com os ossos. “Estou muito magoada e ofendida. Eu quero os ossos do meu marido, a pedra, as letras e a foto. Eu tenho dois terrenos para enterrá-lo e o cemitério tinha três telefones, mas não entrou em contato conosco,” lamenta. Os familiares se questionam porque outros corpos que estão enterrados há cinco e até 11 anos ainda permanecem na gaveta e o corpo do seu marido desapareceu antes do prazo. A prefeitura de Itajaí informou que após três anos que o corpo é enterrado, se a família não voltar para retirar a ossada, a administração do cemitério faz a exumação e os elementos vão para o Ossuário, com a devida identificação. A administração do cemitério ressaltou que esse procedimento é legal. Cada exumação é feita com a devida identificação do corpo e registrada. A orientação é que a família procure a administração do cemitério, que funciona de segunda a sexta-feira das 8h às 11h30 e das 14h às 17h30, para pedir a localização dos ossos e se informar sobre a documentação necessária para agendar o procedimento.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






3.236.70.233

Últimas notícias

ITAPEMA

Dono de marmoraria é atingido com golpe de faca no pescoço

Educação

Transporte escolar de BC identificará alunos por meio de QR Code

BALNEÁRIO

MP vai investigar asfalto no parque Raimundo Malta

Descansou

Cão Bili se aposenta após 9 anos servindo à PRF de SC

ITAJAÍ

Chuveiros na Brava desperdiçam água e deixam calçadão empoçado

DENÚNCIA

Nova rampa de acesso ao PA da Barra acabou com a calçada

ASSASSINATO   

Corpo de homem com marcas de violência é encontrado em Piçarras

Trânsito

Vídeo: Caminhão perde freio e usa área de escape na Serra de Guaratuba

Só pra elas

Curso gratuito ensina garotas a desenvolver aplicativos

Balneário Camboriú

Casa Linhares tem inscrições abertas para curso de cerâmica gratuito



Colunistas

Coluna do Janio

Sequência positiva

Coluna Esplanada

Turma da roleta

Direito na mão

Como saber quando tenho que aumentar as contribuições ao INSS para uma boa aposentadoria futura?

JotaCê

“Interventor” sob suspeita

Coluna Exitus na Política

Chiclete mascado embaixo do banco

Na Rede

Se liga no que foi destaque no DIARINHO nesta semana

Coluna do Ton

Seis Aninhos

Gente & Notícia

FÉRIAS

Foto do Dia

Olha a multidão!

Canal 1

Para ex-diretora da Globo, drama do humor também passa pela renovação

Via Streaming

“Falando a real” aborda terapia e luto

Jackie Rosa

Niver do Armandinho

Clique diário

O pôr do sol!

Artigos

Escultura Santa Ceia de Ervin C. Teichmann, prevista para a Igreja Matriz, está sendo oferecida a Itajaí pelo filho do escultor

Vinicius Lummertz

Turismo, para um Feliz Ano Novo

Coluna Fato&Comentário

Menino Jesus, São Nicolau, velho pom-pom e Papai Noel



TV DIARINHO


MUDANÇA POLÊMICA: O prefeito de Penha, Aquiles Costa (MDB), fez uma publicação que deu o que falar em ...





Especiais

Economia

Paixão Nacional Indústria da cerveja representa 2% do PIB e emprega 2,7 milhões de trabalhadores

Em frente à Univali

Bar Manias chega à maioridade atendendo ao fiel público universitário

Pesquisa de preço

Atacadões apostam em diversidade de marcas e descontos pra venda de cerveja

MESMA VIBE

Cinco atrações de Alicante que têm tudo a ver com Itajaí

Cinturão verde ameaçado

Inundações colocam em risco produção de hortaliças em Itajaí



Blogs

Blog do JC

Desdobramentos na leleia

A bordo do esporte

Marco Zero de Recife (PE) foi palco da largada da Globe 40

Blog da Ale Francoise

Benefícios do chá de funcho

Blog Doutor Multas

Fumar e dirigir dá multa?

Blog do Ton

Festa The Box comemora 5 anos neste fim de semana em Balneário Camboriú

Blog da Jackie

Spring Party

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Volnei Morastoni

“Não sei quem inventou que eu tava com câncer. Eu tive um problema de estafa física e mental”

David Fernandes “LaBarrica”

"Meu sonho é ser prefeito de Balneário Camboriú”

Evandro Neiva

"Vila da Regata de Itajaí vai atrair mais de meio milhão de visitantes

Luíza Moreira

"Meu avô tinha uma marca de ferro na coxa. Hoje em dia eu me revolto ainda por causa da escravidão, porque ainda tem muito preconceito”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação