Matérias | Geral


SC registra 16 mil novos casos de coronavírus em uma semana; secretário de Saúde pode ser trocado

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Os casos de covid-19 voltaram a aumentar em Santa Catarina. Em uma semana, de quinta-feira passada até hoje, o estado registrou 16.093 novos contaminados chegando a 268.644 casos confirmados desde o início da pandemia. São 2299 casos por dia. No mesmo período, houve 105 mortes, com média de 15 óbitos diários, somando 3173 óbitos desde março. A volta da aceleração da doença preocupa o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, que alega dificuldade de as pessoas seguirem as regras de distanciamento e de combate à doença. “Não saímos da pandemia. E aqui no nosso estado, no Brasil como um todo, nós temos uma característica diferente da Europa, onde teve uma onda muito clara, a primeira onda, os casos quase zeraram, e aí sim começou a segunda onda. Nós não. Estacionamos num patamar alto e por conta de tudo que está acontecendo, da dificuldade de as pessoas entenderem a necessidade de cumprir os regramentos, de distanciamento, uso de máscara, de não se aglomerar, esses casos voltaram a aumentar”, disse André. O futuro do secretário André Motta Ribeiro à frente da pasta da Saúde é incerto. Desde que a governadora interina Daniela Reinehr (sem partido) assumiu o comando interino do estado, ambos não conversaram. Uma reunião deve ocorrer nessa sexta-feira. André, assim que Daniela assumiu, colocou o seu cargo à disposição. “Também me coloquei à disposição para continuar exatamente o que eu estou fazendo: trabalhando em prol da segurança e saúde da sociedade catarinense. Infelizmente, eu ainda não tive a oportunidade de sentar com a governadora para entender o que de fato ela precisa”, explica. Daniela anunciou que quer um direcionamento diferente da pasta. A governadora deu dois sinais de que pretende mudanças drásticas. No final de semana, apagou um post do Twitter onde pedia o uso de máscara durante o feriado, após receber críticas, inclusive do deputado estadual Jessé Lopes (PSL). No domingo, uma notícia do governo do estado apresentou o programa “Vigia Covid”, criado para orientar o cidadão a denunciar o descumprimento das regras sanitárias de prevenção ao coronavírus. O programa foi lançado em parceria com o conselho dos Secretários Municipais de Saúde (Cosems), da federação dos Municípios de Santa Catarina (Fecam), polícias Civil e Militar e conselho Estadual de Saúde. A notícia foi retirada do site do governo do estado minutos depois. O programa segue no link: https://www.coronavirus.sc.gov.br/vigia-covid/ . Estado precisa manter leitos de UTIs Outra preocupação do secretário é com manutenção da estrutura hospitalar de combate à covid. André explica que o estado precisa manter todos os leitos de UTI funcionando até o fim do ano. Já para 2021, metade dos leitos deve continuar habilitada. O problema é que o Ministério da Saúde tem entendimento diferente e no dia 30 de setembro revogou a portaria de emergência e calamidade em saúde. “Por conta disso nós estamos tendo dificuldades na habilitação de leitos, mas Santa Catarina tem uma proximidade muito grande com o ministério e estamos solicitando habilitações de custeio até o fim do ano”, narra. O professor da Univali Raphael Nunes Bueno, especialista em Saúde Pública, explica que neste momento seria importante os municípios aumentarem a testagem e o monitoramento de grupos populacionais, além de fortalecer o papel das equipes das unidades básicas de saúde no combate à doença. Raphael lembra que, além das flexibilizações em várias áreas, os feriadões também contribuíram pro aumento dos casos. “A população não está respeitando o distanciamento social, inclusive, não respeitando as restrições que ainda estavam sendo impostas à população. Itajaí lançou algumas restrições antes do feriado, medidas pra controle da covid, mas a gente percebe que se teve uma dificuldade na adesão da população e principalmente dos turistas”, observa. Pro especialista, os números aumentam porque nossa população é mais idosa e ela está sendo mais acometida pela doença. “Temos mais uso das UTIs e também reflete na questão da morbidade. Temos que pensar de forma articulada com o estado, já que a região da Amfri está classificada como área de risco, em novas medidas restritivas. Pensar em algumas medidas e ter controle mais efetivo pra que as pessoas realmente obedeçam às medidas, pra que a gente consiga manter o sistema de saúde dando resposta”, conclui.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×






3.236.138.35

Últimas notícias

Pra ficar milionário

Mega acumula e prêmio chega a R$ 160 milhões

Polêmica

Prefeito de Penha quer mudar o nome da Ilha Feia

Estreia

Flamengo enfrenta Al-Hilal na semifinal do Mundial

DIVISA SC E PR

Obras: Trânsito na Serra volta a ser liberado em quatro faixas

Crimes contra o meio ambiente

Despacho revoga “boiada” que ameaçava prescrever milhares de multas ambientais

INVESTIMENTOS

Águas de Penha investe em tecnologia 24 horas no sistema de distribuição de água

NOVIDADE

Ética Imóveis lança site exclusivo com lançamentos imobiliários

ITAJAÍ

Consultório médico é advertido após funcionária se arriscar pra limpar vidraça

ITAJAÍ

Polícia apreende carro de luxo em operação que combate o tráfico e lavagem de dinheiro

RANKING

Univali está entre as melhores universidades da América Latina



Colunistas

Coluna Esplanada

Turma da roleta

Direito na mão

Como saber quando tenho que aumentar as contribuições ao INSS para uma boa aposentadoria futura?

JotaCê

“Interventor” sob suspeita

Coluna Exitus na Política

Chiclete mascado embaixo do banco

Na Rede

Se liga no que foi destaque no DIARINHO nesta semana

Coluna do Ton

Seis Aninhos

Gente & Notícia

FÉRIAS

Foto do Dia

Olha a multidão!

Canal 1

Para ex-diretora da Globo, drama do humor também passa pela renovação

Coluna do Janio

Vitória para a história

Via Streaming

“Falando a real” aborda terapia e luto

Jackie Rosa

Niver do Armandinho

Clique diário

O pôr do sol!

Artigos

Escultura Santa Ceia de Ervin C. Teichmann, prevista para a Igreja Matriz, está sendo oferecida a Itajaí pelo filho do escultor

Vinicius Lummertz

Turismo, para um Feliz Ano Novo

Coluna Fato&Comentário

Menino Jesus, São Nicolau, velho pom-pom e Papai Noel



TV DIARINHO


CHEIO DE MOSQUITO: Um terreno abandonado virou alvo de denúncias e reclamações dos moradores da Murta ...





Especiais

Economia

Paixão Nacional Indústria da cerveja representa 2% do PIB e emprega 2,7 milhões de trabalhadores

Em frente à Univali

Bar Manias chega à maioridade atendendo ao fiel público universitário

Pesquisa de preço

Atacadões apostam em diversidade de marcas e descontos pra venda de cerveja

MESMA VIBE

Cinco atrações de Alicante que têm tudo a ver com Itajaí

Cinturão verde ameaçado

Inundações colocam em risco produção de hortaliças em Itajaí



Blogs

A bordo do esporte

Marco Zero de Recife (PE) foi palco da largada da Globe 40

Blog do JC

Racha

Blog da Ale Francoise

Benefícios do chá de funcho

Blog Doutor Multas

Fumar e dirigir dá multa?

Blog do Ton

Festa The Box comemora 5 anos neste fim de semana em Balneário Camboriú

Blog da Jackie

Spring Party

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Volnei Morastoni

“Não sei quem inventou que eu tava com câncer. Eu tive um problema de estafa física e mental”

David Fernandes “LaBarrica”

"Meu sonho é ser prefeito de Balneário Camboriú”

Evandro Neiva

"Vila da Regata de Itajaí vai atrair mais de meio milhão de visitantes

Luíza Moreira

"Meu avô tinha uma marca de ferro na coxa. Hoje em dia eu me revolto ainda por causa da escravidão, porque ainda tem muito preconceito”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação