Colunas


Memórias & Fatos

Por Memórias & Fatos -

De Itapocorói ao Desterro


Depois de passar alguns dias na Armação de Itapocorói, onde fez importantes anotações, Auguste de Saint-Hilaire encontrou dificuldade para prosseguir a viagem até a Ilha de Santa Catarina. “Como todo mundo me tivesse garantido que o caminho que vai de Itapocorói até o ponto que defronta com a Ilha de Santa Catarina era muito ruim e apresentava muitas dificuldades para o transporte de cargas, resolvi fazer a viagem pelo mar. O administrador da Armação fez questão de me emprestar um dos barcos que serviam para a pesca e por volta das nove horas da manhã eu parti com seis remadores e um timoneiro, que eu havia contratado por 1920 réis cada um. O tempo estava magnífico, e a beleza do céu, a placidez do mar e o verdor dos morros tornaram muito agradável a viagem. Os remos só foram usados nas primeiras horas, porque depois o vento mudou para nordeste, e ainda não eram nove horas da noite quando entramos na baía de Santa Catarina”. A partida de Itapocorói: “Ao passarmos diante de uma pequena cruz (Ponta da Cruz) fincada entre algumas pedras que se elevavam pouco acima da água, os meus remadores se puseram a pé, tiraram o chapéu e fizeram uma prece à Virgem e às almas do Purgatório pelo feliz desfecho da nossa viagem. À medida que avançávamos, eles me diziam os nomes das pontas de terra e as enseadas pelas quais íamos passando. A primeira a aparecer depois da Ponta da Vigia tem o nome de São Roque. Depois da Ponta do São Roque vem uma pequena enseada e a seguir a Ponta do Cantagalo. Entre esta e a Ponta Negra não existe propriamente uma enseada. Ao sul da Ponta Negra ficam a enseada (Prainha de São Miguel) e a Praia de Itajaí. Ao longe, à medida que passávamos por elas, a Ponta do Cabeçudo (Cabeçudas), a Praia Brava, a Ponta do Cambriaçu (Camboriú), a Ponta da Taquara, a enseada das Garoupas (Porto Belo), onde na ocasião acabava de estabelecer uma colônia de pescadores vindos da aldeia de Ericeira, em Portugal, a Ponta do Cachaçudo (Caixa d’Aço). A enseada das Bombas e finalmente, a ponta do mesmo nome que é muito extensa”. Observamos que Itajaí ainda não era referência na descrição de Saint-Hilaire, porém estava por começar, pois ele mesmo conhecera seu fundador quando se avistava com o governador da Província naquela viagem. (Lembramos que também faz 200 anos da visita de Saint-Hilaire)


Comentários:

Deixe um comentário:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.

Leia mais

Memórias & Fatos

Tonho do Nicolau – um marujo sonhador

Memórias & Fatos

Carta ao Antônio

Memórias & Fatos

Só mesmo uma anistia

Memórias & Fatos

É tempo de perdoar

Memórias & Fatos

“Perdoa-nos as nossas dívidas”

Memórias & Fatos

“Perdoa-nos as nossas dívidas”

Memórias & Fatos

Quarentena literária

Memórias & Fatos

Dona Lucinha – uma santa mulher

Memórias & Fatos

De Drummond ao Morastoni

Memórias & Fatos

Saint-Hilaire & Drummond

Memórias & Fatos

2020 – o ano de Itajaí

Memórias & Fatos

Normélio Pedro Weber

Memórias & Fatos

2º centenário de Itajaí

Memórias & Fatos

O dono da venda

Memórias & Fatos

Itajaí de antigamente

Memórias & Fatos

Associação empresarial de Itajaí: 90 anos

Memórias & Fatos

O Brasil precisa de santos

Memórias & Fatos

Da Costa para o alto-mar

Memórias & Fatos

Eugênio Krause

Memórias & Fatos

O padre e a ponte



Blogs

A bordo do esporte

Volta da Ilha das Cabras abre temporada de regatas em São Paulo

Blog do JC

Lula e o genocídio

Gente & Notícia

Churrasco On Fire, da dupla Fernando e Sorocaba, chega a Massaranduba

Blog da Ale Francoise

Intestino preso, use todos os dias

Blog da Jackie

O ‘sim’ de Ângela e Dolor

Blog do Ton

Medicina Estética

Blog Doutor Multas

Como parcelar o IPVA de forma rápida e segura

Blog Clique Diário

Pirâmides Sagradas - Grão Pará SC I

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado



Entrevistão

Entrevistão Adão Paulo Ferreira

"Porto sozinho não serve para nada. Ele precisa ter navios, linhas"

Irmã Simone

"Aqui nós atendemos 93% SUS”

Eduardo Rodrigues Lima

"A Marinha já fez 27 mil abordagens a embarcações no Brasil inteiro”

Edison d’Ávila

"O DIARINHO serve como uma chamada à consciência da cidade”

TV DIARINHO

Uma criança morreu atropelada por um caminhão no bairro São Vicente, em Itajaí, no final da manhã deste ...




Especiais

TURISMO

Japaratinga: vale a pena se hospedar no melhor resort do Brasil?

violência

Brasil tem um assassinato de pessoa trans a cada três dias

Programa diferente

Na Estrada: Escapada pra Curitiba num finde de verão

Presidente do STM

Acampamentos golpistas “foram tolerados por orientação” militar

Agropecuária

Bancada adota ‘discurso tóxico’ em anúncios nas redes sociais



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯








MAILING LIST

Cadastre-se aqui para receber notícias do DIARINHO por e-mail

Jornal Diarinho© 2024 - Todos os direitos reservados.
Mantido por Hoje.App Marketing e Inovação