Colunas


Coluna Tema Livre

Por Rosan da Rocha - rrocharrosan@gmail.com

Pais irresponsáveis, filhos doentes


Primeiro, foram as mentiras disseminadas sobre a Vacina contra COVID-19 em adultos, gerando dúvidas e resistência em pessoas a se imunizarem, que acreditam no achismo e não na ciência mundial. Muitas delas acabaram mortas pela teimosia, além de disseminarem o vírus.

 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 





Foram muitas as mentiras: que estavam realizando experimentos, fazendo a população de “cobaia”; que não havia comprovação científica para sua eficácia; que provoca reações, deixando graves sequelas, inclusive a morte; e até os absurdos de que poderíamos virar um animal, homem deixar de ser homem e nascer barba em mulher.

Agora, com as vacinas aprovadas para serem aplicadas em crianças, voltou a mesma imbecilidade. Acreditar em mentiras.

Preste atenção: os imunizante aprovados, até agora mundialmente, passaram por um estudo científico, randomizado (ECRs, o padrão-ouro para determinação de efeito de uma terapêutica), como é feito em qualquer outra vacina ou fármaco já existente, sendo aprovado pelas agências reguladoras sanitárias dos países mais avançados cientificamente no mundo. Entre eles: EUA, Alemanha, Reino Unido, França, Canadá, Itália, Israel, Cuba, China,  etc…

Não há comprovação alguma de que a vacina aplicada na dose adequada, pois diferente da aplicada em adulto, possa trazer qualquer prejuízo à saúde das crianças. Mais de 40 países do mundo já estão aplicando a vacina em crianças e adolescentes.

As vacinas previnem a gravidade, o contágio da doença e até a morte. Inexiste qualquer comprovação científica mundial que diga o contrário. 

Assim, pais que não autorizam seus filhos a se vacinarem estão cometendo um crime previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente, que determina que é obrigatória a vacinação desde que recomendada pela autoridade sanitária.

Pais não têm o direito, baseado em crença, religião ou achismo, muito menos acreditando em políticos irresponsáveis, em colocar seus filhos menores em risco de morte.

Ficam as perguntas para esses pais:

-Vcs conhecem algum estudo científico reconhecido mundialmente que impede a vacina da COVID-19 em criança ou adolescente? Se não, acertou. Não existe. 

- Já viram uma vacina ficar pronta, aprovada e aplicada em 12 meses? Se não, errou. Lembre-se que a da Influenza - H1N1, ficou pronta em 11 meses e está aí até hoje. Porém, não é o tempo da descoberta do imunizante que dirá se ele é eficaz ou não.

-Vcs conhecem alguma vacina já existente que trouxe vários efeitos colaterais e até a morte de pessoas? Se não, errou. A da febre amarela já provocou a morte de pessoas. A tríplice ou tetra viral já provocou meningite e encefalite.

E, mesmo assim, todos nós tomamos estas vacinas há anos.

Portanto, não seja mais um desinformado inconsequente. Continue contanto para seus filhos as estórias lúdicas como da “carochinha” e  do “patinho feio”, deixando de lado a estória triste e macabra da “vacina da morte”. Esta pode trazer consequências irreparáveis para as crianças.

Deixa de ser negacionista e teimoso. Leve seu filho, crianças ou adolescentes a se vacinarem contra COVID-19 e mostre seu amor pela vida deles.


Comentários:

Deixe um comentário:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.

Leia mais

Coluna Tema Livre

Cuidado com os candidatos

Coluna Tema Livre

Não é fácil ser mulher

Coluna Tema Livre

Armadilha política

Coluna Tema Livre

Tristeza na academia

Coluna Tema Livre

A propaganda eleitoral ilegal

Coluna Tema Livre

Semana Santa de reflexão

Coluna Tema Livre

Fabrício ficou

Coluna Tema Livre

Saia dessa vala imunda

Coluna Tema Livre

A volta do dragão inflacionário

Coluna Tema Livre

Parabéns, prefeito!

Coluna Tema Livre

Maria vai com as outras

Coluna Tema Livre

Deus nos salve dos tiranos

Coluna Tema Livre

Petrópolis é mais uma vítima das autoridades

Coluna Tema Livre

Visita de Bolsonaro a Putim

Coluna Tema Livre

Triste Brasil

Coluna Tema Livre

Nem guru e nem político de estimação

Coluna Tema Livre

Balneabilidade das praias

Coluna Tema Livre

Liberdade burra

Coluna Tema Livre

Falta de educação e fiscalização

Coluna Tema Livre

Renascimento



Blogs

Blog do JC

The Ocean Race

A bordo do esporte

Regatas do Brasileiro de Snipe 2023 agitam a raia de Jurerê, em Floripa

Blog da Ale Francoise

Moringa para imunidade

Blog Doutor Multas

O que o exame toxicológico consegue detectar?

Blog do Ton

Festa The Box comemora 5 anos neste fim de semana em Balneário Camboriú

Blog da Jackie

Spring Party

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Evandro Neiva

"Vila da Regata de Itajaí vai atrair mais de meio milhão de visitantes

Luíza Moreira

"Meu avô tinha uma marca de ferro na coxa. Hoje em dia eu me revolto ainda por causa da escravidão, porque ainda tem muito preconceito”

Alvim Sandri

"Levei a vida que a minha mãe ensinou: fé em Deus e andar certo

Marcelo Sodré

"A hora que entrar o contrato de arrendamento essa agonia se dissipa. As empresas vêm pra fazer o porto continuar crescendo”

TV DIARINHO

PROIBIDO ESTACIONAR! O principal acesso à praia do Cascalho, em Penha, voltou a ser palco do desrespeito ...




Especiais

Pesquisa de preços 

Sorvetes apresentam diferença de até 50,62% nos principais supermercados

80 ANOS

Sorveteria Seara chega à quarta geração unindo receitas de família e novas tendências

NA ESTRADA COM O DIARINHO

Sete dicas pra curtir Balneário Camboriú num fim de semana 

Dia no mar

O que levar para uma refeição perfeita al mare

Deixa o vento me levar

Veleiros alugados navegam com grupos para alto-mar



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








Jornal Diarinho© 2022 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação