Colunas


Coluna Tema Livre

Por Rosan da Rocha - rrocharrosan@gmail.com

Não é fácil ser mulher


A violência contra a mulher no Brasil é de um machismo atroz. Começa com a violência social em não ter as mesmas oportunidades de emprego, receber um salário menor e ser menosprezada em várias profissões.

Passa pela violência psicológica, com diversas ameaças, constrangimento, humilhação, desvalorização, atitudes que rebaixam sua autoestima.

Ainda, infelizmente, tem-se o mais grave que é a violência física, com agressões diversas efetuadas por cônjuge ou ex-companheiros, em um assustador índice de ser o 5º país do mundo no ranking do feminicídio. Mas não é só.

A violência sexual está muito presente em todas as camadas sociais.  A mulher ainda é considerada um objeto nessa sociedade extremamente machista.

A mulher não tem liberdade sobre o seu próprio corpo. E tal afirmação fica bem evidente em dois casos atuais: o primeiro, de uma menina de 10 anos que foi estuprada e, ao querer abortar legalmente, o hospital e a Justiça a impediram, mesmo com o consentimento e pedido de sua genitora.

Sobre o manto de que a menina tinha em seu ventre uma vida já com 22 semanas de gestação e que abortar seria um “assassinato”, não faltaram pessoas que defendessem a possibilidade  da criança, contra a sua vontade, hoje com 11 anos, levar adiante sua gravidez, ignorando o fato decorrer grande risco de morte, contrariando até mesmo o disposto na Lei Brasileira, que autoriza o aborto em tais casos. E olha que a Lei não menciona o tempo de gestação para tal procedimento. Em verdade, tais pessoas defendem o direito ao nascimento e não à vida. Para elas, pouco importa se o bebê terá o que comer, família capaz de cuidar e uma vida digna. Chegam ainda mais longe com a sórdida  ideia de que a  criança estuprada tem a obrigatoriedade de doar sua prole assim que nascer.

O segunda caso é de uma mulher adulta que foi igualmente estuprada e, após descobrir sua gravidez já em estado avançado, resolveu parir e doar. Pronto, foi massacrada nas redes sociais como se tivesse cometido um crime horrendo. O que ela fez foi um gesto nobre e perfeitamente legal. É adulta, tem discernimento, e resolveu não criar um(a) filho(a), produto de crime, não esperado(a), programado(a), repassando para pessoas que esperam ansiosamente por um bebê.

Mas essa sociedade machista não perdoa, detona os dois casos justamente por serem mulheres e, assim, não podem ter liberdade sobre seu próprio corpo e atitudes.

Ambas são amplamente amparadas pela Justiça e devem ser acolhidas em uma sociedade igualitária, sem preconceito, machismo ou misoginia.

Já no Brasil cabem duas frases que li nas redes sociais: “O homem é contra o aborto até engravidar a amante” e “ Se o homem engravidasse, o aborto legal poderia ser feito em qualquer agência dos Correios”.


Comentários:

Deixe um comentário:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.

Leia mais

Coluna Tema Livre

Cuidado com os candidatos

Coluna Tema Livre

Armadilha política

Coluna Tema Livre

Tristeza na academia

Coluna Tema Livre

A propaganda eleitoral ilegal

Coluna Tema Livre

Semana Santa de reflexão

Coluna Tema Livre

Fabrício ficou

Coluna Tema Livre

Saia dessa vala imunda

Coluna Tema Livre

A volta do dragão inflacionário

Coluna Tema Livre

Parabéns, prefeito!

Coluna Tema Livre

Maria vai com as outras

Coluna Tema Livre

Deus nos salve dos tiranos

Coluna Tema Livre

Petrópolis é mais uma vítima das autoridades

Coluna Tema Livre

Visita de Bolsonaro a Putim

Coluna Tema Livre

Triste Brasil

Coluna Tema Livre

Pais irresponsáveis, filhos doentes

Coluna Tema Livre

Nem guru e nem político de estimação

Coluna Tema Livre

Balneabilidade das praias

Coluna Tema Livre

Liberdade burra

Coluna Tema Livre

Falta de educação e fiscalização

Coluna Tema Livre

Renascimento



Blogs

A bordo do esporte

Volta ao Mundo Globe40 parte para a Argentina

Blog do JC

Tem que benzer...

Blog Doutor Multas

Fumar e dirigir dá multa?

Blog do Ton

Festa The Box comemora 5 anos neste fim de semana em Balneário Camboriú

Blog da Ale Francoise

Os poderes da Spirulina!

Blog da Jackie

Spring Party

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Marcelo Sodré

"A hora que entrar o contrato de arrendamento essa agonia se dissipa. As empresas vêm pra fazer o porto continuar crescendo”

James Winter

“Só vai haver desemprego e demissão em massa se não tiver carga aqui no Porto de Itajaí”

Décio Lima

"Hoje, de R$ 97 bilhões que são arrecadados pelo governo federal em Santa Catarina, apenas R$ 7 bilhões voltam”

Thiago Morastoni

"Nós tivemos 21 candidatos em Itajaí. Eu fui o que chegou mais perto, faltando 3 mil votos. Todos os outros faltaram acima de 20 mil votos”

TV DIARINHO

Confira as principais notícias de hoje do DIARINHO: - Porto Belo inaugura primeiro Starbucks drive ...




Especiais

OLHO NA DOSE

Pesquisa de preço mostra onde bebidas quentes são mais baratas

Na Estrada com o DIARINHO

Maravilhas naturais fazem de Bombinhas o Caribe catarinense

Itajaí

Do imóvel popular ao de altíssimo padrão são as apostas da Lotisa

Alto padrão

Procave agrega valor e exclusividade

Itajaí

Mercado da Brava continua em crescimento



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação