Colunas


Coluna Existir e Resistir

Por Coluna Existir e Resistir -

Carta ao Rei T’Challa


Querido irmão Chadwick Boseman,

Diz um dito africano que, quando morre um ancião, morre uma biblioteca. Ouso completar dizendo que, quando parte um jovem consciente, vai-se um leitor ávido destas bibliotecas-humanas e também um bibliotecário, alguém capaz de cuidar dos tesouros que a sabedoria produziu. É uma quebra brusca na corrente de humanidade da qual todos e todas fazemos parte. Sim, você partiu cedo.

Não te conheci fora das telas. O que sei de você é o que todos os seus fãs sabem: o excelente ator que encarnou James Brown, Thurgood Marshall e no rei T’Challa que, por sua vez, era o Pantera Negra. Este super-herói que fez sonhar tantos meninos que se acham sem poder perante uma sociedade que insiste em classificá-los como potencialmente violentos.

Escrevo chamando-o de irmão porque, além de “brother” na nossa negritude, você poderia ser de fato meu irmão mais novo e — foi inevitável — pensar no meu irmão que tem a sua idade e no meu filho, uma destas crianças/jovens que citei acima, que se viram orgulhosamente belos e fortes representados por você.

Soube que não pensava em ser ator, que estudou atuação para entender profundamente como roteirizar e dirigir atores. Logo, você queria mesmo era escrever e, para nossa felicidade, foi parar nas telas nos deixando um legado de personagens inesquecíveis. Vi também que o seu papel dos sonhos seria interpretar Jimi Hendrix. O gênio da guitarra da geração dos grandes artistas que se foram ainda mais jovens que você, aos 27 anos. Isto me lembra que este ano perdemos precocemente outro talento, o jogador de basquete Kobe Bryant.

Esportes… Aí está algo que você gostava e que também adoro. Sua interpretação de Jackie Robinson, o primeiro negro na liga principal de beisebol, em “42, a história de uma lenda” contou a trajetória de um atleta que enfrentou racismo feroz nos anos 40 do século passado. Quebrar paradigmas é uma questão para nós, não?

Você era um adolescente quando escreveu “Crossroads”, sua primeira peça, para um colega de escola morto com um tiro. Este título, “Encruzilhadas”, fala muito sobre nós, pessoas negras nesta diáspora sangrenta de séculos, que estão neste meio de caminho onde a arte torna-se o veículo para dar vazão a tantas dores. No entanto — veja que maravilha Chadwick! — é também com arte que mostramos todo o poder criativo, resiliência e esperança com que miramos o passado para fazer o futuro.

Você partiu no mesmo dia do icônico discurso “I have a dream”, de Martin Luther King, num momento turbulento do planeta, onde pessoas como George Floyd e Jacob Blake morrem todos os dias vitimadas pela sequela mais nefasta do colonialismo. O pastor King disse corajosamente que queremos, merecemos e conquistaremos o direito ao futuro, com dignidade e sem esquecer o que nos ergueu até aqui.

Por fim, e por falar em diáspora, em dispersão de povos, em destinos violentamente alterados pela ganância, você buscou suas origens e um exame de DNA te apontou o Oeste africano. Como eu gostaria que pudesse ter lido meu livro “Água de barrela”… também vim de lá. Eu, você e uma multidão pelo mundo, como dizem, somos o sonho dos nossos ancestrais. E agora você está acarinhado, recebido e honrado ao se tornar um deles. Obrigada e até um dia. Wakanda forever!

*Eliana Alves Cruz é jornalista e escritora, autora de “Nada digo de ti, que em ti não veja” texto disponível em https://www.geledes.org.br/carta-ao-rei-tchalla/


Comentários:

Deixe um comentário:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.

Leia mais

Coluna Existir e Resistir

Bloquinho do Sebastião Lucas resgatando e revivendo os saudosos carnavais

Coluna Existir e Resistir

United Colors Sarará

Coluna Existir e Resistir

Nasce o grupo Mariama

Coluna Existir e Resistir

Conegi retoma atividades

Coluna Existir e Resistir

Entressafra

Coluna Existir e Resistir

Yasuke: O primeiro samurai negro

Coluna Existir e Resistir

Presídio no Brasil: por que essa não é a solução?

Coluna Existir e Resistir

Eterna professora Antonieta de Barros

Coluna Existir e Resistir

Direito invisível

Coluna Existir e Resistir

A importância das palavras

Coluna Existir e Resistir

O fato

Coluna Existir e Resistir

A branca tá usando trança! E agora?

Coluna Existir e Resistir

Militância de internet

Coluna Existir e Resistir

Dia Nacional do Samba: o que seria do Brasil sem este gênero musical?

Coluna Existir e Resistir

Racismo: um tema que não pode sair do nosso radar!

Coluna Existir e Resistir

Existir e Resistir

Coluna Existir e Resistir

O pensamento social brasileiro e a cultura do esquecimento

Coluna Existir e Resistir

A política da morte

Coluna Existir e Resistir

Preguiça de falar sobre os males que o racismo causa

Coluna Existir e Resistir

Somos um país racista



Blogs

Blog do JC

Palavra é tudo!

Blog da Ale Francoise

Lanchinho do bem!

A bordo do esporte

Lola Cars na Fórmula E

Blog da Jackie

Os Fort’s e os Koch’s

Blog do Ton

Amitti Móveis inaugura loja em Balneário Camboriú

Gente & Notícia

Warung reabre famoso pistão, destruído por incêndio, com Vintage Culture em março

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Carlos Chiodini

"Independentemente de governo, de ideologia política, nós temos que colocar o porto para funcionar”

Osmar Teixeira

"A gestão está paralisada. O cenário de Itajaí é grave. Desde a paralisação do Porto até a folha sulfite que falta na unidade de ensino”

Omar Tomalih

“Balneário Camboriú hoje é o município que está com o maior controle, com o menor número de notificações de casos de dengue”

Robison Coelho

"Nós não estaremos com o MDB aqui em Itajaí”

TV DIARINHO




Especiais

NA ESTRADA COM O DIARINHO

6 lugares imperdíveis para comprinhas, comida boa e diversão em Miami

Elcio Kuhnen

"Camboriú vive uma nova realidade"

140 anos

Cinco curiosidades sobre Camboriú

CAMBORIÚ

R$ 300 milhões vão garantir a criação de sistema de esgoto inédito 

Legado de amor

Dona Maricotinha, aos 95 anos, tem a vida pautada pela família, religião e dedicação ao próximo



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação