Colunas


Coluna Tema Livre

Por Rosan da Rocha - rrocharrosan@gmail.com

Petrópolis é mais uma vítima das autoridades


Mais uma tragédia evitável ou previsível e amenizada.

 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 





O povo brasileiro assistiu, atônito, à violenta enxurrada  que ocorreu na cidade de Petrópolis, no Rio de Janeiro.

As cenas que se viram são impressionantes. Pessoas sendo carregadas pelas águas, morrendo afogadas e soterradas por diversos deslizamentos de encostas e desmoronamento de casas.

O saldo de mortes dessa tragédia, até o momento, passa de 170 vidas humanas e 12 desaparecidos, fora a quantidade de animais.

E de quem é a culpa?

A culpa é, sem dúvida, de várias autoridades e, os principais são os gestores públicos. Se a tragédia não poderia ter sido evitada, pelo ao menos, deveria ter sido amenizada, caso os governantes investissem, corretamente, no planejamento e na reurbanização urbana.

A mudança climática já é uma realidade conhecida no mundo por todas as autoridades e por gestores públicos. Desta feita, muitas atitudes preventivas e de salvamento já deveriam ter sido adotadas para evitar tantas mortes.

Assim como na Pandemia, o atraso na realização de atitudes imediatas e preventivas, de forma eficaz, poderiam ter salvo muitas vidas.

As chuvas fortes sempre ocorreram, mas, nos dias atuais, já se sabe que elas serão ainda mais intensas.

Mas, infelizmente, o que se vê é o descaso de autoridades com tais condições deploráveis.

A Defesa Civil dos municípios, quando existe, é deixada em terceiro plano ou esquecida. Faltam pessoas capacitadas, material e equipamentos suficientes para os trabalhos preventivos e de resgate. A fiscalização e o monitoramento das famílias que moram em áreas de riscos não acontece. E, quando se tem conhecimento, pouco ou quase nada se faz para removê-las e não deixar mais que ninguém se instale na localidade, replantando mata nativa ou fazendo contenção.

Igualmente, as previsões e os monitoramentos das chuvas torrenciais, a fim de avisar a população a tempo para que se desloquem das áreas de risco, são totalmente ineficientes.

Um plano de contingência englobando redução de riscos; obras para contensão de encostas; construções de conjuntos habitacionais; sistema de alarme e alerta são medidas extremamente necessárias em qualquer município. Mas, para alguns gestores públicos, é mais fácil deixar a tragédia acontecer, colocar a culpa na natureza e, assim, aproveitar a situação para aparecer visitando o local, liberar dinheiro, muitas das vezes, facilitando e participando do desvio e da corrupção.

No final, para muitos ignorantes, são considerados bons e heróis, enquanto muitas famílias choram as mortes que poderiam ter sido evitadas.

Na verdade, essas autoridades não passam de oportunistas incompetentes, verdadeiros desalmados criminosos.


Comentários:

Deixe um comentário:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.

Leia mais

Coluna Tema Livre

Cuidado com os candidatos

Coluna Tema Livre

Não é fácil ser mulher

Coluna Tema Livre

Armadilha política

Coluna Tema Livre

Tristeza na academia

Coluna Tema Livre

A propaganda eleitoral ilegal

Coluna Tema Livre

Semana Santa de reflexão

Coluna Tema Livre

Fabrício ficou

Coluna Tema Livre

Saia dessa vala imunda

Coluna Tema Livre

A volta do dragão inflacionário

Coluna Tema Livre

Parabéns, prefeito!

Coluna Tema Livre

Maria vai com as outras

Coluna Tema Livre

Deus nos salve dos tiranos

Coluna Tema Livre

Visita de Bolsonaro a Putim

Coluna Tema Livre

Triste Brasil

Coluna Tema Livre

Pais irresponsáveis, filhos doentes

Coluna Tema Livre

Nem guru e nem político de estimação

Coluna Tema Livre

Balneabilidade das praias

Coluna Tema Livre

Liberdade burra

Coluna Tema Livre

Falta de educação e fiscalização

Coluna Tema Livre

Renascimento



Blogs

Blog do JC

Quadrangular 71 anos

A bordo do esporte

Volta ao Mundo Globe40 parte para a Argentina

Blog Doutor Multas

Fumar e dirigir dá multa?

Blog do Ton

Festa The Box comemora 5 anos neste fim de semana em Balneário Camboriú

Blog da Ale Francoise

Os poderes da Spirulina!

Blog da Jackie

Spring Party

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Alvim Sandri

"Levei a vida que a minha mãe ensinou: fé em Deus e andar certo

Marcelo Sodré

"A hora que entrar o contrato de arrendamento essa agonia se dissipa. As empresas vêm pra fazer o porto continuar crescendo”

James Winter

“Só vai haver desemprego e demissão em massa se não tiver carga aqui no Porto de Itajaí”

Décio Lima

"Hoje, de R$ 97 bilhões que são arrecadados pelo governo federal em Santa Catarina, apenas R$ 7 bilhões voltam”

TV DIARINHO

Entrevistão com Alvin Sandri



Podcast

Entrevistão com Alvin Sandri

Publicado 03/12/2022 10:10


Especiais

OLHO NA DOSE

Pesquisa de preço mostra onde bebidas quentes são mais baratas

Na Estrada com o DIARINHO

Maravilhas naturais fazem de Bombinhas o Caribe catarinense

Itajaí

Do imóvel popular ao de altíssimo padrão são as apostas da Lotisa

Alto padrão

Procave agrega valor e exclusividade

Itajaí

Mercado da Brava continua em crescimento



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação