Colunas


Coluna esquinas

Por Coluna esquinas -

O instante antes do escuro


Sou feliz quando contemplo o pôr do sol. Se não consigo vê-lo, me contento com o céu mudando de cores e a noite anunciando a força de solidões e grandes ventanias. Quem nunca teve dias em que se metamorfoseou no escuro da noite? Depois de seis meses distante das conversas nas ESQUINAS, volto para contar a vocês sobre o instante em que foi o bastante para minha vida inteira.

 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 





Costumo sonhar muito durante o dia. Tenho cabelos arrepiados e uma infinidade de ideias que habitam as horas, sem chance de silêncios. Nas noites não. Nas noites raramente lembro de meus sonhos. Se um dia eu tiver a sorte de morrer na noite será tranquila a partida. Deixarei os sonhos aqui.

O que interessa em nosso papo de hoje não são os ocasos ou as noites, e muito menos os dias. Seria enfadonho e desnecessário esse papo. O que interessam aqui são os sonhos.

Meus sonhos enchem meus dias e ocuparam, por anos, minhas noites em claro. É com eles que vivo. Se for sonho não pode morrer, não é mesmo? Sempre quero o sonho antes de aceitar a realidade. Só existo por meus sonhos. A realidade e sua concretude só existem a partir de um sonho.

Sou humano, bem sei. Demasiadamente humano, diria meu filósofo de estimação. Meu tempo nesse planeta é pouco e pede atenção para não perdermos tempo. Meus sonhos ganham cores quando ouço a criança balbuciar as primeiras palavras, quando o pássaro me acorda com assobios, quando brota o alecrim verdinho ou quando toco a pele da pessoa amada. O instante para perceber isso é curto, a vida é curta.

Encaro a realidade sempre que posso. Mas comecei a sentir vontades maiores para enfrentar a vida e ganhei uma generosa dose de serenidade. Sem falar que comecei a praticar outras loucuras para suportar essa contraditória realidade, tão difícil de matar. Os sonhos habitam nossos olhos e o modo como olhamos para a realidade é que faz os sonhos continuarem movendo as horas.

Meu instante antes do escuro foi no dia 13 de março desse ano. Naquele instante abandonei coisas, encarei outras e o sorriso chegou para ficar, simplesmente porque arte e vida se misturaram impregnando de sentidos tudo que faço.

Corrompi meu nome ao me dizer poeta. Teci poemas no azul para me sentir em voo.

A vida preenche os dias e afaga os pensamentos.

Fica a dica

O filme (também em livro) O Escafandro e a Borboleta (dirigido por Julian Schnabel, 2008, França/EUA). Como é o mundo visto por um tetraplégico? Essa escolha narrativa ajuda a criarmos vínculo e a empatia mais naturais possíveis.


Comentários:

Deixe um comentário:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.

Leia mais

Coluna esquinas

Grasna, pato, grasna

Coluna esquinas

Quinquilharias

Coluna esquinas

Touch, mentiras e uma hashtag

Coluna esquinas

Os 10 dias em que ouvimos a palavra GRITO

Coluna esquinas

Ferida aberta

Coluna esquinas

Proa da palavra

Coluna esquinas

Breve história de um muro

Coluna esquinas

A mão invisível da realidade

Coluna esquinas

O segredo dos dias

Coluna esquinas

Pantufas para pisar na lua

Coluna esquinas

Exercício de ser criança

Coluna esquinas

Dentro da noite

Coluna esquinas

Bolhas

Coluna esquinas

Imagino, logo existo

Coluna esquinas

Hoje é quase horizonte

Coluna esquinas

Língua Solta

Coluna esquinas

Curto-circuito

Coluna esquinas

Posso dar um pitaco?

Coluna esquinas

Tirando poeira das ideias

Coluna esquinas

Qual é a sua felicidade?



Blogs

Blog do JC

Palavra é tudo!

Blog da Ale Francoise

Lanchinho do bem!

A bordo do esporte

Lola Cars na Fórmula E

Blog da Jackie

Os Fort’s e os Koch’s

Blog do Ton

Amitti Móveis inaugura loja em Balneário Camboriú

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Carlos Chiodini

"Independentemente de governo, de ideologia política, nós temos que colocar o porto para funcionar”

Osmar Teixeira

"A gestão está paralisada. O cenário de Itajaí é grave. Desde a paralisação do Porto até a folha sulfite que falta na unidade de ensino”

Omar Tomalih

“Balneário Camboriú hoje é o município que está com o maior controle, com o menor número de notificações de casos de dengue”

Robison Coelho

"Nós não estaremos com o MDB aqui em Itajaí”

TV DIARINHO




Especiais

NA ESTRADA COM O DIARINHO

6 lugares imperdíveis para comprinhas, comida boa e diversão em Miami

Elcio Kuhnen

"Camboriú vive uma nova realidade"

140 anos

Cinco curiosidades sobre Camboriú

CAMBORIÚ

R$ 300 milhões vão garantir a criação de sistema de esgoto inédito 

Legado de amor

Dona Maricotinha, aos 95 anos, tem a vida pautada pela família, religião e dedicação ao próximo



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação