Colunas


Instituto Ion | Informando e Inovando

Por Instituto Ion -

Reflexos da crise


Na Coluna “Seu Bolso” desta semana, vamos fazer uma análise dos reflexos do conflito entre Rússia e Ucrânia na economia brasileira. 

 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 





As compras mensais no supermercado ficaram mais caras e vão subir ainda mais. Triste realidade no Brasil e no mundo, pois a Ucrânia e Rússia juntas respondem por 29,1% das exportações mundiais de trigo e de 17% de milho. O mundo espera que a Austrália e a Índia possam compensar parte das exportações da Rússia, amenizando a pressão nos preços.

O trigo teve alta de 20% em dólar nos últimos 40 dias e a Abitrigo, representando as indústrias de moagem, tem postergado a aquisição de contratos futuros de julho por já apresentarem aumento de 40%. O governo federal tem reduzido alguns tributos sobre alimentos como o café, macarrão, açúcar, óleo e outros, porém não foi suficiente para suportar o aumento internacional.

O Brasil é o terceiro maior produtor de milho, ficando à frente da Ucrânia, que está em quarto lugar. Há expectativa que o Brasil possa ocupar parte do espaço deixado pela Ucrânia, elevando sua produção e posição de exportador no mundo. Atualmente 70% do milho produzido pelo Brasil são consumidos internamente, principalmente para atender a produção de ração animal, impactando também no preço da carne e outros.

Mas quais os motivos da elevação dos preços dos alimentos? Não há uma única resposta, pois é resultado de um conjunto de fatores e algumas se destacam: (I) os grãos (alimentos) são commodities e estão com os preços elevados no mundo todo; (II) operações portuárias na Ucrânia foram suspensas, dificultando o escoamento dos produtos; (III) a exportação da Rússia pelo Mar Negro requer segurança maior, exigindo seguros elevados, resultando em aumento substancial no frete internacional; (IV) aumento do preço do barril de petróleo e (V) a Rússia é um grande fornecedor de fertilizantes e outros insumos agrícolas para o Brasil.

Parte dos fatores acima expostos estão sendo atenuados pela valorização do real frente ao dólar. O real é a moeda que mais se valorizou em 2022, tendo alcançado uma valorização de 14% somente neste ano. Os investimentos no Brasil continuam em alta, devendo bater novo recorde, sendo significativos os investimentos em tecnologia como metaverso e 5G.

No ano de 2021 e neste ano o Brasil lançou uma série de privatizações e concessões, a exemplo da concessão portuária no dia 30 último (primeira do Brasil) e que prevê investimentos altos nos próximos anos, beneficiando a valorização do real frente ao dólar, auxiliando no crescimento do PIB e no emprego.

As áreas mais beneficiadas com investimentos externos e internos são educação, infraestrutura, saúde e agronegócio.

O que esperar para 2022? A inflação deve continuar pressionada pelos fatores externos resultantes do conflito militar na Eurásia, somados aos riscos de gastos extras dos governos em ano eleitoral.

A taxa de juros já reflete os riscos e o mercado aponta uma Selic de até 13%. O Ministro da Fazenda, Paulo Guedes, e o Banco Central pontuam uma Selic final de 12,75%, refletindo nas taxas de empréstimos, endividamento, inadimplência e mesmo na inflação.

O mundo ficou mais pobre devido à pandemia da covid-19, e o conflito de Rússia e Ucrânia está afetando o crescimento mundial que tende a ser mais baixo para 2022 que o esperado inicialmente. O PIB do Brasil deve atingir a casa de 0,57%, podendo ficar acima de outros países.

Este cenário não sinaliza melhoras a curto prazo, e pensando em “Seu Bolso”, é importante continuar informado, evitar trazer ou aumentar a crise para dentro de casa ou da empresa e estar atento às oportunidades, rever seus planos e estratégias e gastar somente o necessário.

Convivemos em uma avalanche diária de notícias negativas, porém não esqueçamos de viver com alegria, cuidar da saúde e ter a certeza que a crise também passará.

Um abraço e até a próxima edição!


Comentários:

Deixe um comentário:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.

Leia mais

Instituto Ion | Informando e Inovando

Um ano de Informando e Inovando

Instituto Ion | Informando e Inovando

Olho no cartão de crédito

Instituto Ion | Informando e Inovando

Os brasileiros cada vez querem investir mais

Instituto Ion | Informando e Inovando

Inovação da tecnologia

Instituto Ion | Informando e Inovando

Mercado de trabalho mudou drasticamente

Instituto Ion | Informando e Inovando

ODS - 17 - parcerias e meios de implementação

Instituto Ion | Informando e Inovando

Educação de qualidade

Instituto Ion | Informando e Inovando

Contratos culturais feitos por prefeituras

Instituto Ion | Informando e Inovando

Lei Rouanet

Instituto Ion | Informando e Inovando

A novela do preço dos combustíveis

Instituto Ion | Informando e Inovando

A força da micro e pequena empresa no desenvolvimento do país

Instituto Ion | Informando e Inovando

A economia trata dos homens

Instituto Ion | Informando e Inovando

Agendas importantes de maio

Instituto Ion | Informando e Inovando

Débitos tributários com desconto que pode chegar a 90% 

Instituto Ion | Informando e Inovando

Indústria 4.0

Instituto Ion | Informando e Inovando

“Inovar e posicionar sua marca (final)”

Instituto Ion | Informando e Inovando

Inovar e posicionar sua marca

Instituto Ion | Informando e Inovando

Empoderamento feminino

Instituto Ion | Informando e Inovando

Posso ser um líder?

Instituto Ion | Informando e Inovando

“Inovar, (re)posicionar a marca e seu bolso



Blogs

Blog do JC

Palavra é tudo!

Blog da Ale Francoise

Lanchinho do bem!

A bordo do esporte

Lola Cars na Fórmula E

Blog da Jackie

Os Fort’s e os Koch’s

Blog do Ton

Amitti Móveis inaugura loja em Balneário Camboriú

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Carlos Chiodini

"Independentemente de governo, de ideologia política, nós temos que colocar o porto para funcionar”

Osmar Teixeira

"A gestão está paralisada. O cenário de Itajaí é grave. Desde a paralisação do Porto até a folha sulfite que falta na unidade de ensino”

Omar Tomalih

“Balneário Camboriú hoje é o município que está com o maior controle, com o menor número de notificações de casos de dengue”

Robison Coelho

"Nós não estaremos com o MDB aqui em Itajaí”

TV DIARINHO




Especiais

NA ESTRADA COM O DIARINHO

6 lugares imperdíveis para comprinhas, comida boa e diversão em Miami

Elcio Kuhnen

"Camboriú vive uma nova realidade"

140 anos

Cinco curiosidades sobre Camboriú

CAMBORIÚ

R$ 300 milhões vão garantir a criação de sistema de esgoto inédito 

Legado de amor

Dona Maricotinha, aos 95 anos, tem a vida pautada pela família, religião e dedicação ao próximo



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação