Colunas


Direito na mão

Por Renata Brandão Canella - renata@brandaocanella.adv.br

Renata Brandão Canella é advogada previdenciarista , graduada em Direito pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), Mestre e Especialista pela UEL, Especialista em Direito do Trabalho pela AMATRA, palestrante, expert em planejamento e cálculos previdenciário e Presidente da Associação Brasileira dos Advogados Previdenciários (ABAP).

Tenho mais de 45 anos e não pago INSS: ainda dá tempo de aposentar


A perspectiva de aposentadoria pode parecer distante para muitos, especialmente para aqueles que já atingiram a marca dos 45 anos e nunca contribuíram para o INSS. Entretanto, é crucial entender que ainda é possível planejar e alcançar a aposentadoria.

Após a reforma previdenciária, a aposentadoria por idade requer uma idade mínima de 62 anos para as mulheres e 65 anos para os homens. Além disso, homens que iniciaram suas contribuições após a reforma necessitam de 20 anos de contribuição para obter uma aposentadoria num valor correspondente a 60% da média das contribuições (de julho de 1994 até a data da aposentadoria).

Esse percentual aumenta 2% por ano que ultrapassar os 20 anos exigidos de carência.

Para as mulheres, são exigidos 15 anos de contribuição, que gera uma concessão em 60% da média, mais 2% por ano que exceder os 15 anos, proporcionando um aumento gradual no valor do benefício.

1. Exemplo prático:

Para ilustrar, consideremos um homem que começa a contribuir hoje para o INSS aos 45 anos de idade. Nesse caso, ele precisará contribuir por 20 anos para alcançar a carência mínima exigida. Conseguirá se aposentar aos 65 anos, quando terá contribuído por 20 anos, obtendo uma concessão no valor de 60% da média das suas contribuições.

2. Benefícios adicionais:

Além da aposentadoria, o INSS oferece cobertura em situações de saúde adversa. Ao iniciar as contribuições, após 12 meses, o segurado já terá direito ao auxílio-doença (benefício por incapacidade temporária) e à aposentadoria por invalidez (aposentadoria por incapacidade permanente).

Se a doença for grave, a carência pode ser dispensada, garantindo apoio financeiro desde o primeiro pagamento em certos casos.

Ainda, ao começar a contribuir para a Previdência, os dependentes do segurado também possuem direitos. Em caso de falecimento, terão direito à pensão por morte, o que evidencia a importância de planejar e garantir a segurança da família.

3. Planejamento Previdenciário:

Diante deste panorama, torna-se evidente a importância de um planejamento previdenciário personalizado. Consultar um advogado especializado em Previdência Social é um passo crucial para obter a orientação adequada e garantir que todos os direitos sejam assegurados.

4. Planeje seu Futuro:

Em conclusão, é fundamental compreender que ainda é possível planejar e conquistar a aposentadoria, mesmo após os 45 anos. Cada caso é único e demanda uma abordagem personalizada. Iniciar o planejamento da aposentadoria o quanto antes é uma sábia decisão, pois proporciona segurança e tranquilidade para o futuro.

Portanto, não desista, busque orientação profissional e comece a planejar sua aposentadoria agora mesmo para garantir seus direitos futuros!

Regata Brandão Canella, advogada.

www.brandaocanella.adv.br


Comentários:

Deixe um comentário:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.

Leia mais

Direito na mão

Planejamento previdenciário: ponto a ponto

Direito na mão

Trabalho insalubre ou perigoso pode antecipar a aposentadoria

Direito na mão

Mudanças nas normas das aposentadorias em 2024

Direito na mão

Aposentadoria antecipada: PPP, um documento essencial

Direito na mão

Importância dos acordos de previdência para brasileiros residentes no exterior

Direito na mão

Quais documentos são necessários para provar o trabalho rural na aposentadoria do INSS?

Direito na mão

Quais documentos o segurado deve apresentar na perícia médica do INSS?

Direito na mão

Aposentadoria: verificação das contribuições no INSS e CNIS

Direito na mão

Aposentadoria da pessoa com deficiência: a verdadeira aposentadoria “especial”

Direito na mão

Revisão da Vida Toda: melhore o valor da sua aposentadoria

Direito na mão

Estratégias para abordar o perito e demonstrar sua incapacidade laboral

Direito na mão

Guia rápido de como pagar a contribuição previdenciária para o INSS

Direito na mão

Professores podem aumentar o valor da aposentadoria

Direito na mão

Trabalho insalubre ou perigoso pode antecipar a aposentadoria

Direito na mão

Aposentadoria: documentos importantes para comprovar o tempo de trabalho

Direito na mão

Simulador do INSS: dá para confiar?

Direito na mão

Estratégias pra aposentadoria na área da saúde após a reforma da previdência

Direito na mão

Pessoa com câncer pode aposentar com apenas uma contribuição ao INSS?

Direito na mão

Dependente químico tem direito à aposentadoria do INSS?

Direito na mão

Autônomos: dois erros no pagamento da contribuição previdenciária



Blogs

A bordo do esporte

Thiago Pereira e Swim Floripa levam Troféu José Finkel para Floripa

Blog da Jackie

Verão, calor, quentura e mormaço

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog do JC

Mulheres MDBistas

Blog da Ale Francoise

Intestino preso, use todos os dias

Blog do Ton

Medicina Estética

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Entrevistão Adão Paulo Ferreira

"Porto sozinho não serve para nada. Ele precisa ter navios, linhas"

Irmã Simone

"Aqui nós atendemos 93% SUS”

Eduardo Rodrigues Lima

"A Marinha já fez 27 mil abordagens a embarcações no Brasil inteiro”

Edison d’Ávila

"O DIARINHO serve como uma chamada à consciência da cidade”

TV DIARINHO

O crime de injúria racial aconteceu em sessão do filme de Bob Marley no cinema do shopping na noite ...




Especiais

Caso Ilha de Marajó

Vereadora de Navegantes está entre os políticos que impulsionaram fake news sobre exploração sexual infantil

TURISMO

Japaratinga: vale a pena se hospedar no melhor resort do Brasil?

VIAGEM NO TEMPO

Museu do Carro traz nostalgia e diversão sobre o universo automotivo

NOVOS TEMPOS

SC é pioneira na promoção da mobilidade elétrica

PLANEJAMENTO URBANO

Camboriú vai investir mais de R$ 60 milhões em mobilidade



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação